Servidores que honram o serviço público? Eles existem

janeiro 4, 2021
Essa equipe da foto honrou serviço público ( Aline, Fernando e Romila).
Uma honra ter trabalhado com eles no gabinete.
Hoje, nos despedimos momentaneamente.
Já recolhemos as nossas coisas e o gabinete que ocupávamos será de outro vereador. Sempre falei, em todas as nossas reuniões, que “estávamos ali” representando pessoas. Um mandato eletivo tem apenas um dono: o povo.
Saio de cabeça erguida e com a consciência de que fiz o melhor que pude nestes quatro anos de mandato.
Democracia é isso e eleição é importante para que possamos renovar, mudar, eleger quem a gente achar que deve eleger. Em 2016, me elegi raspando. Desta vez, não me elegi. Outros se elegeram e por certo, saberão representar seus eleitores.
O nosso gabinete não ficará vazio. A partir do dia 1º de janeiro, será ocupado pelo Senhor Gilfredo De Camillis, uma liderança comunitária séria, um senhor de 71 anos, que realiza o seu sonho de também ser vereador. Já havia sido candidato umas seis vezes e não tinha conseguido se eleger. Aliás, em 2017, o Deputado Estadual Ellton Webber me pediu que eu lhe indicasse alguém para representar o seu mandato em Caxias do Sul, eu indiquei justamente o senhor De Camillis.
Hoje, foi um dia de despedida. Conversei com meus assessores e agradeci a cada um. Nos abraçamos, rimos, choramos e agora seguimos cada qual o nosso rumo profissional e pessoal que escolhermos. Sou grato a eles por terem honrado o mandato que também era deles e por jamais, em momento algum, terem deixado quem nos procurou, seja por qual motivo fosse, sem respostas. Eles deram o melhor de si, também dei o meu melhor, a vida segue, outros assumem e viva a democracia.
Obrigado Aline, Fernando e Romila.
Jamais vou esquecer vocês.
Um agradecimento especial também ao jornalista Felipe Padilha que trabalhou comigo durante dois anos e um beijão no coração da Rosmari Bortolini ( a rosca), que esteve comigo por alguns meses e nos alegrou com o seu incrível senso de humor.
Um agradecimento especial também aos jornalistas Tales Armiliato ( que foi meu diretor de comunicação quando eu fui presidente em 2018) e ao jornalista Mauro Camargo, que eu indiquei em 2020 para ser o coordenador da TV Câmara.
Que Deus nos abençoe!
Ps: Dei a eles uma caixinha de Bis, vai que um dia a democracia, e as urnas, possibilitem um novo mandato…

Meneguzzi manifesta preocupação com estrutura de escola em Loreto da 2ª Légua

março 11, 2019

Vereador visitou a instituição, conversou com pais e equipe diretiva; entre os problemas, turmas que dividem a mesma sala de aula

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) visitou, na manhã desta segunda-feira, 11 de março, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Caetano Costamilan, na localidade de Loreto da 2ª Légua. Ele foi convidado pelos pais de alguns estudantes, sobretudo por fazer parte da Comissão de Educação da Câmara. O deslocamento teve o objetivo de conhecer a estrutura do prédio que atende a mais de 130 alunos e ouvir as demandas da comunidade escolar.

Meneguzzi manifestou preocupação com a estrutura da escola, uma vez que diversas turmas dividem a mesma sala de aula concomitantemente. De acordo com o vereador, além de dificultar o ensino, a situação pode representar problemas na aprendizagem dos alunos do interior caxiense. Entre outras demandas já solicitadas pela direção e professores, está a revisão da rede elétrica, que pode colocar em risco a vida de estudantes e professores.

A situação do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e a falta de investimento do Executivo na Escola Caetano Costamilan serão levados pelo vereador à Secretaria Municipal da Educação e também à Comissão de Educação da Câmara. “Essas crianças e as famílias deles precisam ser respeitados. Educação é investimento e por isso já encaminhei indicação à Smed, para que providencie, com urgência, atenção a essa localidade, uma vez que são atendidas crianças e adolescentes de diversas comunidades da regão de Forqueta”, salienta.

Meneguzzi comemora retomada do trabalho na construção do Trevo da Codeca

janeiro 18, 2019

Após protocolar pedido de informações sobre o andamento da obra, Executivo já iniciou asfaltamento da nova pista 

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB), transitou pela região da RSC-453, no acesso à UPA Zona Norte e ao bairro Santa Fé e gostou do que viu: foram retomadas as obras de construção do Trevo da Codeca. Depois do protocolo de um pedido de informações de sua autoria, em 04 de janeiro de 2019, quando percebeu que o trabalho andava a passos lentos, e sua aprovação na sessão representativa de 08 de janeiro, a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), que executa os trabalhos a partir de contrato firmado com o Executivo, já iniciou o asfaltamento da nova pista.

Segundo o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Cristiano de Abreu Soares, no dia 08 de janeiro, aproximadamente 11,5% da obra iniciada em 19 de abril, estava concluída.  A prefeitura mantém o prazo de entrega estipulado para 19 de abril deste ano. O alvo do requerimento de Meneguzzi era saber sobre o andamento da construção da nova rotatória e o empenho, até então, de 4,9% do total de R$ 3,3 milhões orçados.

Meneguzzi ressalta que a obra, prometida há muitos anos, é de extrema importância para quem acessa os serviços da UPA Zona Norte e também os bairros da Zona Norte. “Se o trabalho estava andando estava andando a passos lentos, nos últimos dias, se tem visto que a movimentação está grande. Fico feliz que minha mobilização tenha ajudado e dado o impulso para essas obras que são aguardadas pela Zona Norte há muitos anos”, salienta o vereador.

 

As obras em 04 de janeiro de 2019

As obras em 18 de janeiro de 2019

Meneguzzi pede informações sobre andamento de construção do Trevo da Codeca

janeiro 7, 2019

Requerimento contém perguntas sobre o cronograma das obras e o valor empenhado

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou pedido de informações ao Executivo caxiense sobre o andamento da construção da rótula de acesso ao bairro Santa Fé e arredores, pela RSC-453, mais conhecido como Trevo da Codeca. Iniciadas em abril de 2018, as obras têm previsão contratual de conclusão em 365 dias. No entanto, nem os serviços e nem o valor pago para a Compahia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), que é a contratada pela prefeitura para a execução, dão conta da inauguração até o mês de abril.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura, apenas 4,9% do total de R$ 3,3 milhões foram empenhados. Nesses fatos é que se baseia o requerimento de Meneguzzi, que por diversas vezes recebeu empresários e lideranças comunitárias da Zona Norte e buscou levar as indicações recebidas à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), que figura como contratante.

O requerimento é composto de seis questões, entre as quais o cronograma das obras, o valor empenhado, a fiscalização da SMTTM e também a aplicação ou não de notificações ou multas caso esteja sendo percebido o atraso. Para Meneguzzi, a intenção do pedido de informações é dar transparência às ações e ao emprego do dinheiro público. “Essa melhoria é aguardada pela comunidade da Zona Norte há muitos anos e existe essa necessidade, sobretudo depois da abertura da UPA. É nesse sentido que precisamos fiscalizar e cobrar que a população tenha suas demandas atendidas”, salienta.

A votação do pedido de informações será realizada durante a sessão representativa desta terça-feira, 08 de janeiro. Se aprovado, o Executivo terá 30 dias para responder ao requerimento.