Movimentação de Meneguzzi leva discussão sobre o Fiesporte 2019 à Câmara

abril 3, 2019

Executivo reconheceu falha que aconteceu no edital de 2018 e que baseia reclamações neste ano

A Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Smel) e a Central de Licitações (Cenlic) devem abrir prazo de diligência para que os desportistas que foram descredenciados por problemas com comprovação de endereço possam juntar os documentos. A decisão foi comunicada pelo secretário Paulo Gedoz, na tarde desta quarta-feira, 03 de abril, em reunião com a Comissão de Educação da Câmara. O encontro foi sugerido pelo vereador Alberto Meneguzzi (PSB), que também levou o assunto à tribuna da Casa e protocolou pedido de informações ao Executivo.

De acordo com a Smel, apesar de o edital de 2019 não ter sido alterado em comparação ao de 2018, os projetos selecionados no ano passado receberam o recurso normalmente, pois as três comissões que avaliam a documentação não observaram a entrega do comprovante de residência dos desportistas, que devem residir em Caxias do Sul há, pelo menos, dois anos. Constatada a falta deste, no certame de 2019, os projetos de pessoas físicas foram descredenciados, o que gerou grande indignação por parte dos profissionais e mobilização de Meneguzzi.

O vereador acredita que esse procedimento pode ajudar a restabelecer a justiça com os profissionais. “São projetos que atendem às crianças e tiram gurizada da rua, para que eles sempre tenham atividades no contraturno escolar. Se houve falha no ano passado, não há base para desclassificar esse ano, por isso, é bom sinal essa medida que a Smel vai adotar de abrir prazo para entrega do documento”, salienta.

Plenário aprova pedido de informações de Meneguzzi sobre o Fiesporte

março 28, 2019

Vereador quer informações sobre desclassificação de projetos de pessoas físicas

Informações sobre o edital de concurso 245/2018 do Fiesporte 2019 foram solicitadas pelo vereador Alberto Meneguzzi (PSB). Por maioria (18 X 1), na sessão ordinária desta quinta-feira, 28 de março, os parlamentares da Câmara aprovaram o requerimento 46/2019. Assinado por Meneguzzi, o documento se dirige à Central de Licitações (Cenlic) e à Secretaria Municipal do Esporte e Lazer. Conforme a Lei Orgânica, o Executivo terá 30 dias para enviar as respostas ao Legislativo.

Entre outros pontos, o socialista pede a relação de quantos e quais projetos foram executados em cada ano de 2013, 2014, 2015 e 2016. Requisitou valores totais de orçamento por exercício, entre 2013 e 2018, com as respectivas distribuições por manifestação esportiva.

Meneguzzi reivindicou nomes das pessoas com propostas aprovadas e executadas em 2018, no edital de concurso 199/2017. Demandou esclarecimentos quanto ao porquê da desclassificação individual de cada pessoa física, no edital 245/2018.

REQUERIMENTO Nº 46/2019 (votação):

ADILÓ DIDOMENICO PTB Ausente

ALBERTO MENEGUZZI PSB Sim

ALCEU THOMÉ PTB Sim

ARLINDO BANDEIRA PP Sim

CLAIR DE LIMA GIRARDI PSD Sim

DENISE DA SILVA PESSÔA PT Sim

EDI CARLOS PEREIRA DE SOUZA PSB Sim

EDIO ELÓI FRIZZO PSB Sim

EDSON DA ROSA MDB Sim

ELISANDRO FIUZA PRB Não

FELIPE GREMELMAIER MDB Sim

FLÁVIO GUIDO CASSINA PTB Presente

GLADIS FRIZZO MDB Sim

GUSTAVO LUIS TOIGO PDT Sim

PAULA IORIS PSDB Ausente

PAULO FERNANDO PERICO MDB Ausente

RAFAEL BUENO PDT Sim

RENATO JOSÉ FERREIRA DE OLIVEIRA PCdoB Sim

RICARDO DANELUZ PDT Sim

RODRIGO MOREIRA BELTRÃO PT Sim

TATIANE FRIZZO SD Sim

TIBIRIÇÁ VIANNA MAINERI PRB Sim

VELOCINO JOÃO UEZ PDT Sim

Meneguzzi quer informações sobre critérios de desclassificação de projetos do Fiesporte

março 27, 2019

Parlamentar protocolou pedido de informações em regime de urgência; será votado nesta quinta-feira

