Meneguzzi Nenhum comentário

Parlamentar encaminhou ofício à presidente da Comissão Comunitária sugerindo o cumprimento da lei 8.213/2017

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB), encaminhou, na manhã desta quarta-feira, 23 de janeiro, ofício à presidente da Comissão Comunitária da Festa da Uva, Sandra Randon, no qual pede que a edição de 2019 do evento dê cumprimento à lei 8.123/2017, de sua autoria. A norma foi criada para valorizar os vinhos, sucos e derivados da uva produzidos em Caxias do Sul, nas ações oficiais do Executivo, Legislativo, administração indireta e empresa controlada pela prefeitura.

No caso da Festa, o pedido do parlamentar é a priorização dos produtos caxienses nos coquetéis, jantares e atividades promovidas pela Comissão Comunitária. Meneguzzi explica que, apesar de autorizativa, essa medida tem como função conscientizar os gestores públicos da importância de valorizar produtos de origem local, durante seus eventos oficiais. Segundo o vereador, atualmente Caxias do Sul tem mais de 4 mil hectares de parreirais plantados e 1,7 mil famílias tiram daí o seu sustento, produzindo em média, 70.000 toneladas da fruta, anualmente.

De acordo com Meneguzzi, o ofício é uma forma de tornar oficial um desejo dos produtores locais. Ao todo, Caxias do Sul conta com 105 cantinas, sendo que 40 delas possuem engarrafamento das bebidas. “A lei foi criada, aprovada e promulgada. Deve ser cumprida, pois se não valorizarmos o que produzimos aqui, e temos vinhos e sucos bons, quem irá valorizar? Isso, certamente será um incentivo para que os jovens continuem residindo no interior, com vistas à sucessão rural”, ressalta.

Ao final do ofício, Meneguzzi recorda que todo o vinho e suco de uva aqui produzidos, geram impostos que se transformam em investimentos que beneficiam a população caxiense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *