Meneguzzi presta homenagem aos catequistas na tribuna da Câmara

agosto 28, 2018

Vereador relembrou que, para os católicos, o mês de agosto é vocacional e sua última semana é dedicada aos evangelizadores

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) utilizou a tribuna para destacar o trabalho dos catequistas que se dedicam à pregação dos princípios religiosos. Na sessão ordinária desta terça-feira, 28 de agosto, o parlamentar afirmou que, enquanto evangelizadores, também são responsáveis por estimular a ação de mudança na sociedade.

Ler mais

Meneguzzi questiona Smed sobre designação de professora municipal

março 7, 2018

Parlamentar recebeu demanda da docente, que sofre de doença degenerativa e segue sem definição sobre possível transferência

O presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), utilizou o espaço de líderes da plenária desta quarta-feira, 07 de março, para questionar a Secretaria da Educação (Smed) a respeito da designação de uma professora municipal. O parlamentar também se manifestou sobre as queixas do vereador Arlindo Bandeira (PP) em razão de deboches que estaria sofrendo na Casa.

Em relação à docente, Meneguzzi explicou que está lotada na Escola Municipal Teotônio Vilela e tem uma doença degenerativa, com problema nas cartilagens, uma prótese no quadril, uma prótese em um dos joelhos e terá que colocar prótese em outro joelho, além da situação de obesidade. Essa condição tem dificultado alguns deslocamentos, como ir à sala dos professores e aos banheiros, que ficam no andar superior. Por isso, a educadora gostaria de ser transferida para um colégio que propicie acessibilidade, informa Meneguzzi. “Ela quer continuar dando aulas e trabalhar numa escola em que ela possa não ficar isolada na hora do intervalo”, exemplifica o parlamentar.

No entendimento de Meneguzzi, há demandas que deveriam ser agilizadas pela Smed. No caso dessa docente, ele trouxe o assunto ao plenário para solicitar auxílio do líder de governo na Casa, vereador Chico Guerra (PRB). “Faço sempre esses pedidos pelas vias normais, mas estou cansado de mandar ofício para o secretário de Governo (Luiz Caetano) e as coisas demorarem. Então, eu me utilizo do senhor como interlocutor do governo para que tente agilizar isso. Não é dar jeitinho, não. É resolver um problema do município”, argumentou o parlamentar”.

Meneguzzi listou também outras demandas que, na sua avaliação, deveriam ser solucionadas pela prefeitura com urgência na Escola Teotônio, onde esteve recentemente e também no ano passado. De acordo com ele, as crianças não podem brincar na quadra de esportes porque tem um buraco. Há, ainda, problema de esgoto e um muro por cair.

Sobre a manifestação do vereador Arlindo Bandeira, minutos antes, no Grande Expediente, Meneguzzi disse que fazer economia não é uma questão pequena, inclusive a Mesa Diretora deste ano e a do ano anterior vêm olhando para esse aspecto. “Uma característica que esta Casa tem é o zelo pelo não desperdício. Muitos vereadores já fazem isso (economia) nos gabinetes. Então, é injusto dizer que, de repente, esta Casa não tem esse cuidado, porque vários outros presidentes e Mesas Diretoras que nos antecederam tiveram esse cuidado. E a Câmara de Caxias é conhecida e reconhecida por outros legislativos como uma das mais zelosas com o dinheiro público”, afirmou.

Entretanto, na avaliação do presidente do Legislativo, diante de possíveis deboches ou episódios de bullying, Bandeira poderia ter levado o assunto à Mesa Diretora ou feito uma representação na Comissão de Ética. “O senhor é um vereador trabalhador e respeito todas as suas ponderações sobre economia na Casa. Da minha parte, nunca teve deboche em relação à sua cafeteira. Quem brincou com isso, no dia em que anunciou, foi o senhor mesmo, inclusive dizendo a marca do café. E, se o senhor se sente atacado, pode fazer uma representação na Comissão de Ética, dizendo quem faz bullying”, sugeriu Meneguzzi, que foi o único a pedir declaração de líder na plenária de hoje, 07 de março.