Meneguzzi Nenhum comentário

Vereador relatou a má administração e descumprimento de leis trabalhistas em sessão da Câmara

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) encaminhou, nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, as denúncias sobre descumprimento das leis trabalhistas e falta de materiais da UPA Zona Norte, ao Ministério Público e ao gabinete do secretário da Saúde de Caxias do Sul. No documento, que também foi enviado à Secretaria do Trabalho e Previdência e ao Ministério Público do Trabalho, o parlamentar relata a má administração que o Instituto de Gestão e Humanização (IGH), tem realizado na Unidade.

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Caxias do Sul, na quarta-feira, 13 de fevereiro, Meneguzzi tornou públicas as denúncias realizadas por um grupo de trabalhadores e ex-funcionários do IGH. Os relatos foram gravados em áudio, com a autorização dos envolvidos, e foram transcritos para os ofícios entregues aos órgãos responsáveis.

Meneguzzi ressalta que as críticas estão no mérito de discutir a importância da UPA, mas de corrigir os procedimentos adotados pela empresa que já recebeu mais de R$ 25 milhões de recursos públicos dos caxienses. “Vamos ficar atentos, investigando, denunciando, ouvindo e protegendo o dinheiro público, que é a nossa função. O IGH não é pago para fazer essa lambança aqui, não para tratar mal os servidores e, por consequência, o cidadão que precisa de um bom atendimento do SUS”, salienta.

No documento entregue ao MP, Meneguzzi sugere que ele seja anexado ao inquérito civil, IC.00748.00162/2017, que apura as denúncias realizadas pelo vereador sobre a administração da UPA, desde novembro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *