Meneguzzi reitera necessidade de cumprimento da lei das cotas do Jovem Aprendiz

julho 5, 2019

Para o vereador, além do interesse social, atenção aos jovens dá qualificação e experiência profissional

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) se reuniu, na última quarta-feira, 03 de julho, com a coordenadora da Aprendizagem no Rio Grande do Sul e auditora da Secretaria do Trabalho e Previdência, Denise Gonzales. Entre outras questões, o encontro tratou sobre a importância do cumprimento da legislação sobre o programa Jovem Aprendiz. O parlamentar é proponente de diversas ações e políticas públicas voltadas à geração de emprego e renda, como o Programa Municipal do Primeiro Emprego.

De acordo com Denise, a legislação estabelece 68 mil vagas para aprendizes, no Rio Grande do Sul. No entanto, na prática, os contratos chegam a pouco mais da metade, num total de 35 mil, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), se levado em conta o ano de 2018. Em Caxias do Sul, são mais de 2,5 mil caxienses atendidos e outas 1,3 mil vagas em aberto. Atualmente, com a aprendizagem, os jovens têm direitos como a Carteira de Trabalho assinada e a Previdência Social.

Para Meneguzzi, é necessário cumprir a lei das cotas do Jovem Aprendiz para conceder dignidade e cidadania aos jovens. Ele reitera que, além do interesse social, a atenção a esse público em específico dá qualificação e experiência profissional. “Tenho dito repetidas vezes que não podemos fechar escolas de profissionalização, não podemos deixar os jovens largados à própria sorte. Os jovens precisam da nossa atenção. E conversar com a Denise me esclareceu ainda mais que a aprendizagem é um trunfo para a superação da violência e da criminalidade”, conclui

Ao final do encontro, Meneguzzi recebeu o Manual da Aprendizagem, desenvolvido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Meneguzzi visita novo gerente regional do Ministério do Trabalho e Emprego

abril 30, 2018

Conversa entre o presidente do Legislativo e Vânius Corte aconteceu na manhã desta segunda-feira

O presidente do Legislativo caxiense, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), começou a manhã desta segunda-feira, 30 sde abril, fazendo uma visita ao novo gerente regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Caxias do Sul, Vânius Corte. O objetivo do encontro, de acordo com o parlamentar, foi solidarizar-se ao servidor e fiscal do MTE depois da Operação Timoneiro, da Polícia Federal, que prendeu o então gestor da unidade local, Júlio Cesar Goss, na última quarta-feira, 25 de abril, por suspeita de fraude na concessão do seguro-desemprego a mais de 7 mil beneficiários indevidos.

Conforme Meneguzzi, o trabalho do Ministério é de extrema importância para os milhares de trabalhadores que precisam de algum serviço prestado pela representação desse setor do Governo Federal, na Serra Gaúcha. Vânius Corte, que foi gerente regional de 2010 a 2017, assumiu interinamente a direção da agência regional, nesta segunda-feira. “Ele me garantiu que os recursos para seguro-desemprego voltam a ser feitos a partir da próxima quarta-feira, 02 de maio, bem como atendimento normal de outras demandas”.

Ainda, de acordo com Meneguzzi, depois do escândalo envolvendo Goss e a suspeita de desvio de quase R$ 20 milhões, o retorno de Corte à gerência do MTE representa a reconstrução de parte da dignidade ao Ministério do Trabalho e Emprego, que atende 43 municípios da região da Serra e tem corpo de servidores muito reduzido.