Programa Acredita é um diferencial na comunicação da Serra Gaúcha

maio 7, 2021

Acredita é um diferencial na comunicação da Serra Gaúcha

O projeto contempla programa semanal de rádio, com lives transmitidas pelo facebook e recortes para diferentes mídias e plataformas

O Acredita, comandado pelo jornalista e relações-públicas Alberto Meneguzzi, fechou um mês no ar com transmissão pela Rádio Caxias 93,5 FM, aos domingos, das 8h às 10h. O programa de rádio contabiliza em apenas cinco edições mais de 30 entrevistas com temas relevantes na área da saúde, educação, bem-estar, alimentação saudável, turismo, iniciativas sociais, empreendedorismo, direito, espiritualidade, esporte, cultura, emprego, entre outros. Além de ouvir pelo tradicional “radinho” ou no aplicativo RDCaxias, é possível acompanhar o programa pela live no Facebook da emissora e nos próprios canais do projeto Acredita. Somente nos últimos quatro programas foram registradas mais de 10 mil visualizações na página do Facebook. Meneguzzi aposta nestas diferentes formas de “fazer rádio” para atingir todos os públicos. Pensando nisso, ele faz “recortes” das entrevistas dominicais e publica no canal do YouTube e Instagram (meneguzziacredita) e em plataformas de áudio.

O programa está se consolidando como um diferencial na comunicação da Serra Gaúcha por ser leve e de alto astral, regado à boa música e informação. A produção preza por pautas e fontes que muitas vezes passam despercebidas no dia a dia, porém, são temas presentes na vida das pessoas, como é o caso das entrevistas relacionadas a saúde física e mental em tempos de pandemia. O objetivo é transmitir uma mensagem do bem e que ajude o público. “Recentemente exibimos depoimentos de jovens integrantes do Projeto Pescar Paróquia São José e um empresário ouviu no rádio do carro e imediatamente mandou mensagem no WhatsApp da rádio para pedir o contato do responsável do projeto. Dias depois soube que este empresário contratou um jovem do projeto. Me emociono em pensar que isso deva mudar a realidade deste rapaz e sua família. Por outro lado, o empresário ficou satisfeito de ajudar de forma prática, assim como os envolvidos com o projeto que igualmente ficaram felizes em ter o trabalho reconhecido”. Meneguzzi “Acredita” que esse seja o verdadeiro papel da comunicação.

 

PROGRAMA ACREDITA: Domingos – das 8h às 10h Apresentação – Alberto Meneguzzi

Transmissão – Rádio Caxias 93,5 FM, APP e Facebook/RdCaxias,

site www.radiocaxias.com.br e nos canais do Projeto Acredita – YouTube e Instagram

(meneguzziacredita) e plataformas de áudio.

Arte e folclore: Grupo Girotondo lança Filò Formativi de Difusores del Talian

maio 6, 2021

Os encontros visam contribuir para a preservação da Cultura Taliana, difusão e salvaguarda da Língua Talian

O grupo folclórico caxiense Girotondo lança uma série de cinco lives intitulada de Filò Formativi de Difusores del Talian (Encontros Formativos de Difusores do Talian) nos dias 17, 24 e 31 de maio; 07 e 14 de junho, sempre às segundas-feiras, às 19h30min. O projeto foi contemplado pelo Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas da Fundação Marcopolo, com recursos da Lei Aldir Blanc nº 14.017/20.

Os encontros serão virtuais, sendo que os interessados deverão inscrever-se pelo e-mail [email protected] informando o nome, município, WhatsApp e 10 minutos antes do início do Filò será enviado um link de acesso à plataforma da internet. O Grupo Girotondo disponibilizou ainda outras formas para acompanhar os encontros formativos no Facebook/grupogirotondo ou pelo canal no Youtube.com/c/girotondocaxias. Os participantes ganham o livro Talian Par Cei e Grandi – Gramàtica e Stòria (Talian para Crianças e Adultos – Gramática e História), que está sendo apresentado no primeiro filò, dia 17 de maio. As lives terão uma hora e 15 minutos de duração com a maior parte da condução e execução ao vivo e inserções de vídeos pré-produzidos e editados que atendam a qualidade e dinâmica do evento. O Ponto de Cultura Casa das Etnias é o espaço escolhido para o ensaio, no dia 10 de maio, e para as apresentações das cinco a lives.

Um dos integrantes do Grupo Girotondo, Ladir Brandalise, explica que nas cinco edições do Filò Formativi serão trabalhados e difundidos conhecimentos sobre a língua e a cultura do Talian em sua gramática, literatura, em seus jogos, saberes e fazeres, comungando experiências e demonstrando oportunidades didáticas por intermédio da música, do teatro, da poesia e do canto coral. A atividade busca a participação e a organização de pessoas, criando um movimento em rede, que resulta no surgimento de novos agentes culturais, difusores e professores do Talian, que se sintam confiantes para atuar na área, cada um em seu município. A Língua Talian, que em 2014 foi reconhecida pelo IPHAN como Língua de Referência Cultural Brasileira (a primeira a receber este título), virou lei em Caxias do Sul (nº 8208/2017) a qual institui o Talian como a segunda língua oficial da cidade. As iniciativas demonstram que está ainda muito viva na região entre as gerações mais experientes, porém, como consequência de um período de proibição (anos 30/40) e depois por um tratamento de menosprezo (até anos 70), começou a trilhar a perspectiva do seu fim. Os próprios falantes e/ou os que entendem a língua, mas não falam, ainda não perceberam a importância do Talian para a sua cultura e identidade e precisam ser estimulados a transmitirem para as novas gerações a língua de herança.

Para João Wianey Tonus, um dos responsáveis pelo projeto, o legado desta iniciativa será o engajamento de muitas pessoas, seja da sociedade civil, das entidades públicas e da academia, de forma continuada e duradoura, nas ações de divulgação e salvaguarda da Língua e da Cultura Taliana. “As ações pensadas também poderão proporcionar um maior interesse e uma mudança de postura em relação à importância do patrimônio cultural imaterial. Dessa forma, o Filò Formativi irá contribuir para que a Língua e a Cultura Taliana continuem vivas e presentes em nosso entorno, sendo um fator de cidadania, de identificação cultural e de ganhos econômicos de uma região do RS, podendo fomentar o turismo cultural, fator de emprego e renda”, avalia.