Sine Caxias do Sul, quarta-feira, 27 de maio

maio 25, 2020

Vagas do Sine 27/05/2020

Para se candidatar serão entregues senhas às 8h

ADMINISTRADOR DE MARKETING – VAGA DE ESTAGIÁRIO

AFIADOR NA FABRICAÇÃO

AJUDANTE DE COZINHA

ANALISTA ADMINISTRATIVO – PCD

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

AUXILIAR DE COZINHA

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO

CONFERENTE DE SERVIÇOS BANCÁRIOS

COSTUREIRA EM GERAL

ELETRICISTA DE INSTALAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES

FARMACÊUTICO 

FUNILEIRO INDUSTRIAL

INSTALADOR- REPARADOR DE LINHAS E APARELHOS DE TELECOMUNICAÇÕES

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE MAQUINA INDUSTRIAL

MOTORISTA CARRETEIRO

MOTORISTA

OPERADOR DE TELEMARKETING ATIVO

PASSADOR DE ROUPAS EM GERAL

PINTOR ESPECIALIZADO EM PINTURA ACRÍLICA (VEÍCULOS)

POLIDOR DE AUTOMÓVEIS

PREPARADOR DE TINTAS

PROGRAMADOR DE SISTEMAS DE COMPUTADOR

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA

VENDEDOR INTERNO

VENDEDOR PRACISTA

PCD – VAGAS EXCLUSIVAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA COM LAUDO MÉDICO

AS VAGAS DESCRITAS ACIMA ESTARÃO DISPONÍVEIS DE ACORDO COM O NÚMERO DE CANDIDATOS

SOLICITADOS PELO EMPREGADOR.

 

Alberto Meneguzzi participa de reunião que tratará de reclamações de cobrança de energia elétrica no Estado

maio 23, 2020

A reunião virtual está sendo organizada Comissão  Mista, permanente de Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa acontece no dia 27.05  às 11horas

A Comissão Mista Permanente de Defesa do Consumidor e Participação Legislativa Popular da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Elton Weber ( PSB), convocará o presidente da RGE, José Carlos Tadiello, e representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para prestar esclarecimentos sobre inúmeras reclamações de cobrança abusiva de energia elétrica durante a pandemia. A reunião virtual ocorrerá no próximo dia 27, às 11h. A direção da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) também será convidada.
O vereador Alberto Meneguzzi ( PSB) de Caxias do Sul, participará deste encontro. “São muitas as reclamações de contas de luz com valores altíssimos por  aqui em Caxias do Sul. Acho importante se fazer presente e levar as demandas da nossa cidade” destaca o parlamentar
De acordo com informações repassadas à Comissão, com o sistema de cobrança pela média de consumo por falta de leitura durante o distanciamento social provocado pelo coronavírus, os consumidores estariam pagando, em alguns casos, até 400% acima do que seu gasto real. O pleito de prestação de contas sobre a situação partiu da deputada Franciane Bayer (PSB), do deputado Jefferson Fernandes (PT) e da Associação Gaúcha de Procons Municipais (AGPM). O problema atinge consumidores residenciais e comerciais.
Segundo o Defensor Público Rafael Magagnin, do Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Estado, é preciso que a RGE amplie a forma de divulgação da autoleitura do medidor pelo consumidor e esclareça como será a compensação dos valores cobrados a mais pelo sistema de média e que não correspondem à realidade.
O deputado Elton Weber frisa que é justamente neste momento de dificuldade, de salários reduzidos e desemprego, que o consumidor não poderia estar desembolsando mais dinheiro do que efetivamente consumiu. “Mesmo permitido pela ANEEL, a cobrança pela média não pode significar prejuízo ao consumidor, que de nenhuma maneira pode pagar essa conta sozinho”.

Projeto antinepotismo aguarda parecer de órgãos externos para seguir tramitando na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

maio 23, 2020

Vereador Meneguzzi espera que Projeto seja votado ainda em 2020

Alberto Meneguzzi/PSB foi o principal articulador do novo protocolo do Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal (PLOM), que regulamenta o Antinepotismo nos poderes Executivo e Legislativo municipal de Caxias do Sul. O documento foi protocolado no dia 17 de março deste ano. No  último dia 13 de maio, a Comissão de Constituição e Justiça ( CCJL) da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, encaminhou o Projeto para análise dos órgãos externos ( IGAM e DPM) para que se manifestem sobre a matéria. O parecer dos dois órgãos deve voltar para a Câmara em 20 dias e depois, será enviado para a executivo para análise.

O projeto antinepotismo teve a assinatura de 22 vereadores. No processo original do ano passado, havia a assinatura do atual presidente da Câmara, vereador Ricardo Daneluz/PDT. Ele foi o único que não assinou a nova versão. Isso porque o Regimento Interno proíbe que o detentor do cargo legisle no ano em que exerce o cargo.

A ideia original foi da bancada do PSB. A matéria foi protocolada em maio de 2019, tramitou nas comissões da Casa durante todo o ano, não sendo possível a votação. O principal entrave no processo foi o engavetamento pela gestão anterior, que deveria emitir parecer sobre a matéria, conforme indicado pelos órgãos de consultoria legislativa Igam e DPM. O novo governo devolveu o projeto em fevereiro deste ano, porém, os proponentes já haviam pedido tramitação por cópia. Mesmo assim, a assinatura de Daneluz impulsionou uma reedição da proposta.

Conforme o texto, fica proibida a nomeação de parentes até o terceiro grau de prefeito, vice-prefeito, secretários, presidentes e diretores de autarquias da administração indireta (Samae, FAS e Codeca), e vereadores como cargos comissionados (CCs). “É importante votar essa matéria ainda este ano, pela atual legislatura, deixando esse legado de moralidade, excluindo o nepotismo da Prefeitura e da Câmara de Vereadores” afirma Meneguzzi.

 

Alberto Meneguzzi destaca os 57 anos da UAB Caxias

maio 19, 2020

Parlamentar ressalta a história de luta da entidade pelo movimento comunitário do município

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB parabenizou, nesta terça-feira (19), os 57 anos de fundação da União das Associações de Bairros de Caxias do Sul (UAB). A entidade reúne as Associações de Moradores de Bairros (Amobs). A data também marca o Dia Municipal do Líder Comunitário.

Meneguzzi ressalta a histórica luta da entidade pela garantia dos direitos dos moradores dos bairros da cidade, como a prestação dos serviços comunitários por parte do poder público. “Durante estas quase seis décadas, a UAB tem buscado, por meio do diálogo e da articulação com os governos, que os bairros tenham serviços públicos de qualidade nas áreas da saúde, educação e obras, entre tantos outros. É uma entidade que tem representado com ética e responsabilidade o movimento comunitário de Caxias”, salientou.

O parlamentar também destaca o trabalho das Amobs, que são os canais de voz entre os moradores das diversas regiões da cidade com o poder público e a sociedade. “A história da UAB revela a seriedade e o comprometimento do movimento comunitário de Caxias do sul para com os cidadãos aos quais representam. As Amobs são importantes fóruns de debate e encaminhamento dos problemas de cada bairro. No governo anterior, tivemos uma tentativa de desmantelamento do comunitarismo no município, entretanto, barrado pela força que este segmento representa na comunidade”, afirma.

Ouça a notícia em podcast

Sobre bares que descumprem decreto em Caxias: ” Tem que autuar e fechar” defende Meneguzzi

abril 26, 2020

O vereador Meneguzzi defende uma operação ainda mais rigorosa por parte da Prefeitura de Caxias para fiscalizar e, se for o caso, autuar e fechar estabelecimentos que estão descumprindo o decreto sobre funcionamento em época de pandemia.  O parlamentar lembra que  em cinco horas de operação na noite de sexta e madrugada de sábado (25/04), a Fiscalização da Secretaria do Urbanismo (SMU) fechou oito bares em diferentes bairros da cidade, seis deles com caça níqueis.   ” A prefeitura está agindo certo, e a população precisa ajudar nas denuncias. Além da atividade ilícita, estes locais  descumprem o decreto municipal de permanecerem fechados devido a aglomeração de pessoas e o risco de transmissão do coronavírus.” destaca Meneguzzi

A operação, que contou com o apoio da Guarda Municipal e da Fiscalização de Trânsito da Secretaria de Trânsito, Transporte e Mobilidade notificou cinco estabelecimentos a vender somente alimentação e um posto de combustíveis foi informado que não pode deixar acontecer aglomerações de carros com pessoas bebendo em sua área. “Tudo já foi explicado, os decretos são bem claros. A fiscalização tem que enérgica sim. Inadmissível que alguns comerciantes insistam em funcionar de um jeito que contraria as normas estabelecidas. Defendo uma fiscalização ainda mais rigorosa.” finaliza o Vereador Meneguzzi

Denúncias sobre o descumprimento do decreto podem ser feitas pelo telefone 156 (segunda a sexta) ou pelo email [email protected]

 

Foto: Secretaria de Urbanismo da Prefeitura de Caxias do Sul.

Mensagem: “Não é hora de ter medo, é hora de ter coragem”.

abril 25, 2020

Porque a gente insiste, às vezes, de querer andar sozinho, sem ajuda de ninguém?
Por mais que algumas pessoas nos decepcionem, e isso acontece muito e vai continuar acontecendo, ninguém nasceu para ficar sozinho. Precisamos uns dos outros.
Talvez seja a hora, definitiva, de selecionarmos melhor quem queremos como amigos e parceiros de caminhada. Nem todo mundo merece nossa energia, nossa atenção, nossa disposição. Há pessoas que somente sugam nossas forças e tiram a nossa paz. Sim, existem pessoas assim. Mas por causa delas, vamos entristecer, jogar a tolha, desistir de lutar, se isolar em algum quarto escuro e nos privar de viver a vida?
Se a gente observar, temos muito mais motivos para sorrir do que para chorar. Conviver com as pessoas verdadeiramente humanas, com gente do bem, com pessoas da nossa família, com amigos que gostamos e admiramos, é mais importante do que desistir de relacionamentos e de vida social, por causa de gente má, sem índole e invejosa.
Não é hora de nos encolher ou de ter medo.É hora do resgate das verdadeiras amizades, de ter por perto quem nos faz bem, de quem nos eleva, nos indica caminhos e se alegra com a nossa felicidade. A hora da coragem de fazer escolhas, de recomeçar, de pedir ajuda se necessário for. É hora, também, de não esquecermos a nossa vida espiritual, de agradecer a Deus por tudo e pedir a ele, com ardor, com força e fé, rumos diferentes nas nossas vidas.
Ele atende, pode ter certeza, Ele não nos deixa na mão. Lembre-se : ninguém é tão frágil que não possa suportar suas dores sozinho, mas ninguém é tão forte assim que não precise de amor, de amigos, de verdadeiras companhias e de Deus.

Não é hora de ter medo de nada, apesar da situação está do jeito que está. Agora sim, é o momento de mostrarmos força. São Paulo dizia “Quando sou fraco, aí é que sou forte”.

 

Meneguzzi pede que Prefeitura envie de forma urgente projeto de suspensão da cobrança da tarifa social de água por 90 dias em Caxias

abril 25, 2020

Meneguzzi pede que Prefeitura envie de forma urgente projeto de suspensão da cobrança da tarifa social de água por 90 dias em Caxias

Vereador também pede a suspensão do corte de água por atraso no pagamento das contas

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB voltou a cobrar na sessão da última quinta-feira (23.04) da Prefeitura de Caxias do Sul, uma resposta ao seu pedido o sobre a suspensão da cobrança da Tarifa Social de Água por 90 dias aos usuários de baixa renda do município. O pedido do parlamentar do PSB foi feito ainda em 26 de março, em forma de indicação ao executivo. Nele, o vereador sugere  a suspensão imediata da cobrança da tarifa social. A medida valeria por 90 dias ou enquanto estiver em vigor qualquer decreto municipal de prevenção ao Coronavírus. O parlamentar também sugeriu na indicação que seja suspenso o corte no abastecimento de água dos usuários com contas em atraso. O documento foi endereçado ao prefeito Flavio Cassina/PTB e ao diretor-presidente da autarquia na época, Idair Moschen.

Como o vereador não recebeu qualquer resposta do executivo a respeito do assunto, Meneguzzi fez uma cobrança na tribuna da câmara: Em Porto Alegre, um projeto semelhante foi aprovado na última  quinta-feira (23.03). Por lá, a Prefeitura tomou a inciativa e enviou um projeto de isenção ao legislativo. Estou pedindo que por aqui, o executivo envie um projeto o quanto antes para que possamos aprovar.”

Segundo Meneguzzi, são mais de 12 mil famílias que pagam a tarifa social que seriam beneficiadas com a suspensão do pagamento. “Tratam-se de famílias de baixa renda, muitas delas, com pessoas desempregadas. Fato este que se agravam as medidas de contenção ao Coronavírus, devido à suspensão das atividades de muitas empresas e a escassez de oferta de trabalho autônomo, por exemplo. Acredito que essas sugestões podem colaborar para minimizar os efeitos dessa crise internacional na vidam das pessoas mais carentes”, afirma Alberto Meneguzzi que reitera a urgência de uma ação efetiva por parte da Prefeitura de Caxias

 

 

Papa na mensagem de Páscoa: deixar-se contagiar pela esperança de Cristo

abril 12, 2020

*Fonte: Vaticannews.va

O Pontífice presidiu à missa na Basílica Vaticana, na sobriedade que tem caracterizado as celebrações da Semana Santa. No lugar dos fiéis e das flores que enfeitam a Praça São Pedro neste dia, esteve a oração de milhões de pessoas conectadas através dos meios de comunicação. Devido à pandemia, o Santo Padre renunciou ao rito do “Resurrexit” durante a celebração, que recorda o estupor de Pedro ao ver o sepulcro vazio.

Contágio da esperança

Tradicionalmente, o Papa não pronuncia a homilia no domingo de Páscoa e transmite a sua mensagem ao conceder a bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo). Do altar da confissão, o texto de Francisco começa com o anúncio que hoje ecoa em todos os cantos da Terra: “Jesus Cristo ressuscitou; ressuscitou verdadeiramente!”.

“Nesta noite, ressoou a voz da Igreja: ‘Cristo, minha esperança, ressuscitou!’. É um ‘contágio’ diferente, que se transmite de coração a coração, porque todo o coração humano aguarda esta Boa Nova. É o contágio da esperança.”

Não se trata de uma fórmula mágica, explicou, que faz desaparecer os problemas, mas é a vitória do amor sobre a raiz do mal, que  transforma o mal em bem: “marca exclusiva do poder de Deus”.

As chagas da humanidade

O Ressuscitado é o Crucificado. No seu corpo glorioso, estão indeléveis as feridas que se tornaram frestas de esperança. O Papa então citou as feridas abertas hoje da humanidade, começando pelo contagiados com o coronavírus, de modo especial os doentes, os que morreram e os familiares.

“Para muitos, é uma Páscoa de solidão, vivida entre lutos e tantos incômodos que a pandemia está causando, desde os sofrimentos físicos até aos problemas econômicos.”

Esta epidemia não nos privou apenas dos afetos, afirmou Francisco, mas também da possibilidade de recorrer pessoalmente à consolação que brota dos Sacramentos, especialmente da Eucaristia e da Reconciliação. “Mas o Senhor não nos deixa sós!”

O Papa mais uma vez agradeceu aos médicos e enfermeiros, e a todos os profissionais que garantem os serviços essenciais necessários à convivência civil.

Redução de sanções e cancelamento da dívida

O seu pensamento se dirigiu também a quem está preocupado com o futuro e com a falta de emprego, encorajando os políticos a trabalharem em prol do bem comum.

“Este não é tempo para a indiferença, porque o mundo inteiro está sofrendo e deve sentir-se unido ao enfrentar a pandemia”, disse ainda o Pontífice, pedindo que não faltem os bens de primeira necessidade aos que vivem nas periferias, aos refugiados e aos desabrigados.

A propósito, pediu a redução das sanções internacionais que impedem a alguns países de proporcionar apoio adequado aos seus cidadãos e inclusive o cancelamento da dívida que pesa sobre os orçamentos dos mais pobres.

“Este não é tempo para egoísmos, pois o desafio que enfrentamos nos une a todos e não faz distinção de pessoas.”

Fim das guerras e conflitos

Olhando para as regiões que neste momento mais sofrem, o Papa falou da Europa, uma das mais afetadas pelo coronavírus. O continente se recuperou depois da II Guerra Mundial graças à solidariedade, e que seja este o sentimento que prevaleça agora, e o não o ressurgimento de antigas rivalidades.

Francisco voltou a pedir a adesão ao apelo a um cessar-fogo global e imediato de todos os conflitos e repetiu a exortação feita na vigília pascal: “Este não é tempo para continuar a fabricar e comercializar armas, gastando somas enormes que deveriam ser usadas para cuidar das pessoas e salvar vidas.”

O Pontífice mencionou as guerras ainda em andamento na Síria, no Iêmen, no Iraque, bem como no Líbano. Falou também de Israel e da Palestina, da Ucrânia, da crise dos refugiados na Líbia e na fronteira entre a Grécia (“não quero esquecer a ilha de Lesbos”) e a Turquia e de países da Ásia e dos ataques terroristas na África, em especial da crise humanitária que a região de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, está sofrendo. Na América Latina, citou a Venezuela, exortando a soluções concretas e imediatas.

Antes de conceder a bênção Urbi et Orbi, o Papa Francisco concluiu com mais um convite à coragem, a olhar além, para que a humanidade dissipe as trevas que pairam sobre si:

“Palavras como indiferença, egoísmo, divisão, esquecimento não são as que queremos ouvir neste tempo. Mais, queremos bani-las de todos os tempos! Essas palavras prevalecem quando em nós vencem o medo e a morte, isto é, quando não deixamos o Senhor Jesus vencer no nosso coração e na nossa vida. Ele, que já derrotou a morte abrindo-nos a senda da salvação eterna, dissipe as trevas da nossa pobre humanidade e introduza-nos no seu dia glorioso, que não conhece ocaso.”

Auxílio emergencial: aplicativo já está disponível. Saiba aqui mais informações e acesse os links

abril 7, 2020

ATENÇÃO: AUXILIO EMERGENCIAL
– Aplicativo já está disponível

O cadastro para receber o auxílio emergencial do Governo Federal já pode ser feito pelo site ou aplicativo.
Mas tenha calma. Como a demanda é grande, pode ser que o site esteja indisponível em alguns momentos.
Mas, se você se encaixa nos critérios já divulgados aqui, não deixe de se cadastrar:

Linck:
https://auxilio.caixa.gov.br

Neste link consta todas as informações a respeito do auxílio

IOS:
https://apple.co/2xb9D9B

Android

https://play.google.com/store/apps/details…

O que é

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

O benefício no valor de R$ 600,00 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03, e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da CAIXA.

Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP.

O que é

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Quem tem direito ao Auxílio

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 que atenda a todos os seguintes requisitos:

  • Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:

– Microempreendedores individuais (MEI);

– Contribuinte individual da Previdência Social;

– Trabalhador Informal.

  • Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Quem não tem direito ao Auxílio

  • Tenha emprego formal ativo;
  • Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Está recebendo Seguro Desemprego;
  • Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

Como receber o Auxílio Emergencial

Desde que atenda às regras do Auxílio, quem já está cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico), ou recebe o benefício Bolsa Família, receberá o benefício automaticamente, sem precisar se cadastrar.

As pessoas que não estão cadastradas no Cadastro Único, mas que têm direito ao Auxílio, poderão se cadastrar no aplicativo e site que serão divulgados pela CAIXA.

Como sei se estou no Cadastro Único (CadÚnico)?

​Para consultar o seu cadastro, o Ministério da Cidadania disponibilizou o aplicativo para celular Meu CadÚnico, que está disponível para baixar nas lojas Android, Apple e no site do Ministério da Cidadania.

Inicia desinfecção de espaços públicos em Caxias para o combate ao coronavírus

abril 2, 2020

Iniciou na noite da última terça-feira,  a desinfecção da área central da cidade para auxiliar no combate ao coronavírus. A ação aconteceu em dois momentos: em fase de testes, um caminhão de hidrojateamento do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) e um caminhão-pipa com aspersor da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA), foram utilizados para sanitizar a Avenida Júlio de Castilhos. As equipes utilizaram em torno de 11 mil litros de água misturada com peróxido de hidrogênio no ação, que durou em torno de duas horas.

Já na manhã desta quarta-feira (1º), com parceria da iniciativa privada, a desinfecção teve início na Praça Dante Alighieri, seguindo pela rua Sinimbu até a Estação (EPI) Imigrante, sanitizando todas as paradas de ônibus. Após, a equipe retornou pela rua Pinheiro Machado, desinfectou o entorno da UPA Central e, após, os arredores do Hospital Pompeia. Os trabalhos terminaram na Estação (EPI) Floresta.

Também em Vila Oliva,preocupados e bem informados sobre a situação envolvendo o combate ao coronavírus, toda a equipe da Subprefeitura realizou a higienização das ruas do distrito, assim como os pontos mais importantes, como a praça, a Igreja e o Centro Comunitário. Um trator puxou um pulverizador que espalhou a solução com água e água sanitária para a limpeza das ruas.

*Fonte: Site da Prefeitura de Caxias do Sul ( www.caxias.rs.gov.br)

Foto: Andreia Copini