Meneguzzi Nenhum comentário

Parlamentar pede mais investimento público na cultura

O integrante da Comissão de Educação do Legislativo, vereador Alberto Meneguzzi/PSB votou favorável ao projeto encaminhado pelo Executivo, que pediu autorização da Câmara de Vereadores para prorrogar o prazo de publicação do edital do Financiamento de Arte e Cultura Caxiense (Financiarte) até o dia 31 de julho, devido à pandemia do Coronavírus. Durante a votação da matéria, na sessão desta quinta-feira (02), o parlamentar se manifestou pela necessidade de apoio financeiro governamental à classe artística, neste momento.

“São cerca de 3 mil trabalhadores da área da cultura em Caxias do Sul, que estão passando dificuldade. Não estamos falando em um edital de milhões, mas sim de pouco mais de 100 mil reais, que já deveria ter sido publicado. O setor cultural precisa precisava de mais dinheiro. O governo não está dando a devida atenção para a Secretaria da Cultura, essa área não é prioridade”, salientou.

Meneguzzi também se pronunciou sobre a informação de que falta o representante do setor de Teatro na Comissão de Avaliação e Seleção e Fiscalização (Casf). “Eu não consigo compreender como que área teatral não tem algum nome para indicar para o Casf. Um absurdo esse edital não ter sido publicado. Então, houve uma mobilização, porque muitos integrantes do Conselho nem sabia que esse projeto estava aqui para ser votado de forma extraordinária”, ressaltou.

O parlamentar sugeriu uma reunião da Comissão de Educação, com a participação da Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal de Política Cultural. “Espero que o governo converse com as lideranças da área cultural, que as pessoas desse setor dizem que não está havendo esse diálogo. Acredito que o nosso grupo de trabalho deve promover uma reunião, com Executivo e lideranças da cultura local a fim de esclarecermos essa situação, a qual refletiu negativamente no caso do Financiarte, bem na hora em que os artistas mais estão precisando financeiramente do valor para tocarem seus projetos”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *