Meneguzzi quer providências urgentes do governo do Estado do RS para reconstrução de muro da Escola Estadual Abramo Randon

setembro 14, 2019

” Um descaso, um absurdo”. É assim que o vereador Alberto Meneguzzi ( PSB) define a situação da Escola Estadual Abramo Randon. Parte do muro do local está destruído e a situação já vem de algum tempo. ” Um lástima que a educação seja tratada desta forma. Esta situação é vergonhosa, além de ser muito perigosa para quem precisa utilizar a calçada. Bem pertinho dali, tem ainda uma parada de ônibus” alerta Meneguzzi. O vereador do PSB caxiense disse que irá fazer na próxima segunda-feira, 16 de setembro, um ofício para a 4ª Coordenadoria de Educação pedindo providências urgentes e esclarecimentos a respeito da situação já que pelo local, circulam dezenas de pessoas. “Uma escola deste porte, com o número de alunos que tem, localizada onde está lnão pode ficar com parte de um muro destruído tanto tempo assim, colocando em risco a segurança de pedestres e alunos.”

O vereador Alberto Meneguzzi salienta ainda que a burocracia é o grande entrave no atendimento ás demandas de infraestrutura nas escolas estaduais. ” Se há um projeto sendo feito, um planejamento parar reconstruir um muro, que se agilize para que isso aconteça.” finaliza o parlamentar.

Meneguzzi leva demandas da Escola Família Agrícola e Hospital Geral ao Piratini

fevereiro 8, 2018

Legislativo reforçou ideia da cedência do espaço da extinta Fepagro e aumento dos repasses ao HG

O presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), solicitou ao governador do Estado, José Ivo Sartori, ampliação de verbas ao Hospital Geral (HG), para superar prejuízo estimado de R$ 9 milhões, em 2018. O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (07/02), no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Participaram da reunião o presidente da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo, vereador Velocino Uez, e a primeira-dama e secretária estadual do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori.

Na oportunidade, o presidente da Comissão de Agricultura pediu ao governador a doação do terreno da extinta Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), em Fazenda Souza, para servir como sede da Escola da Família Agrícola, hoje radicada na 3ª Légua. Sartori esclareceu que a terra será administrada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O presidente da Câmara complementou que a escola contribui com maior efetividade, na sucessão rural.

Ao término do encontro, foi entregue um exemplar do livro “Democracia, Memória e Cidadania: 125 anos do Poder Legislativo em Caxias do Sul”, organizado pelos jornalistas Fábio Rausch e Paulo Cancian e pelo historiador Eduardo Reis.