Meneguzzi reafirma importância da qualificação de jovens para superar a violência

setembro 27, 2019

Vereador volta a lamentar retirada do Senai José Gazola da Zona Norte de Caxias, região que é a mais violenta da cidade

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) reafirma importância da qualificação de jovens para superar a violência. Ao mesmo tempo, ele lamenta o fechamento do Senai José Gazola, no bairro São José, que atendia a mais de 400 pessoas desde a década de 1980. Nesse local, tinham oportunidade de realizar cursos profissionalizantes que os preparavam para o mercado de trabalho. Segundo reportagem do Jornal Pioneiro, desta sexta-feira, 27 de setembro, a Zona Norte contabiliza maior número de assassinatos, nos últimos três anos. A maioria das mortes vitimou homens de 18 a 29 anos.

Conforme levantamento, em 2019 foram contabilizados 67 assassinatos, sendo 369 homicídios, 41 confrontos com a polícia, 27 latrocínios e 17 feminicídios. A maioria das vítimas foram mortas a tiro, num total de 362. Os bairros que mais sofrem com a criminalidade estão localizados na Zona Norte e proximidades, entre eles, Santa Fé, Vila Ipê, Reolon e Fátima, totalizando 83 mortes. Primeiro de Maio, Planalto, Euzébio Beltrão de Queiróz, Serrano, Esplanada e Charqueadas contabilizam 82 óbitos.

Desde setembro de 2018, Meneguzzi intermediou reuniões, encontros e levou a necessidade da discussão sobre a manutenção do serviço do Senai José Gazola na Zona Norte à tribuna da Câmara em diversas situações. No início de setembro de 2019, a prefeitura intermediou um termo de cessão de uso daquela área pública entre o Senai e a Brigada Militar, para que o prédio abrigue um batalhão de choque. Na visão do parlamentar, é importante a presença das forças de repressão, mas diante dos índices de violência na cidade e falta de amparo aos jovens, dando a eles todo suporte e capacitação para estarem empregados, é uma lástima a perda daquele espaço, fazendo com que esses adolescentes fiquem propensos a entrar na criminalidade.

Ele volta a reforçar que violência se combate com emprego. Para Meneguzzi, se a cidade não acolher esses jovens, qualificando-os, certamente o crime os acolherá. “Eu vibro com um batalhão de choque aqui, mas preferia humildemente que aquele local fosse utilizado para a área da educação porque é essa a necessidade, a formação profissional. A Zona Norte de Caxias tem uma população de 100 mil habitantes e muitos jovens estão sem emprego e sem formação,” esclareceu.

Meneguzzi comemora retomada do trabalho na construção do Trevo da Codeca

janeiro 18, 2019

Após protocolar pedido de informações sobre o andamento da obra, Executivo já iniciou asfaltamento da nova pista 

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB), transitou pela região da RSC-453, no acesso à UPA Zona Norte e ao bairro Santa Fé e gostou do que viu: foram retomadas as obras de construção do Trevo da Codeca. Depois do protocolo de um pedido de informações de sua autoria, em 04 de janeiro de 2019, quando percebeu que o trabalho andava a passos lentos, e sua aprovação na sessão representativa de 08 de janeiro, a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), que executa os trabalhos a partir de contrato firmado com o Executivo, já iniciou o asfaltamento da nova pista.

Segundo o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Cristiano de Abreu Soares, no dia 08 de janeiro, aproximadamente 11,5% da obra iniciada em 19 de abril, estava concluída.  A prefeitura mantém o prazo de entrega estipulado para 19 de abril deste ano. O alvo do requerimento de Meneguzzi era saber sobre o andamento da construção da nova rotatória e o empenho, até então, de 4,9% do total de R$ 3,3 milhões orçados.

Meneguzzi ressalta que a obra, prometida há muitos anos, é de extrema importância para quem acessa os serviços da UPA Zona Norte e também os bairros da Zona Norte. “Se o trabalho estava andando estava andando a passos lentos, nos últimos dias, se tem visto que a movimentação está grande. Fico feliz que minha mobilização tenha ajudado e dado o impulso para essas obras que são aguardadas pela Zona Norte há muitos anos”, salienta o vereador.

 

As obras em 04 de janeiro de 2019

As obras em 18 de janeiro de 2019

Meneguzzi pede informações sobre andamento de construção do Trevo da Codeca

janeiro 7, 2019

Requerimento contém perguntas sobre o cronograma das obras e o valor empenhado

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou pedido de informações ao Executivo caxiense sobre o andamento da construção da rótula de acesso ao bairro Santa Fé e arredores, pela RSC-453, mais conhecido como Trevo da Codeca. Iniciadas em abril de 2018, as obras têm previsão contratual de conclusão em 365 dias. No entanto, nem os serviços e nem o valor pago para a Compahia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), que é a contratada pela prefeitura para a execução, dão conta da inauguração até o mês de abril.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura, apenas 4,9% do total de R$ 3,3 milhões foram empenhados. Nesses fatos é que se baseia o requerimento de Meneguzzi, que por diversas vezes recebeu empresários e lideranças comunitárias da Zona Norte e buscou levar as indicações recebidas à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), que figura como contratante.

O requerimento é composto de seis questões, entre as quais o cronograma das obras, o valor empenhado, a fiscalização da SMTTM e também a aplicação ou não de notificações ou multas caso esteja sendo percebido o atraso. Para Meneguzzi, a intenção do pedido de informações é dar transparência às ações e ao emprego do dinheiro público. “Essa melhoria é aguardada pela comunidade da Zona Norte há muitos anos e existe essa necessidade, sobretudo depois da abertura da UPA. É nesse sentido que precisamos fiscalizar e cobrar que a população tenha suas demandas atendidas”, salienta.

A votação do pedido de informações será realizada durante a sessão representativa desta terça-feira, 08 de janeiro. Se aprovado, o Executivo terá 30 dias para responder ao requerimento.