CNBB pede garantia de que eleições sejam realizadas em 2018

maio 31, 2018

Nota da CNBB sobre o momento nacional

“Jesus entrou e pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco” (Jo 20,19)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, solidária com os caminhoneiros, trabalhadores e trabalhadoras, em manifestações em todo território nacional, e preocupada com as duras consequências que sempre recaem sobre os mais pobres, conclama toda a sociedade para o diálogo e para a não violência. Reconhecemos a importância da profissão e da atividade dos caminhoneiros.

A crise é grave e pede soluções justas. Contudo, “qualquer solução que atenda à lógica do mercado e aos interesses partidários antes que às necessidades do povo, especialmente dos mais pobres, nega a ética e se desvia do caminho da justiça” (CNBB, 10/03/2016). Nenhuma solução que se utilize da violência ou prejudique a democracia pode ser admitida como saída para a crise.

Não é justo submeter o Estado ao mercado. Quando é o mercado que governa, o Estado torna-se fraco e acaba submetido a uma perversa lógica financista. “O dinheiro é para servir e não para governar” (Papa Francisco, Evangelii Gaudium, 58).

É necessário cultivar o diálogo que exige humilde escuta recíproca e decidido respeito ao Estado democrático de direito, para o atendimento, na justa medida, das reivindicações.

As eleições se aproximam. É preciso assegurar que sejam realizadas de acordo com os princípios democráticos e éticos, para restabelecer nossa confiança e nossa esperança. Propostas que desrespeitam a liberdade e o estado de direito não conduzem ao bem comum, mas à violência.

Celebramos a Solenidade do Corpus Christi, fonte de unidade e de paz. Quem participa da Eucaristia não pode deixar de ser artífice da unidade e da paz. O Pão da unidade nos cure da ambição de prevalecer sobre os outros, da ganância de entesourar para nós mesmos, de fomentar discórdias e disseminar críticas; que desperte a alegria de nos amarmos sem rivalidades, nem invejas, nem murmurações maldizentes (cf. Papa Francisco, Festa do Corpus Christi, 2017). O Pão da Vida nos motive a cultivar o perdão, a desenvolver a capacidade de diálogo e nos anime a imitar Jesus Cristo, que veio para servir, não para ser servido.

Conclamamos, por fim, todos à oração e ao compromisso na busca de um Brasil solidário, pacífico, justo e fraterno. A paz é um dom de Deus, mas é também fruto de nosso trabalho.

Nossa Senhora Aparecida interceda por todos!

Cardeal Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília (DF)
Presidente da CNBB

Dom Murilo S. R. Krieger, SCJ
Arcebispo de São Salvador (BA)
Vice-Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner, OFM
Bispo Auxiliar de Brasília (DF)
Secretário-Geral da CNBB

Mensagem da CNBB aos trabalhadores e trabalhadoras

maio 1, 2018

“O clamor dos trabalhadores chegou aos ouvidos do Senhor todo-poderoso” (Tg 5,4)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fiel à sua missão profética, iluminada pela Palavra de Deus e pela Doutrina Social da Igreja, saúda os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil que celebram o seu dia neste 1º de Maio. “Convencida de que o trabalho constitui uma dimensão fundamental da existência do ser humano sobre a terra” (Laborem Exercens, 4), a Igreja coloca-se ao lado dos trabalhadores e trabalhadoras em sua luta por justiça e dignidade, sobretudo, neste momento de prolongada crise vivida pelo Brasil.

O trabalho não é mercadoria, mas um modo de expressão direta da pessoa humana (cf. Mater et Magistra, 18) que, por meio dele, “deve procurar o pão quotidiano e contribuir para o progresso contínuo das ciências e da técnica, e sobretudo para a incessante elevação cultural e moral da sociedade, na qual vive em comunidade com os próprios irmãos” (Laborem Exercens, Intr.).

Ler mais

Campanha da Fraternidade 2018 convida à superação da violência

fevereiro 13, 2018

Mote da ação é valorizar a justiça social como método de construção da Paz

A Campanha da Fraternidade 2018 será aberta na amanhã, quarta-feira, 14 de fevereiro, com a proposta de construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência. Este caminho de conversão quaresmal, em vista de uma cultura da paz, exige o enfrentamento da realidade de exclusão. É o que aponta o secretário executivo de Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Luís Fernando da Silva. Em entrevista, ele ressalta que “sem a justiça social não haverá superação da violência”.

Ler mais

Idealizado por Meneguzzi, Acredita Caxias concorre a prêmio da CNBB

janeiro 26, 2018

Software que recebe demandas da comunidade é destaque nacional e busca nova distinção

O aplicativo Acredita Caxias, lançado em 11 de setembro de 2017, está no páreo da 51ª edição dos Prêmios CNBB de Comunicação. A distinção é concedida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), representação oficial da Igreja Católica no país, aos projetos, matérias e reportagens que se destacam na defesa dos valores humanos e cristãos. O software concorre na categoria denominada Dom Luciano Mendes de Almeida.

Idealizada pelo vereador Alberto Meneguzzi (PSB), a ferramenta contabiliza 318 downloads, 65 demandas recebidas, das quais 49 foram atendidas ou estão em fase de execução pelo poder público. O montante representa uma média de 75% na efetividade das solicitações.

O app foi vencedor, em novembro de 2017, do prêmio Projeto Inovador, promovido pela Rede Cidade Digital, em São José dos Pinhais (PR). Ele surgiu para facilitar o acesso da população ao gabinete do vereador Meneguzzi e dar acompanhamento efetivo às demandas e pedidos da comunidade, além de poder fiscalizar as linhas do transporte coletivo. Depois de fazer o download gratuito em seus smartphones e realizarem um cadastro simples com nome, e-mail e telefone, os cidadãos poderão fotografar a situação que necessita de encaminhamento, preencher um pequeno histórico do problema e enviar.

Entre os pedidos, destacam-se os buracos em vias e calçadas, a poda e coleta ou supressão de árvores, a substituição de lâmpadas de iluminação pública e o vazamento de esgoto, ocasionado pelo rompimento das redes. “A criação desse aplicativo é uma forma de auxiliar a comunidade na solução dos seus problemas. Por que não levá-lo mais longe? É necessário que mais pessoas, do país inteiro, conheçam essa proposta e se apropriem desse serviço”, comemora Meneguzzi.

Atualmente, o software está disponível para smartphones com sistema operacional Android e também para os celulares da Apple.