Meneguzzi promove reflexão no Dia do Ato pela Cultura da Paz Ana Clara Adami

julho 16, 2020

Data lembra a morte da menina que se tornou símbolo contra a violência em Caxias

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB se pronunciou na sessão desta quinta-feira (16) sobre o Dia do Ato pela Cultura da Paz Ana Clara Adami, que lembra a morte da menina de 11 anos, que morreu neste dia, em 2015, depois de ser baleada quando chegava para o encontro de catequese, nas proximidades da igreja São Pio X, em Caxias do Sul. Antes da manifestação na tribuna, o parlamentar propôs um minuto de silêncio em memória da jovem. O vereador também distribuiu uma máscara de proteção ao Coronavírus, alusiva à data.

Segundo Meneguzzi, a lei que criou a data tem a intenção de chamar a atenção da sociedade sobre a violência e a construção da paz social. “A ideia é avançarmos um discurso de paz, de família, de políticas públicas e de reflexão. Trilharmos outros caminhos. Ela tinha amor, zelo, carinho e atenção da família. O que muitas dessas crianças com 11 anos não têm na relação com seus pais. Mas é isso que as crianças precisam dos pais e da família”, afirmou.

Alberto Meneguzzi ressaltou que nesta quinta-feira, a menina estaria completando 17 anos e ingressando na universidade. “Ela deixou diversas cartas, condenando, inclusive, a pena de morte. Incrível ler os escritos da Ana Clara, que sempre falava de paz”, destacou.

O parlamentar refletiu sobre a deficiência na segurança pública. “O que mudou de lá para cá. Se formos pensar em efetivo de Brigada Militar, não mudou nada. Até piorou na região do Bairro Pio X. Quantas crianças e jovens são assassinados em Caxias do Sul? Se formos fazer um balanço, vai ver que boa parte dos assassinados aqui são jovens, que morrem no trânsito ou estão no tráfico de drogas”, salientou.

O projeto de lei que instituiu o Dia do Ato pela Cultura da Paz Ana Clara Adami foi aprovado em 2017. Além de Meneguzzi, também assinaram a matéria os vereadores Edi Carlos Pereira de Souza e Elói Frizzo/PSB, e Gustavo Toigo/PDT.

Meneguzzi também foi o autor do projeto de lei que denominou uma rua do Loteamento Villa Di Fillippo, no Bairro São Caetano como Ana Clara Adami. A proposta foi aprovada por unanimidade do plenário, em outubro de 2017. As placas de identificação somente agora estão sendo colocadas nas duas quadras da via pública.

Foto: Fernando Santos

 Ouça a notícia em podcast

 

16 de julho: Dia Municipal do Ato pela Cultura da Paz – Ana Clara Adami

julho 15, 2019

Proposta por Meneguzzi e pelo vereador Gustavo Toigo, lei tem por objetivo a realização de atividades que falem sobre a cultura de paz

Nesta terça-feira, 16 de julho, Caxias do Sul faz memória do quarto ano de falecimento da menina Ana Clara Benin Adami. Aos 11 anos, ela foi baleada quando chegava para o seu encontro de catequese, na paróquia São Pio X, em julho de 2015. Por iniciativa conjunta dos vereadores Alberto Meneguzzi (PSB) e Gustavo Toigo (PDT), existe a lei 8.254/2019, que institui o Dia Municipal do Ato pela Cultura da Paz – Ana Clara Adami.

Além disso, a proposição pretende estabelecer um dia para que os caxienses se organizem, saiam às ruas e mostrem sua indignação com a violência, mas que aceitem trabalhar, nos seus ambientes de convívio, pela construção de uma cultura de paz. “Quantas crianças são expostas, em Caxias do Sul, diariamente a situações de violência moral, física, sexual e até institucional? Quantas vidas são colocadas em risco no município? Quando o investimento em segurança será suficiente? Talvez a resposta para essas perguntas seja, de fato, a construção de ações de práticas da paz”, justifica Meneguzzi.

Está programada uma missa às 18h desta terça-feira, 16 de julho, na igreja São Pio X, em homenagem à Ana Clara.

Papa envia mensagem aos brasileiros por ocasião da CF 2018

fevereiro 14, 2018

“Fraternidade e superação da violência” é o tema da Campanha para a Quaresma, em 2018. O Evangelho de Mateus inspira o lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8).

Todos os anos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresenta a Campanha da Fraternidade como caminho de conversão quaresmal. Um caminho pessoal, comunitário e social que visibilize a salvação paterna de Deus. “Fraternidade e superação da violência” é o tema da Campanha para a Quaresma, em 2018. O Evangelho de Mateus inspira o lema: “ Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8).

Ler mais

Campanha da Fraternidade 2018 convida à superação da violência

fevereiro 13, 2018

Mote da ação é valorizar a justiça social como método de construção da Paz

A Campanha da Fraternidade 2018 será aberta na amanhã, quarta-feira, 14 de fevereiro, com a proposta de construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência. Este caminho de conversão quaresmal, em vista de uma cultura da paz, exige o enfrentamento da realidade de exclusão. É o que aponta o secretário executivo de Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Luís Fernando da Silva. Em entrevista, ele ressalta que “sem a justiça social não haverá superação da violência”.

Ler mais

Diário da Presidência – 02/01/2018

janeiro 2, 2018

O gabinete do presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), divulga, a partir deste dia 02 de janeiro de 2018, um pequeno resumo das atividades do parlamentar na presidência do Legislativo caxiense. Uma forma de deixar os cidadãos informados sobre a rotina e os bastidores da mesa diretora.

Câmara Municipal de Caxias do Sul

Gabinete da Presidência

Vereador Alberto Meneguzzi

02 de janeiro de 2018

Meneguzzi toma posse como presidente do Legilsativo
Foto: Cléver Moreira

08h – Posse da nova mesa diretora da Câmara Municipal de Caxias do Sul para o ano de 2018, tendo como presidente o vereador Alberto Meneguzzi (PSB). O 1º vice-presidente é o vereador Ricardo Daneluz (PDT) e o 2º vice é o vereador Flávio Cassina (PTB). Como 1ª secretária assumiu a vereadora Gládis Frizzo (PMDB), sendo o 2º secretário Renato Oliveira do PCdoB. Foi feita a leitura da ata e posterior assinatura. A partir de então, o presidente do exercício 2017, Felipe Gremelmaier (PMDB), empossou Meneguzzi e a mesa. Durante seu discurso, Alberto agradeceu a amizade e o aprendizado que obteve com Felipe, do qual é amigo pessoal de longa data. O novo presidente também agradeceu o até então chefe da Comunicação Social, Paulo Cancian e apresentou o diretor-geral, Rodrigo Weber e o novo chefe de comunicação, o jornalista Tales Armiliato. “Para mim é um desafio muito grande assumir a presidência desta Casa. Nós, aqui, entendemos que o trabalho da mesa diretora é um trabalho de continuidade e eu quero continuar o trabalho do Felipe e da mesa diretora de 2017. Não tem como fazer um trabalho separado, temos que fazer um trabalho conjunto, de união de esforços, de diálogo, de serenidade”, salientou Meneguzzi.

 

08h30 – Meneguzzi conduziu a primeira sessão de 2018, sendo a 8ª Sessão Representativa da XVII Legislatura.

10h – Reunião da mesa diretora, tendo como pautas as reformas do plenário, a transparência ativa e outros assuntos de ordem geral;

Visita da mesa diretora ao prefeito Daniel Guerra (PRB) – Foto Clever Moreira

11h – Visita de cortesia da mesa diretora e dos diretores geral e de comunicação social ao prefeito Daniel Guerra (PRB). Na ocasião, Meneguzzi entregou um exemplar do livro “Democracia, memória e cidadania: 125 anos do Poder Legislativo de Caxias do Sul”, lançado em dezembro de 2017 pela Câmara e a sugestão da publicação das portarias de nomeação, exoneração, troca de padrão, troca de cargo e relotação de cargos comissionados (Ccs) e de provimento efetivo da Prefeitura, no Diário Oficial Eletrônico do Município.

Márcia Benin Adami, Alberto Meneguzzi e Sérgio Adami – Foto Felipe Padilha

11h20 – Sanção da Lei Municipal 8.254/2017, que consolida o dia 16 de julho como o Dia Municipal do Ato Pela Cultura da Paz – Ana Clara Adami. O projeto é de autoria de Meneguzzi, sendo aprovado em 12 de dezembro de 2017, por unanimidade, no plenário da Câmara. Os pais da pequena Ana Clara Benin Adami, Sérgio e Márcia, estiveram presentes. “É uma forma de o poder público se redimir, de pedir desculpas pelas falhas na segurança. Isso não trará a Ana Clara de volta, mas conforta o coração de vocês e nos ajuda a entender que só se pode combater a violência construindo a Paz”, ressaltou Meneguzzi.

 

 

 

Alberto Meneguzzi e a fotógrafa Liliane Giordano – Foto Felipe Padilha

11h30 – Sanção da Lei Municipal 8.253/2017, que institui a Semana Municipal da Fotografia a ser realizada sempre na segunda quinzena de agosto. O projeto foi protocolado por Meneguzzi, em 2017, e recebeu aprovação unânime do plenário em 07 de dezembro do mesmo ano. A fotógrafa e indicadora da proposição, Liliane Giordano, participou do ato e lembrou a importância dessa regulamentação. A partir de 2018, a programação fará parte do calendário oficial do Município.

11h50 – Meneguzzi recebeu os pais de Ana Clara, Sérgio e Márcia Adami e a fotógrafa Liliane Giordano na Sala da Presidência;

Foto Felipe Padilha

14h – Reunião com o diretor-geral e o chefe da Comunicação Social. Participou, também, o assessor técnico do setor de consolidação das Leis da Câmara, Mauro Cavagnolo.

15h45 – Recepção do deputado federal Mauro Pereira (PMDB), que fez visita de cortesia e cumprimentou Meneguzzi;

Depois das 16h30, Meneguzzi dedicou-se a atender a imprensa e solicitações do setor jurídico e direção do Câmara.

Dois projetos de Meneguzzi serão sancionados na terça-feira, 02 de janeiro

dezembro 29, 2017

Proposições visam a instituição da Semana da Fotografia e do Dia do Ato pela Cultura da Paz – Ana Clara Adami

Duas proposições do vereador Alberto Meneguzzi (PSB) serão sancionadas pelo prefeito Daniel Guerra (PRB) na próxima terça-feira, 02 de janeiro, às 11h20. No mesmo dia, o parlamentar toma posse como presidente da Câmara Municipal para 2018.

Aprovado na sessão de 30 de novembro, o Projeto de Lei 123/2017, que institui a Semana Municipal da Fotografia, será definitivamente regulamentado. A matéria estabelece que a programação seja realizada anualmente, na segunda quinzena do mês de agosto. Apesar de ter sido realizada a 10ª edição do evento em 2017, sem a Lei não havia qualquer garantia de que fosse viabilizada, sobretudo por questões políticas e administrativas. O objetivo da iniciativa é valorizar os profissionais do mercado fotográfico de Caxias do Sul.

Além de expandir as fronteiras da fotografia na cidade, a Semana da Fotografia faz uma reflexão do passado da arte, em Caxias do Sul, ao relembrar e homenagear importantes nomes de fotógrafos caxienses, como Domingos Mancuso, Walter Brugger, Joel Jordani, Mauro de Blanco e Ulysses Geremia. “Fotografia é história e comunicação ao mesmo tempo. Ao longo das edições, a programação foi crescendo e ganhou uma expressão importantíssima. São exposições, cursos, oficinas, workshops, dentre outras atividades, sendo que a maioria possui acesso gratuito à população”, justifica Alberto Meneguzzi.

Concebido em parceria com o vereador Gustavo Toigo (PDT), o Projeto de Lei 84/2017, consolida o dia 16 de julho de cada ano como o Dia Municipal do Ato pela Cultura da Paz – Ana Clara Adami. A data tem por objetivo homenagear a pequena Ana Clara, assassinada em 16 de julho de 2015, quando chegava para o encontro de catequese na Paróquia São Pio X. Além disso, a proposição pretende estabelecer um dia para que os caxienses se organizem, saiam às ruas e mostrem sua indignação com a violência, mas que aceitem trabalhar, nos seus ambientes de convívio, pela construção de uma cultura de paz. “Quantas crianças são expostas, em Caxias do Sul, diariamente a situações de violência moral, física, sexual e até institucional? Quantas vidas são colocadas em risco no município? Quando o investimento em segurança será suficiente? Talvez a resposta para essas perguntas seja, de fato, a construção de ações de práticas da paz”, justifica Meneguzzi.