Livros e literatura: com acervo de mais de 100 mil exemplares, Biblioteca Municipal completa 75 anos

janeiro 16, 2022

oOO programa Acredita deste domingo foi especial. Vários assuntos importantes e músicas boas

Café com terapia com Psicóloga Márcia Dip falou sobre “marketing e sofrimento mental, como lidar com problemas, as metas que nos são exigidas alcançar e o papel da psiquiatria num momento como este

Livros e literatura: o jornalista Marcos Kirst falou sobre os 75 anos da Biblioteca Municipal de Caxias, que tem um acervo de mais de 100 mil exemplares

Direito e cidadania: a advogada Ciane Pistorello esclareceu as alterações de valores do INSS;

Esporte: Celinho Veronese atualizou o placar esportivo do final de semana e trouxe algumas informações a respeito da dupla CaJu;

A bênção do Domingo foi com o Padre Odair Risso, da Paróquia Santa Cruz de Nova Milano, de Farroupilha – RS;

A Dica da Tati foi sobre saladão de verão com molhos incríveis:

No quadro Educação no Trânsito, Carlos Beraldo deixou uma pergunta no ar: ” eu respeito a faixa de pedestre, eu pratico a empatia no trânsito?

E entrevista especial do programa foi com o chefe do Cartório de Caxias do Sul, Edson Borowski, que falou sobre quais podem ser os perigos das eleições de 2022.

O programa Acredita vai ao ar todos os domingos, das 08h às 10h na Rádio Caxias 93,5 FM de Caxias do Sul.

CLIQUE ABAIXO E ASSISTA O PROGRAMA DO DIA 16 DE JANEIRO DE 2022 NA ÍNTEGRA

https://www.facebook.com/RdCaxias/videos/3023745144556318

O projeto Acredita apoia a divulgação dos esquemas vacinais

novembro 20, 2021

Nós apoiamos e acreditamos na vacina.

Nós apoiamos e acreditamos na ciência.

Nós apoiamos que o uso de máscara deva continuar e a fiscalização deva agir com aqueles que insistem em não usá-la.

Nós apoiamos a exigência do passaporte vacinal.

Nos, em nossas redes sociais e no nosso programa de Rádio aos domingos na Rádio Caxias, temos esse compromisso claro e transparente. Não é um posicionamento ideológico ou partidário, como muitas pessoas insistem em discutir. É um posicionamento a favor da vida.

Não vamos nos perder em “picuinhas” geradas por “fakenews” que geram desinformação.

Entendemos também que a Secretaria Municipal de Saúde de Caxias do Sul deveria fazer uma campanha ainda mais insistente em todos os veículos de comunicação, para conscientizar às pessoas que ainda devemos ter cuidados muito simples para controlar a Doença e impedir que ela volte.

Entendemos que a Secretaria de Saúde deveria ter esquemas vacinais em todos os finais de semana, em todos, até atingir os percentuais que sejam as metas definidas pela ciência, como ideais.

Somos parceiros na divulgação de notícias/serviço de vacinação e utilizamos o material de imprensa que a Prefeitura de Caxias publica em suas redes, para compartilhar com os nossos ouvintes, leitores e seguidores em todas as nossas plataformas.

Acesse o site www.acredita.caxias.br e veja o esquema de vacinação para este final de semana, dias 20 e 21 de novembro. Também já site da prefeitura, fonte oficial do governo que administra a cidade, onde as informações são publicadas. Passe por lá também.

O site da prefeitura é www.caxias.rs.gov.br

#32 Acredita- Biblioteca Nacional: uma das dez maiores do mundo.

novembro 8, 2021

O jornalista Marcos Fernando Kirst participa do programa Acredita é fala todos os domingos sobre o universo dos livros e da literatura. na edição #32, comentou sobre o dia do livro, lembrou da Biblioteca Nacional, uma das dez maiores do mundo e com um acerco de mais de 10 milhões de ítens. Kirst, que mora em Caxias do Sul, também está na expectativa para o início da Feira do Livro na cidade que inicia no final deste mês de novembro.

A Feira do livro de Caxias do Sul de 2021 e os autores locais

outubro 18, 2021

O jornalista e escritor Marcos Fernando Kirst participa do programa Acredita, apresentado aos domingos das 08h às 10h, na Rádio Caxias 93,5 FM e fala sobre o mundo dos livros e da literatura. No programa #29, apresentado dia 17 de outubro, Kirst falou sobre a 37ª Edição da Feira do Livro de Caxias do Sul que inicia no final de novembro e avança no mês de dezembro. O escritor e jornalista também destaca os autores locais que estarão com suas obras à venda na Feira.

Nome de destaque da literatura contemporânea, vencedora do Prêmio Vivita Cartier, em 2015, com o livro Mirabília, a jornalista, professora e escritora Alessandra Rech será a patrona da 37ª Feira do Livro de Caxias do Sul. O amigo do livro será o produtor cultural Claudio Troian. Neste ano, a Feira do Livro será realizada dia 26 de novembro a 12 de dezembro de 2021.

————————————————————————–

O programa Acredita, é apresentado aos domingos, na Rádio Caxias FM 93,5 de Caxias do Sul- RS. Os jornalistas Alberto Meneguzzi e Margô Segat são responsáveis pelo projeto. O programa, vai ao ar das 08h às 10h e surgiu com a finalidade de promover a cultura da paz, com pautas sobre comportamento, saúde emocional, alimentação saudável, empreendedorismo, cultura, literatura, educação no trânsito e esporte. Além disso, o Acredita prioriza pautas com testemunhos pessoais e de superação. ———————————————————————————

Saiba mais sobre o projeto ACREDITA e acesse outros vídeos e conteúdos.

Veja mais em https://acredita.caxias.br

Siga o perfil do jornalista Marcos Kirst no Instagram: https://instagram.com/marcosfernandokirst

Saiba mais sobre a Feira do Livro de Caxias do Sul https://caxias.rs.gov.br/noticias/2021/05/alessandra-rech-e-a-patrona-da-feira-do-livro-de-caxias-do-sul

Siga o perfil do jornalista Alberto Meneguzzi no Instagram: https://instagram.com/alberto_meneguzzi

Siga o perfil da jornalista Margô Segat no Instagram: https://instagram.com/margosegat

Projeto antinepotismo aguarda parecer de órgãos externos para seguir tramitando na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

maio 23, 2020

Vereador Meneguzzi espera que Projeto seja votado ainda em 2020

Alberto Meneguzzi/PSB foi o principal articulador do novo protocolo do Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal (PLOM), que regulamenta o Antinepotismo nos poderes Executivo e Legislativo municipal de Caxias do Sul. O documento foi protocolado no dia 17 de março deste ano. No  último dia 13 de maio, a Comissão de Constituição e Justiça ( CCJL) da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, encaminhou o Projeto para análise dos órgãos externos ( IGAM e DPM) para que se manifestem sobre a matéria. O parecer dos dois órgãos deve voltar para a Câmara em 20 dias e depois, será enviado para a executivo para análise.

O projeto antinepotismo teve a assinatura de 22 vereadores. No processo original do ano passado, havia a assinatura do atual presidente da Câmara, vereador Ricardo Daneluz/PDT. Ele foi o único que não assinou a nova versão. Isso porque o Regimento Interno proíbe que o detentor do cargo legisle no ano em que exerce o cargo.

A ideia original foi da bancada do PSB. A matéria foi protocolada em maio de 2019, tramitou nas comissões da Casa durante todo o ano, não sendo possível a votação. O principal entrave no processo foi o engavetamento pela gestão anterior, que deveria emitir parecer sobre a matéria, conforme indicado pelos órgãos de consultoria legislativa Igam e DPM. O novo governo devolveu o projeto em fevereiro deste ano, porém, os proponentes já haviam pedido tramitação por cópia. Mesmo assim, a assinatura de Daneluz impulsionou uma reedição da proposta.

Conforme o texto, fica proibida a nomeação de parentes até o terceiro grau de prefeito, vice-prefeito, secretários, presidentes e diretores de autarquias da administração indireta (Samae, FAS e Codeca), e vereadores como cargos comissionados (CCs). “É importante votar essa matéria ainda este ano, pela atual legislatura, deixando esse legado de moralidade, excluindo o nepotismo da Prefeitura e da Câmara de Vereadores” afirma Meneguzzi.

 

Mensagem: “Tudo isso vai passar, mas queria que passasse logo”

abril 26, 2020

Uma revolução de pensamentos, ideias, sentimentos, decisões: esse período de pandemia tem sido assim, pelo menos para mim. Reafirmei alguns propósitos, reposicionei alguns projetos, descartei muitas “tralhas”.
Não trato pessoas como coisas, mas até nisso eu estou mais consciente: quem vale a pena ter por perto e quem não vale nem mais insistir.
É tudo muito louco o que estamos passando. Comigo, um “Velho Alberto” ressurge, na sua essência, como se fosse o menino sonhador que outrora fui. Por um outro lado, nasce um “novo Alberto”, com uma força incrível para recomeçar e com uma vontade enorme de fazer as coisas de um outro jeito.
É um tsunami de emoções que estão muito presentes na minha vida neste momento.
E eu, a cada dia, tento controlar tudo isso. Vou abrir o meu coração: ando ansioso, angustiado, em alguns momentos triste. Teve dias que até chorei, assim, do nada pensando em tudo que estamos passando. Não consigo ver “covas” sendo abertas, filhos enterrando seus pais, netos chorando pelos seus avós, profissionais da saúde exaustos, milhares de mortos em todo mundo e achar tudo isso normal. Fico tocado, chocado até.
Tudo isso vai passar, eu sei, mas eu queria que passasse de uma vez, que acabasse de uma vez por todas este drama, estas notícias ruins, este momento pesado. Sei lá se vocês me entendem, mas estou assim, com os nervos à flor da pele, como se fosse aquele “pet” na porta de casa, olhando pra fora, pronto para sair por aí para passear, louco para se jogar num novo dia, num novo jeito, numa nova era.
Apesar de tantos sentimentos difusos que tomam conta de mim, mesmo assim, eu acredito em dias melhores e vou continuar acreditando. Porque diante de tudo isso, o que eu mais quero é viver, de outro jeito, mas quero vida e vida em abundância. “