Meneguzzi Nenhum comentário

Parlamentar participou de vistoria técnica, fruto de sua intermediação junto ao Ministério Público

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) pressionou, na manhã desta sexta-feira, 08 de fevereiro, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e pediu que o Ministério Público Federal (MPF) obrigue o departamento a concluir a obra de duplicação da BR-116, no trecho de 900 metros entre os quilômetros 151 e 153. O parlamentar participou de vistoria técnica deliberada pelo procurador Fabiano de Moraes e acompanhada pela analista processual, Daniela Grechi, a partir de sua intermediação num movimento entre moradores e comerciantes e o órgão federal.

Durante a visita, Meneguzzi ressaltou que, apesar de a obra ter facilitado o escoamento de 45 mil veículos por dia, mais de 10 famílias estão com seus acessos comprometidos, sem contar as casas comerciais que funcionam no trecho, que fica entre os bairros Planalto e São Romédio. “É dinheiro público que está aí colocado. Todos estão pagando por uma obra inacabada, com problemas de drenagem, que está causando muitos transtornos, e sem contar que não faz seis meses que a construção da terceira pista foi entregue e o asfalto já está rachado”, salienta.

Na oportunidade, o vereador cobrou que o MPF obrigue, de modo urgente, o Dnit a implementar os passeios públicos, para que os pedestres possam transitar, visto que não há acostamento, bem como possibilitar a colocação de defensas metálicas na curva onde aconteceram três acidentes desde a liberação da terceira pista. “Uma obra aguardada há 20 anos e que é realizada desse jeito. Podemos dizer que, se não for concluída, é recurso público desperdiçado. O asfalto já dá sinais de problemas”, completa.

Ainda nesta sexta-feira, Meneguzzi enviou ofício eletrônico ao diretor-geral do Dnit, o general Antônio Leite dos Santos Filho, explanando a situação e pedindo providências, uma vez que o engenheiro responsável pela obra, Daniel Bencke, justifica a falta de conclusão dos acessos por falta de dinheiro. “Também sugeri que, caso o presidente da República venha a Caxias para a Festa da Uva e ele integrar a comitiva, meu gabinete se coloca à disposição para realizarmos uma visita ao local”, finaliza.

Ofício enviado ao Dnit, em Brasília

Ofício 044 2019 - Dnit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *