Meneguzzi Nenhum comentário

Vereador defende amplo debate nos novos rumos do pronto atendimento

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB participou, na tarde desta terça-feira (04), da primeira reunião ordinária da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (CSMA). Ele é integrante do grupo de trabalho, que é presidido pelo vereador Rafael Bueno/PDT. Foram discutidos diversos temas, entre eles, o material encaminhado pelo parlamentar, referente à prestação de contas do Instituto de Gestão e Humanização (IGH), que administra a UPA Zona Norte, referente ao período 2017-2019, onde a comissão de avaliação apontou diversas irregularidades e cobrou a devolução de R$ 1,9 milhão aos cofres públicos.

Meneguzzi repassou à presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserv), Silvana Piroli, uma cópia do contrato com o  Instituto Nacional de Pesquisa e Gestão em Saúde (InSaúde), que faz a gestão compartilhada da nova UPA Central. A líder sindical ressaltou a dificuldade em obter o texto por meio da gestão anterior e do Portal da Transparência. “O Executivo precisa dar mais transparência aos contratos. O cidadão precisa ter um acesso mais rápido e fácil a esse tipo de documento”, salienta Meneguzzi.

O parlamentar participará, na tarde desta quarta-feira (05), de uma reunião da Comissão com o prefeito Flavio Cassina e o novo secretário de Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro. Um dos assuntos será o rumo do pronto atendimento em Caxias. “Defendo que precisa ser discutido amplamente com todos os setores envolvidos, como o Sindiserv, a Comissão e o Conselho de Saúde e o Executivo. A municipalização é um caminho gradual. A experiência que tivemos com o IGH e agora, com o InSaúde, nos faz acreditar que a terceirização foi uma decisão equivocada do governo anterior, que só trouxe prejuízo para o Município e para os cidadãos que precisam da rede pública de saúde”, afirmou.

Alberto Meneguzzi também se solidarizou com as reivindicações das Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs) presentes à reunião. Elas estão preocupadas com a falta de estrutura de trabalho e foram solicitar o apoio dos integrantes do grupo de trabalho. A ideia da Comissão é promover uma audiência pública para tratar do tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *