Meneguzzi sugere que comissões do Legislativo façam vistoria no Complexo Dal Bó, após a detecção da morte de peixes

julho 30, 2019

Parlamentar ainda indicou que Comissão de Agricultura promova encontro sobre a nova lista de agrotóxicos permitidos pelo Governo Federal

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou, na tarde desta terça-feira, 30 de julho, sugestões às comissões de Saúde e Meio Ambiente e de Agricultura da Câmara, indicando que os parlamentares realizem visita às represas do Complexo Dal Bó, no bairro Nossa Senhora de Fátima. O objetivo, segundo ele, é verificar o fato da mortandade de centenas de peixes nesta semana, nas proximidades do Jardim Botânico.

Em outro documento, Meneguzzi sugere que a Comissão de Agricultura promova uma reunião ou audiência pública para tratarul realize encontros e/ou audiências públicas para tratar sobre a influência direta dos agrotóxicos na saúde dos caxienses. A intenção do encontro seria sanar dúvidas a partir da nova lista, com o acréscimo de outros 51 defensivos agrícolas aprovados pelo Governo Federal.

Para Meneguzzi, a função do vereador é justamente fiscalizar e propor caminhos, sugerir ações. Ele entende que, apesar da comprovação de que a água dos caxienses não está contaminada, é importante que haja o cuidado e se redobre a atenção com o solo e os lençóis freáticos.

Meneguzzi participa da entrega Medalha Agricultor Destaque 2019

julho 26, 2019

Pela primeira vez o Legislativo homenageou duas mulheres, Marta Bolson Camelo e Cristiane Salete Andreazza

Em sessão solene, realizada na noite da última quinta-feira, 25 de julho, o Legislativo caxiense entregou a Medalha Agricultor Destaque 2019. Pela primeira vez, a honraria foi entregue a duas mulheres, as homenageadas foram Marta Bolson Camelo e Cristiane Salete Andreazza. A escolha dos nomes se deu pelo requerimento 92/2019, de autoria da Mesa Diretora, aprovado por unanimidade pelos vereadores. Integrante da Comissão de Agricultura da Câmara, o vereador Alberto Meneguzzi (PSB) participou do evento.

Marta é empresária e comanda a agroindústria Bolson e Camêlo junto com a família. “A escolha do meu nome e da Cristiane é muito representativo em respeito à todas as mulheres da agricultura, que muitas vezes tem dupla ou tripla função”, afirmou a empresária.

Cristiane é formada Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e hoje atua na empresa da família, a Frutazza. “Ser agricultor hoje já é uma função um pouco diferente do que no passado, não basta dizer apenas que você usa uma enxada todos os dias e faz calo nas mãos com o cabo desta enxada. É preciso estudo, planejamento do que se vai fazer, empenho para fazer o que deseja”, destacou a engenheira.

A criação do prêmio coube aos ex-vereadores Geni Peteffi e Marcos Daneluz, a partir dos decretos legislativos 207-A/2007 e 230-A/2008.

Meneguzzi e deputado Elton Weber se reúnem com entidades representativas, na Festa da Uva

março 8, 2019

Vereador intermediou agenda com CIC, Microempa, Fetag e também com o coordenador do Procon Caxias

O vereador Alberto Meneguzzi e o deputado estadual Elton Weber, ambos do PSB, tiveram agenda intensa na tarde desta sexta-feira, 08 de março, nos Pavilhões da Festa da Uva. O vereador intermediou a agenda com diversas entidades representativas e também com o coordenador do Procon Caxias do Sul. No primeiro momento, os parlamentares se reuniram com os representantes da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC), no estande do Legislativo caxiense.

Na oportunidade, a vice-presidente de serviços, Maristela Chiappin e o diretor de negócios internacionais da entidade, Ruben Bisi, entregaram a Weber um escopo do projeto da Mobilização por Caxias (MobiCaxias), que tem o objetivo de repensar o crescimento econômico e social do município para 2030 e 2040, por meio de frentes de trabalho que envolvem o poder público e a iniciativa privada. Além disso, entregaram um documento onde apresentam as principais demandas da região, como a duplicação de estradas, entre elas e ERS-122, além da construção aeroporto de Vila Oliva.

Logo depois, visitaram o estande da Associação das Empresas de Pequeno Porte do Rio Grande do Sul (Microempa), onde conversaram com o ex-presidente e atual conselheiro da organização, Alfredo Paim. Entre as principais solicitações dos representantes dos micro e pequenos empresários está a mudança da carga tributária e a retomada de incentivos aos setores da agricultura familiar. Weber se colocou à disposição para visitar a sede da entidade, e conversar com os associados. Ele é membro da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, além de presidir frentes parlamentares da vitivinicultura e do cooperativismo.

De volta ao espaço do Legislativo caxiense, Meneguzzi e Weber se reuniram com o coordenador do Procon Caxias, Luiz Fernando Del Rio Horn. A conversa tratou de temas como o fundo estadual de defesa dos direitos do consumidor, os problemas com a concessão do serviço de energia elétrica, bem como a precificação dos combustíveis e a oferta de empréstimos aos aposentados. O deputado preside a Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor do Parlamento Gaúcho. Ambos trocaram informações e discutiram ações para serem tomadas em conjunto com os demais Procons do estado e a Assembleia.

Por fim, os parlamentares visitaram o Pavilhão Nostra Gente, onde estão concentrados os expositores das agroindústrias e se reuniram com representantes da Emater/Ascar, no estande da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS). A entidade já foi presidida por Weber em duas oportunidades.

De acordo com Meneguzzi, a agenda foi extremamente produtiva, pois permitiu ao deputado mais votado da Serra Gaúcha entender um pouco mais das demandas da região. “Foi uma tarde de muita conversa, anotações, troca de informações e ideias. Sabemos que o Legislativo sempre tem suas limitações porque não é quem executa as mudanças. Mas nosso gabinete, que tem ligação institucional com o gabinete do deputado Elton Weber, quer ser esse intermediador para que as demandas sejam ouvidas”, completa.

Meneguzzi espera que Festa da Uva valorize vinhos e sucos de Caxias do Sul

janeiro 23, 2019

Parlamentar encaminhou ofício à presidente da Comissão Comunitária sugerindo o cumprimento da lei 8.213/2017

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB), encaminhou, na manhã desta quarta-feira, 23 de janeiro, ofício à presidente da Comissão Comunitária da Festa da Uva, Sandra Randon, no qual pede que a edição de 2019 do evento dê cumprimento à lei 8.123/2017, de sua autoria. A norma foi criada para valorizar os vinhos, sucos e derivados da uva produzidos em Caxias do Sul, nas ações oficiais do Executivo, Legislativo, administração indireta e empresa controlada pela prefeitura.

No caso da Festa, o pedido do parlamentar é a priorização dos produtos caxienses nos coquetéis, jantares e atividades promovidas pela Comissão Comunitária. Meneguzzi explica que, apesar de autorizativa, essa medida tem como função conscientizar os gestores públicos da importância de valorizar produtos de origem local, durante seus eventos oficiais. Segundo o vereador, atualmente Caxias do Sul tem mais de 4 mil hectares de parreirais plantados e 1,7 mil famílias tiram daí o seu sustento, produzindo em média, 70.000 toneladas da fruta, anualmente.

De acordo com Meneguzzi, o ofício é uma forma de tornar oficial um desejo dos produtores locais. Ao todo, Caxias do Sul conta com 105 cantinas, sendo que 40 delas possuem engarrafamento das bebidas. “A lei foi criada, aprovada e promulgada. Deve ser cumprida, pois se não valorizarmos o que produzimos aqui, e temos vinhos e sucos bons, quem irá valorizar? Isso, certamente será um incentivo para que os jovens continuem residindo no interior, com vistas à sucessão rural”, ressalta.

Ao final do ofício, Meneguzzi recorda que todo o vinho e suco de uva aqui produzidos, geram impostos que se transformam em investimentos que beneficiam a população caxiense.

Meneguzzi recebe demandas de comerciantes da Ceasa Serra

outubro 3, 2018

Grupo irá fazer uso da palavra na sessão desta quinta-feira, quando será votado pedido de informações

O Legislativo caxiense recebeu, na tarde desta quarta-feira, 03 de outubro, um grupo de permissionários dos boxes de comércio de hortifrutigranjeiros da Ceasa Serra. Os comerciantes foram recebidos pelos presidentes da Câmara Municipal, Alberto Meneguzzi (PSB), e da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Abastecimento (CAAPC), Velocino Uez (PDT).

A comitiva apresentou ao Parlamento suas demandas. A principal e mais urgente é a licitação lançada pela Administração de Consórcios Intermunicipais (Adcointer), presidida pelo Executivo caxiense, e mantenedora da Ceasa Serra. Segundo os permissionários, em 12 de setembro a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa) passou a notificá-los acerca do edital 02/2018, que visa licitar os boxes. O lance mínimo, no entanto, é o que causa a estranheza: enquanto no ano de 2016 foi praticado o valor de R$ 600, desta vez são R$ 8 mil, preço classificado como inviável.

Além disso, criticaram a falta de diálogo do Executivo com os comerciantes. De acordo com eles, a secretária da Smapa, em nenhum momento, contatou os permissionários. Com a realização do processo licitatório, quem não participar do certame terá de desocupar o espaço a partir de 1º de dezembro. De acordo com o representante do grupo, Márcio Zimmermann, são 20 boxistas e o valor contratado com a Adcointer é de R$ 2 mil por porta ocupada.

O movimento dos permissionários visa estabelecer uma ponte de diálogo com o poder público, com a finalidade de suspender ou prorrogar o edital. Durante o encontro, Meneguzzi contatou o secretário de Governo, Luiz Caetano, que esteve na sede do Parlamento para conversar com o grupo. Ficou acertado que o representante do Executivo buscará informações sobre o processo e intermediará as tratativas.

Paralelo a isso, a Câmara abrirá espaço de cinco minutos, no início da sessão ordinária desta quinta-feira (04/10), para que o grupo exponha a sua demanda na tribuna. Durante a ordem do dia será votado, em regime de urgência, pedido de informações ao Executivo, à Smapa e a Adcointer, sobre o processo licitatório.

De acordo com Meneguzzi, a Câmara está fazendo a sua parte neste processo, como caixa de ressonância das demandas da comunidade. “Queremos fortalecer o diálogo, porque os cidadãos nos procuram querendo respostas. É nesse sentido que vamos colaborar, abrindo espaço na plenária e pedindo informações ao Executivo”, salienta.

Meneguzzi se reúne com direção e estudantes da EfaSerra

abril 25, 2018

Entidade pediu o apoio da Câmara em projetos de educação cidadã

O presidente do Legislativo caxiense, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), esteve reunido com o diretor da Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha (EfaSerra), Israel Matté e com três estudantes da instituição, na tarde desta terça-feira, 24 de abril. Na visita institucional, Matté agradeceu o apoio da Câmara e o prestígio de Meneguzzi nas atividades da entidade.
Além disso, a comitiva da EfaSerra pediu o apoio do Parlamento para a realização de projetos focados na educação cidadã.

Na oportunidade, Meneguzzi colocou a Casa à disposição para receber os estudantes em programas como Câmara Convida e Visitas Guiadas. Também foi ventilada a sugestão de que o prédio Legislativo sedie uma exposição com os trabalhos dos alunos.
A EfaSerra, que desenvolve o ensino médio e a formação técnica agrícola de forma paralela está localizada na Terceira Légua, em Caxias.

A instituição é mantida por uma associação de pais, entidades do setor primário, sindicatos e cooperativas que apostam numa nova forma de ensino: a pedagogia da alternância. Nesse modelo de ensino, os jovens ficam uma semana na escola e ali desenvolvem suas atividades e na outra voltam às suas comunidades para desenvolver as práticas e aprendizados em suas propriedades.

De acordo com a direção da Escola, numa média regional, cerca de 70% dos jovens formados por entidades que trabalham com essa pedagogia permanecem no campo. Na EfaSerra o percentual é ainda maior, chegando a quase 100%.

A maior demanda da EfaSerra, no entanto, é a falta de incentivo do poder público caxiense. De acordo com Matté, desde 2015, quando se instalou no município, a entidade nunca recebeu repasses do município. “Lá, eles precisam de alguns caminhões de terra nos canteiros para aplicar as técnicas de plantio e nem isso conseguem da subprefeitura de Galópolis”, comenta Meneguzzi.

Em visita ao governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), em fevereiro deste ano, Meneguzzi pediu ao governador a doação do terreno da extinta Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), em Fazenda Souza, para servir como sede da EfaSerra.

Desde o início do seu mandato, Meneguzzi, tem buscado formas de viabilizar um convênio entre o poder público caxiense e a entidade. “Eles fazem algo precioso: educam e profissionalizam. É esse modelo de educação que eu defendo e sei que a maioria dos vereadores também”, finaliza.

Diário da Presidência – 20/03/2018

março 20, 2018

Gabinete da Presidência

Vereador Alberto Meneguzzi

20 de março de 2018

08h30 – Meneguzzi conduziu a 147ª Sessão Ordinária da XVII Legislatura. A plenária atingiu mais de 1.100 pessoas pela transmissão ao vivo na página da Câmara no Facebook. Foram votados cinco requerimentos, sendo que três deles solicitavam informações acerca da Secretaria Municipal da Educação (Smed) e outro sobre a Festa Nacional da Uva Turismo e Empreendimentos S/A. O último deles deliberou por homenagem aos 30 anos da Escola Estadual de Ensino Médio Doutor Assis Antônio Mariani. Foi adiado por um dia a discussão sobre uma hora de intervalo em entregas domiciliares, de autoria da vereadora Denise Pessôa/PT. Votado e aprovado por unanimidade o PL 18/2017, de autoria do vereador Renato Oliveira/PCdoB, que dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de hidrômetros para cada unidade de condomínio, em edificações de apartamentos residenciais e salas comerciais. Em bloco, aprovados três pareceres de redação final;

13h30 – Reunião da Mesa Diretora, que deliberou sobre assuntos como a revisão e atualização do Regimento Interno, a reestruturação do site do Legislativo, os novos esquemas de segurança a serem instalados no prédio e a decisão da transmissão dos processos licitatórios ao vivo pela TV Câmara Caxias e pelas redes sociais;

15h – Recepção ao senhor José Adnil Antunes de Vargas, do Conselho Municipal do Idoso, onde foram debatidos e conversados projetos que beneficiam a população idosa de Caxias do Sul, financiados pelo Fundo Municipal do Idoso (Fumdi);

15h30 – Recepção ao presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Caxias do Sul (STR), Rudimar Menegotto, onde Meneguzzi entregou o convite para a participação no Fórum de Debate do Setor Vitivinícola, que irá tratar sobre os desafios e problemas da cadeia da uva e do vinho. O evento é organizado pelo Parlamento Regional da Serra Gaúcha;

16h – Reunião com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, Emílio Andreazza.

Diário da Presidência – 07/02/2018

fevereiro 8, 2018

Gabinete da Presidência

Vereador Alberto Meneguzzi

07 de fevereiro de 2018

Foto – Vitória Bordin

08h15 Meneguzzi recebeu 17 das 18 candidatas ao posto de rainha e princesas da Festa da Uva de 2019. “Vocês terão desafios e êxitos ao longo do caminho e durante o trabalho que desenvolverem pela Festa da Uva e por nossa cidade. Espero que sejam fortes para suportar com paciência e vencer com amor”, afirmou Meneguzzi, pegando como inspiração um texto do Papa Francisco. A convite de Meneguzzi, uma das princesas da Festa da Uva de 2004, a jornalista e atual assessora parlamentar Greice Demoliner Tedesco destacou o papel das candidatas no sentido de motivar e engajar a comunidade dentro da nova proposta pensada para esta edição. A presidente da Festa da Uva, Sandra Mioranzza Randon, e as integrantes da Comissão Social Ilda Pegoraro, Kellen Ferraro e Maira Giasson acompanharam a visita.

08h30 – Meneguzzi conduziu a 132ª Sessão Ordinária da XVII Legislatura, a terceira do Ano Legislativo de 2018. Em transmissão pelo Facebook, o Live alcançou mais de seis mil pessoas. Com a presença e apresentação das postulantes a soberanas da Festa da Uva 2019.

Foto – Felipe Padilha

15h30 – Meneguzzi participou de reunião institucional com o governador José Ivo Sartori, no Palácio Piratini. Acompanhado pelo vereador Velociono Uez, presidente da Comissão de Agricultura da Casa, Meneguzzi reforçou a demanda pela cedência de três hectares do espaço da extinta Fepagro para a construção das novas instalações da Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha, hoje localizada na Terceira Légua. Falaram sobre reajuste na verba de custeio do Hospital Geral, que prevê um deficit de R$ 9 milhões para 20185, com o risco do fechamento de leitos. Sartori se comprometeu no encaminhamento das pautas às secretarias competentes. “Foi um encontro importante para colocar a Câmara à disposição e reforçar a demanda da cedência do espaço da extinta Fepagro para a Escola da Família Agrícola, uma vez que a instituição trabalha com a pedagogia que prevê efetividade na sucessão Rural”, explica Meneguzzi. Ao final, o governador foi presenteado com o livro dos 125 anos do Legislativo.

Daniel Scola recebeu Meneguzzi e Velocino Uez, que lhe entregaram o livro dos 125 anos – Foto Felipe Padilha

17h – Visita às instalações da Rádio Gaúcha, em Porto Alegre. Conversa com o jornalista e amigo pessoal de Meneguzzi, Daniel Scola. O editor-chefe da emissora foi presenteado com o livro “Democracia, Memória e Cidadania: 125 anos do Poder Legislativo em Caxias do Sul”.

Valmir Susin recebeu os vereadores caxienses nas dependências do Senar – Foto Felipe Padilha

18h – Visita ao chefe da divisão de administração e finanças do Serviço Nacional de Apredizagem Rural/RS (Senar), Valmir Susin. A conversa foi pautada pela demanda da cedência do espaço da Fepagro para a a EfaSerra, sendo que o local será administrado pelo Senar, que também tem envolvimento com a instituição.

Meneguzzi representa Legislativo caxiense na Festa de Abertura da Colheita

janeiro 29, 2018

Vereadores acompanharam solenidade e confraternizaram em São Luiz da 9ª Légua

O vereador e presidente da Câmara, Alberto Meneguzzi (PSB), representou o Parlamento na 10ª edição da Festa Oficial de Abertura da Colheita de Caxias do Sul. A solenidade, realizada no domingo, 28 de janeiro, em São Luiz da 9ª Légua, contou com a presença de diversas autoridades políticas e da sociedade civil. Também estiveram presentes os vereadores Paula Ioris (PSDB), Paulo Périco (PMDB) e Velocino Uez (PDT), que é responsável pela Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo.

O início da programação foi às 10h30, com uma missa na capela da comunidade. Logo depois, as autoridades participaram da tradicional colheita simbólica da uva na propriedade de Deoclécio Scopel. Os vereadores também participaram do ato. Ao final, aconteceu a confraternização com um almoço no salão local.

Instituída pela Lei Municipal nº 6.848, de 14 de julho de 2008, a solenidade é itinerante e já percorreu diversas localidades caxienses. A norma estabelece que, anualmente, entre os dias 20 de janeiro e 15 de fevereiro, seja celebrado o Dia Oficial da Abertura da Colheita de Caxias do Sul.

Participaram integrantes do poder Executivo Municipal, do governo do Estado do Rio Grande do Sul, deputados e outras personalidades. A bênção à vindima foi concedida pelo padre Delvino Marin, que atende a localidade.

 

Diário da Presidência – 17/01/2018

janeiro 17, 2018

Gabinete da Presidência

Vereador Alberto Meneguzzi

17 de janeiro de 2018

Menegotto relatou problemas com acesso à internet no interior ao presidente do Legislativo – Foto Felipe Padilha

10h30 – Recepção à visita de cortesia do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Caxias do Sul (STR), Rudimar Menegotto. O dirigente entregou à Câmara o convite para participar da 10ª edição da Festa Oficial de Abertura da Colheita. Neste ano, os festejos serão realizados em 28 de janeiro, na localidade de São Luiz da 9ª Légua. A programação terá início às 10h30min, com missa festiva. Às 11h30min, ocorre a solenidade de abertura da vindima e, ao meio-dia, será servido almoço de confraternização, no salão da localidade. Menegotto pediu o auxílio do Legislativo na busca de maior cobertura de internet no interior de Caxias do Sul. Conforme ele, a situação é urgente, principalmente porque, a partir de 1º de janeiro de 2019, o governo do Estado passará a cobrar as notas do talão de produtor de forma eletrônica. Meneguzzi colocou a Câmara à disposição e informou que encaminhará a demanda para as comissões parlamentares da Casa, a exemplo da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo. “O debate se faz necessário. Hoje, a cobertura do sinal telefônico e de internet é muito aquém da necessidade do interior. Vamos pedir às comissões ligadas ao assunto para que chamem as operadoras, as entidades e o poder público para traçar um plano de trabalho, visto que o tempo é curto”, afirmou o presidente Alberto Meneguzzi. Ao final do encontro, Meneguzzi presenteou o sindicato com o livro “Democracia, memória e cidadania: 125 anos do Poder Legislativo de Caxias do Sul”.

11h – Reunião com a representante da coordenadora de programas e representante da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (SDR), na Serra Gaúcha, Lucimar Rodrigues. A Câmara está intermediando conversas para a inclusão de Caxias do Sul na Rota Cervejeira. 

11h30 – Participação na 1ª reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), com o tema “Seis ideias que param o Brasil”, com o empresário e escritor Percival Oliveira Puggina;

14h – Reunião com a presidente das Mulheres Socialistas, Suzete Molinari (PSB). Na conversa, sugestões, ideias e demandas que possam ser intermediadas pelo Legislativo;

15h – Recepção à visita de grupo de conselheiros tutelares de Caxias do Sul;