Legislativo intermediará grupo de trabalho sobre Política Municipal para a População Imigrante

janeiro 11, 2018

Existe a intenção desenvolver parceria com o Legislativo para cursos de Língua Portuguesa

O presidente da Câmara Municipal, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), realizou visita institucional ao Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), na manhã desta quinta-feira, 11 de janeiro. Durante o encontro, a coordenadora da entidade ligada à Congregação das Irmãs de São Carlos Borromeu, irmã Maria do Carmo Gonçalves, expôs as dificuldades enfrentadas pela comunidade imigrante, no município. Entre os principais desafios está a elaboração de uma política municipal para a população imigrante.

Meneguzzi colocou o Legislativo à disposição do CAM, sobretudo como interlocutor e mediador para a criação de um grupo de trabalho para tal finalidade, que reúna as comissões da Câmara, o Executivo, as entidades religiosas, demais associações, entidades sindicais e a sociedade civil. “A partir do momento em que as pessoas migram, elas buscam melhores condições de vida. Chegando ao Brasil, da mesma forma que muitas nacionalidades há mais de um século, elas se tornaram cidadãs brasileiras e precisamos atendê-los com dignidade e respeito”, comenta o presidente da Câmara.

A religiosa também destacou que uma das principais dificuldades dos imigrantes de matriz africana é a linguagem. De acordo com irmã Maria do Carmo, muitos deles perdem oportunidades de trabalho ou de validação dos seus estudos pela dificuldade de comunicação. A partir dessa declaração, Alberto Meneguzzi se comprometeu a desenvolver parceria com a Escola do Legislativo para a realização de cursos de Língua Portuguesa. A iniciativa seria válida tanto para os imigrantes que já têm um conhecimento básico do idioma, quanto para servidores públicos, na intenção de facilitar o atendimento nos órgãos governamentais.