Meneguzzi Nenhum comentário

“Um absurdo”. Foi assim que o vereador Meneguzzi, do PSB se manifestou quase soube do tempo de espera para agendamento de exames  como o de colonoscopia no SUS em Caxias do Sul.  O parlamentar teve acesso as informações a partir de um pedido que fez via Câmara de Vereadores e ao receber a resposta ficou estarrecido ” a cota prevista nos dois Hospitais Pompéia e Geral em Caxias para a realização de exames de colonoscopia é de 117. Sabe quantas pessoas estão na fila de espera para a realização deste exame? 1.256.”

Os dados enviados pela Secretaria Municipal de Saúde ao vereador  são de agosto deste ano. A Colonoscopia é um exame que ajuda na descoberta do câncer de intestino. É o exame endoscópico do intestino grosso. Na primeira situação, a colonoscopia é indicada pelo médico assistente para investigação de determinados sintomas, como alteração de hábito intestinal e dor abdominal.

Segundo Meneguzzi, o tempo de espera de 1 ano para agendamento demonstra claramente o caos que estamos vivendo na gestão da saúde na cidade. “Os hospitais estão no limite, a população corre o risco de morrer na fila de espera, a secretaria da saúde diz que não tem mais recursos para melhorar o atendimento. Enquanto isso,  o Prefeito Guerra  e seu irmão Chico Guerra, seu chefe de gabinete, gastaram somente neste ano, mais de R$ 160 mil em viagens para vários pontos do país sem nem ao menos, prestar contas para a população.”

O vereador do PSB se mostra extremamente preocupado com o atual quadro exposto pelos diretores do Hospital Pompéia e Virvi Ramos além da diretora do DACRA, órgão ligado à Secretaria de Saúde do município. A reunião aconteceu no início da semana passada a partir de um pedido do vereador Meneguzzi. ” A situação está ruim, e vai ficar pior. Foi isso que eu ouvi de todos que estavam lá”

Meneguzzi diz que vai continuar cobrando que o município invista mais na área da saúde, discuta novamente os contratos com os hospitais, lidere uma ação de pactuação com os municípios da região, e cobre de forma mais incisiva, recursos do governo  do estado e do governo Federal. ” Sei que os recursos investidos na saúde já estão muito acima daquilo que é previsto em lei, mas vamos deixar assim, como está e ver as pessoas morrendo? Precisamos tomar providências urgentes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *