Meneguzzi Nenhum comentário

Ele lastima ausência de investimentos na área da saúde, enquanto o Executivo esbanja dinheiro nas diárias do chefe de gabinete Chico Guerra

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) foi a tribuna da Câmara, na sessão ordinária desta quinta-feira, 03 de outubro, e expressou sua indignação com a falta de investimentos em materiais básicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Caxias do Sul. Em contrapartida, o Executivo esbanja dinheiro nas diárias do prefeito Daniel Guerra e do chefe de gabinete e seu irmão Chico Guerra, ambos do partido Republicanos.

Meneguzzi recordou que em outra ocasião, o vereador Arlindo Bandeira (PP) relatou que em Fazenda Souza, um dentista estava utilizando a luz do telefone celular para fazer os procedimentos, pois a cadeira odontológica estava com a lâmpada queimada e não havia como substituir. Da tribuna, também reforçou a fala da vereadora Gladis Frizzo (MDB) que comprou pilhas para uma UBS. Para ele, essas denúncias são gravíssimas e a falta de materiais para atender a população é o cúmulo.

Na visão do parlamentar, as UBSs têm servidores competentes, mas se encontram de mãos atadas. Caso se pronunciem sobre as situações ou façam denúncias, correm risco de perseguição por parte do Executivo. Meneguzzi lembrou o que ouviu de uma servidora da área da saúde, que não tinha folhas de ofício no seu local de trabalho e que levava papel higiênico de casa.

Diante disso Meneguzzi comparou as deficiências no atendimento e a falta de materiais com o gasto do gabinete do prefeito em passagens e diárias. “Quase R$ 60 mil gastos só pelo vereador Chico Guerra, chefe de gabinete, em diárias para diversos lugares sem nem prestar contas dessas viagens. Mais não sei quanto para o prefeito, isso já dá R$ 160 mil, R$ 170 mil no ano, e não temos dinheiro para pilha para verificação de sinais vitais numa UBS”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *