Meneguzzi Nenhum comentário

Para o parlamentar, é necessário dar transparência ao processo, mesmo que o comércio seja livre

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) encaminhou, nesta segunda-feira, 13 de maio, ofício ao Procon, no qual sugere que o órgão de defesa do consumidor e o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, de Empresas de Garagem, Estacionamento, de Limpeza e Conservação de Veículos e Lojas de Conveniência de Caxias do Sul e Região (Sindipetro) publiquem semanalmente os preços praticados pelos postos de combustíveis na cidade.

No documento, Meneguzzi justifica que apesar das inúmeras fiscalizações realizadas pelo Procon, os postos de combustíveis continuam a aumentar os preços imediatamente após o anúncio de reajustes e não fazem o mesmo quando da redução dos preços nas refinarias. Ele ainda explica que, de dezembro de 2017 a dezembro de 2018, seu gabinete divulgou pesquisa semanal que apontava a majoração ou retração dos valores nas bombas. Contudo, em 2019, diversas revendas passaram a não mais dar a informação.

Segundo o vereador, a sugestão de conceber tal processo com a ajuda do Sindipetro leva em conta a limitação da estrutura do Procon, que divulgava mensalmente a planilha de preços, mas não consegue manter a regularidade. “Os combustíveis aumentam em torno de R$0,20 a cada dois ou três dias. Já o preço em cidades próximas de Caxias são mais em conta. Que segredo é esse?” questiona Meneguzzi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *