Meneguzzi pede suplementação de verba municipal para o Hospital Pompéia

junho 4, 2020

Parlamentar ressalta luta das instituições em busca de verbas para manter o atendimento

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB se pronunciou, nesta quinta-feira (04), sobre a crise financeira dos hospitais de Caxias do Sul, que atendem a comunidade da região da Serra pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A manifestação ocorreu durante a sessão extraordinária de votação do projeto do Executivo, que pediu autorização à Câmara de Vereadores para o repasse de R$ 1,5 milhão para a conclusão das obras do Hospital Geral, onde será construído o Hospital Materno-Infantil.

Meneguzzi voltou a pedir mais verbas para as instituições hospitalares de Caxias. Ele defendeu que o Município reajuste a suplementação de verba para o Hospital Pompéia. “O Legislativo está fazendo a sua parte. São R$ 5 milhões. Talvez seja essa chance que nós temos nesse momento, de resgatar um pouco a área da saúde. O Município está colocando a mais do seu orçamento, mesmo assim os hospitais estão sempre correndo atrás da máquina”, ressaltou.

O parlamentar ressaltou ainda a postura das direções dos hospitais, com relação à transparência no uso do dinheiro recebido do poder público. Além disso, destacou o esforço das instituições e do Executivo para a garantia do atendimento durante a pandemia, apesar da falta de verbas estaduais e federais. “É um mérito das direções dos hospitais e da Secretaria Municipal da Saúde, que está abrindo mais cinco leitos de UTI. Nos últimos meses, o município está bancando esses leitos, não está esperando verba federal”, ressaltou.

Alberto Meneguzzi também destacou a falta de ajuda financeira por parte dos municípios da Serra para a internação de pacientes. Segundo ele, dos 13 pacientes internados por Covid-19 em Caxias, sete são de fora da cidade. Ainda conforme ele, enquanto o governo municipal investe mais do que a obrigação constitucional, Estado e União não fazem mais que a obrigação, sem cumpri-la na sua integridade. O vereador também destacou campanha do Hospital Geral para arrecadar verbas para a conclusão das obras de ampliação.

Ouça a notícia em podcast

 

 

Meneguzzi alerta para a necessidade de apoio ao Hospital Pompéia

abril 24, 2020

Parlamentar propõe reunião da Comissão de Saúde com a direção da entidade

O integrante da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) do Legislativo de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi/PSB, se manifestou na sessão desta quinta-feira (23), sobre a atual situação financeira do Hospital Pompéia. Ele pediu atenção e apoio das autoridades da área de saúde pública para com as dificuldades financeiras da instituição hospitalar em plena crise do Coronavírus. O parlamentar encaminhará um documento à Comissão de Saúde, sugerindo uma reunião com o diretor-superintendente do Hospital Pompéia, Francisco Ferrer.

Segundo Meneguzzi, os hospitais disponibilizaram uma logística para atender os casos suspeitos e confirmados de infecção pelo Covid-19. Entre as medidas, está a redução de cirurgias eletivas. Com menos receita e com um custo fixo que não foi alterado, o Pompéia teve uma perda de receita de quase 30%.

A instituição, em apenas um mês, perdeu R$ 2,3 milhões de receita”, ressaltou.

Ainda de acordo com Alberto Meneguzzi, a situação do Hospital Pompéia é grave e as autoridades precisam apoiar a instituição. ”Mesmo com a pandemia, a instituição continua atendendo 24 horas pacientes de de outras doenças. São mais de 100 anos de dedicação à comunidade de Caxias e região serrana. Com toda essa história, é necessário que o governo faça a sua parte, disponibilizando mais recursos para o Pompéia”, afirmou.

Meneguzzi saúda Hospital Pompéia pelos 106 anos de serviços prestados à comunidade

agosto 12, 2019

Atualmente, 60% dos seus 296 leitos são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS); Instituição também é referência de traumatologia e cardiologia para a Serra Gaúcha

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) saúda o Hospital Pompéia pela passagem dos seus 106 anos, nesta segunda-feira, 12 de agosto. A instituição foi fundada, em 1913, pelo grupo de voluntárias Pio Sodalício das Damas de Caridade. Atualmente, a instituição é dirigida por Francisco Ferrer, com o apoio das Damas de Caridade. O estabelecimento foi construído com o apoio financeiro da comunidade. Por isso, os princípios da história do estabelecimento são focados na caridade, na solidariedade e no amor ao próximo.