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou, em regime de urgência, na tarde desta quarta-feira, 27 de março, pedido de informações ao Executivo caxiense sobre o edital 245/2018 que trata do Programa Municipal de Financiamento do Esporte e Lazer (Fiesporte) 2019. No requerimento, que deve ser remetido à Central de Licitações e à Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Smel), o parlamentar pergunta, entre outras situações, sobre os critérios de desclassificação de projetos de pessoa física do processo deste ano.

Meneguzzi foi à tribuna da Câmara na sessão ordinária desta quarta-feira onde criticou o tratamento que a atual administração municipal dá aos desportistas. O vereador leu o desabafo que um promotor de ações esportivas descreveu em suas redes sociais. Ele ressaltou que a principal luta dos profissionais aos quais o Fiesporte ajuda a atender crianças e adolescentes, é mostrar que o edital e as ações da comissão julgadora e da Central de Licitações não possuem unidade. “Quer dizer, o edital diz uma coisa, a comissão que faz a seleção aponta outros e esses projetos todos são analisados pela Central de Licitações fazendo isso ela dificulta cada vez mais os projetos, aprovação de projetos”, explica.

São oito os questionamentos de Meneguzzi, sendo que dentre eles está o pedido de justificativa pela desclassificação de projetos cuja solicitação era a demostração de que os desportistas residem em Caxias do Sul há, no mínimo, dois anos. Ele também pede qual o valor do orçamento disponibilizado ao Fiesporte de 2013 a 2018, bem como a relação dos projetos de entidades e pessoas físicas aprovados e executados em 2017 e 2018.

Por ter sido protocolado em regime de urgência, o requerimento será votado na sessão ordinária desta quinta-feira, 28 de março. “Transparência é o mínimo que a prefeitura precisa ter. Não se deve criar empecilhos e sim ser claro. É esse o objetivo desse pedido de informações: ver o que está acontecendo para que os desportistas não precisem minguar para atender crianças e adolescentes que, caso não estejam nesses projetos, podem ficar nas ruas ou desocupados”, esclarece.

Meneguzzi volta a questionar fechamento do Senai José Gazola

março 27, 2019

O vereador também defendeu que a Câmara tenha espaço para se manifestar em uma reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul

O parlamentar Alberto Meneguzzi (PSB) voltou a indignar-se com o fechamento recente da unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) José Gazola, no bairro São José. Outro ponto defendido pelo vereador, na sessão ordinária desta quarta-feira, 27 de março, foi no sentido de o Legislativo ser convidado a palestrar em uma reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul. Durante a plenária, Meneguzzi também cobrou do município maior disposição em atender a projetos culturais e esportivos por meio de financiamento público.

Na opinião do vereador, não é possível aceitar que 400 jovens não terão mais a oportunidade de realizarem cursos profissionalizantes no Senai José Gazola, cujo terreno pertence ao município e a estrutura foi viabilizada pelo empresariado por meio do Sistema S. Além disso, Meneguzzi leu trechos das respostas encaminhadas pela prefeitura em torno da possibilidade de uso do espaço.