O Hospital Pompéia, atualmente, disponibiliza 296 leitos, dos quais 60% são destinados ao sistema público de saúde. São cerca de 1.150 cirurgias de média e grande complexidades e 1300 internações mensais. Além disso, 98% do atendimento ambulatorial do Pompéia é pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição conta com 1.500 colaboradores e três centros de saúde especializados para o atendimento de doenças crônicas: Instituto de Nefrologia (Innefro), Instituto do Câncer (Incan) e o Instituto de Cardiologia (Incardio).

Para marcar a data, o Pompéia vai realizar uma ação social no pátio do Hospital, onde os alunos da Escola de Saúde farão medição de pressão arterial e aplicação de testes de glicose. O grupo também vai oferecer orientações de saúde a população, além de uma série de atrações de lazer, como espaço para as crianças realizarem pinturas e atividades desenvolvidas pelos voluntários do Espanta Dodói. “Parabéns ao nosso Pompéia, parabéns à comunidade de Caxias. Eu luto por investimentos e pela saúde de qualidade. Luto para que a verba para a saúde seja ainda maior”, salienta Meneguzzi.

Câmara realiza audiência pública sobre a situação financeira dos hospitais que atendem o SUS

junho 11, 2018

Encontro é promovido pelo Legislativo, em parceria com o Parlamento Regional

O Legislativo caxiense promoverá na próxima sexta-feira, 15 de junho, audiência pública para debater a situação financeira dos hospitais que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS) e a assistência dos municípios da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde. Concebido em parceria com o Parlamento Regional, organização que reúne os presidentes das Câmaras Municipais da Região Metropolitana da Serra, o encontro terá início às 13h, no plenário Deputado Nadyr Rossetti.

A audiência pública é organizada pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) da Casa, presidida pelo vereador Renato Oliveira/PCdoB e tem a presença confirmada do secretário estadual da Saúde, Francisco Paz. O encontro nasceu a partir da necessidade de estender o debate sobre a crise de custeio dos hospitais, sobretudo o Geral e o Pompéia, aos municípios da região e com isso, buscar meios de sustentabilidade que minimizem o impacto dos prejuízos financeiros.

Antes desse encontro, a partir das 10h, na sala da presidência estarão reunidos os presidentes das Câmara para a reunião mensal do Parlamento Regional. De acordo com o chefe do Legislativo caxiense, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), as reuniões itinerantes auxiliam num mapeamento das diferentes realidades da Serra Gaúcha. “Temos pautas muito importantes para tratar, como a questão do desenvolvimento regional, o setor vitivinícola, o turismo, além da saúde. E essa junção enriquece o debate e dá força às lutas”, completa.

Meneguzzi participa de reunião alusiva aos 105 anos da Fundação Pio Sodalício

abril 25, 2018

A instituição é a mantenedora do Hospital Pompéia, que atingiu média de 81,4% de atendimentos SUS

A Câmara Municipal de Caxias do Sul participou, na tarde desta quarta-feira, 25 de abril, na sede administrativa do Hospital Pompéia, de uma reunião alusiva aos 105 anos da Fundação Pio Sodalício, mantenedora do órgão hospitalar. O presidente da Casa, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), e o presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, vereador Renato Oliveira (PCdoB), prestigiaram a explanação do superintendente-geral do Pompéia, Francisco Ferrer. O dirigente salientou, sobretudo, a média de 81,4% de atendimentos via Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o superintendente-geral, proporcionalmente, 60% da capacidade instalada do hospital atende por filantropia, dentro de um programa de humanização da saúde. Entre outros dados, Ferrer informou que são 293 leitos (176 deles destinados ao SUS), 1.430 funcionários ativos, mais de 500 médicos no corpo clínico, 14 mil internações/ano, 15 mil cirurgias/ano, 85 mil atendimentos ambulatoriais/ano e 2.400 refeições servidas/dia.

Meneguzzi participa de reunião do Parlamento Regional em Monte Belo do Sul

abril 6, 2018

Uma audiência pública, na Câmara de Caxias, em 15 de junho, deverá debater a situação dos hospitais Geral e Pompéia

O presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi, participou, na manhã desta sexta-feira (06/04), de reunião do Parlamento Regional, em Monte Belo do Sul. O encontro contou com 14 presidentes de câmaras dos municípios que compõem a Região Metropolitana da Serra Gaúcha. Ficou deliberado que, no próximo dia 15 de junho, deverá ser realizada audiência pública no Legislativo caxiense, para debater a situação dos hospitais Geral (HG) e Pompéia. Junto, estava o presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente em Caxias, vereador Renato Oliveira.

Meneguzzi entregou um ofício e expôs que ambos os hospitais têm atendido às demandas da região. Defendeu que houvesse maior participação das cidades, nos custeios, sobretudo do HG. Conforme o vereador Renato, o déficit previsto do HG é de R$ 9 milhões neste ano.