Segundo o parlamentar, a Secretaria Municipal da Educação (Smed) informou que ficou sabendo que o Senai não daria continuidade às ações no local em novembro passado, quando já não teria mais como reverter a situação. “A Smed admite que fez medições, para possibilidade de uso como escola, mas o Senai teria recusado a alugar. Fico triste com essas respostas porque o município poderia ter se mobilizado, mas a Smed foi omissa. Assim, o prédio do Senai José Gazola vai virar o mesmo que ocorreu com o prédio do antigo INPS (Instituto Nacional de Previdência Social), na final da Rua Pinheiro Machado: um depósito para gente desocupada. Defendo que seja usado para a educação profissional”, frisou Meneguzzi, recebendo apoio do vereador Adiló Didomenico (PTB), que também lastimou o encerramento dos cursos do Senai José Gazola.

O socialista estendeu suas críticas à falta de ação do empresariado para manter a unidade do Senai. Ainda no tocante ao campo empresarial, Meneguzzi cobrou da CIC de Caxias do Sul que o Legislativo seja convidado a palestrar em uma reunião-almoço da entidade. Fez esse pedido, tendo em vista que percebe muitas críticas em relação aos vereadores, entretanto, a Câmara costuma sempre estar presente para intermediar demandas e ajudar a comunidade.

A falta de mais investimentos em esporte, cultura e saúde foi mais um tópico que mereceu o olhar de Meneguzzi. Com base em queixas e desabafos da população, o socialista questionou a baixa quantidade de projetos desportivos classificados para o financiamento público do município, reivindicou mais atenção à esfera cultural e material para os profissionais atuarem nas Unidades Básicas de Saúde, como pilhas para equipamentos funcionarem. Quanto ao Fiesporte, “nenhum projeto de pessoa física foi contemplado. É mais uma prova que este governo (municipal) não leva a sério o esporte”, afirmou o parlamentar.

Inscrições para o Fiesporte terminam nesta terça-feira

fevereiro 19, 2018

As inscrições para o Financiamento Municipal de Desenvolvimento do Esporte e Lazer de Caxias do Sul (Fiesporte) seguem até às 9h desta terça-feira, 20 de fevereiro. Os interessados em receber o Fiesporte em 2018 devem fazer a entrega dos envelopes, com documentação e apresentação do projeto, na Central de Licitações (Cenlic), localizada no Centro Administrativo (rua Alfredo Chaves, 1333). Conforme publicado em edital, não serão aceitos projetos entregues após o prazo estipulado.

Inicialmente, serão conferidas a documentação das entidades, associações e/ou pessoas físicas. Após a verificação da regularidade de cada uma delas e/ou análise de eventuais recursos administrativos, será feita a abertura dos envelopes com as propostas técnicas dos licitantes considerados habilitados e, consequentemente, a avaliação e seleção dos projetos por meio da Comissão de Avaliação e Seleção (CAS).

O edital do Fiesporte e outras informações estão disponíveis no site da prefeitura (www.caxias.rs.gov.br), no link da Central de Licitações, ou pelo telefone 3218.6087. Outros questionamentos podem ser mandados para o e-mail: [email protected]

Diário da Presidência – 24/01/2018

janeiro 24, 2018

Gabinete da Presidência

Vereador Alberto Meneguzzi

24 de janeiro de 2018

Período matutino dedicado às reuniões internas, com as chefias dos setores da Câmara;

14h – Meneguzzi participou, como ouvinte, de reunião sugerida pela Câmara entre a prefeitura e os interessados em inscrever projetos no edital de 2018 do Fiesporte. O encontro aconteceu no auditório do Centro Administrativos e contou com a presença de servidores da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Smel), do secretário de Esporte e Lazer, Paulo Gedoz de Carvalho e servidores da Central de Licitações (Cenlic) e da Procuradoria-Geral do Município (PGM), que deram explicações jurídicas e técnicas sobre o certame e tiraram dúvidas;

Parte do período da tarde dedicado às reuniões internas.

Leonice Cecconello e Meneguzzi se encontraram na tarde desta quarta – Foto Felipe Padilha

16h30 – Recepção à visita de cortesia da maratonista e ex-colega de Meneguzzi, Leonice Maria Cecconello.