Meneguzzi Nenhum comentário

Para ele, a situação se contrapõe à declaração do secretário de Governo na oitiva do processo de impeachment

O presidente do Parlamento caxiense, Alberto Meneguzzi (PSB), utilizou o Grande Expediente, durante a plenária desta quarta-feira (14/03). Ele criticou a postura da atual administração municipal, que centraliza as demandas dos vereadores na figura do secretário de Governo, Luiz Eduardo da Silva Caetano.  “Não concordo com a maneira burocrática estabelecida, mas sigo. Faço os ofícios e contatos com o Caetano, como é a orientação. Mas o secretário Caetano disse, em seu depoimento à Comissão Processante, que temos livre acesso aos demais secretários, porém, já tentei audiência com os responsáveis pela Codeca, pelo Samae e pela Smed e todos disseram que, primeiro, tem de passar pelo secretário Caetano”, relata.

Antes dessa pauta, Meneguzzi destacou o trabalho do prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo (PSB). O chefe do Executivo do município do norte gaúcho visitou a Câmara Municipal na última terça-feira, 13 de março, e também detalhou projetos que tem desenvolvido na cidade atualmente.

“O prefeito Luciano é bem avaliado e conquistou 75% dos votos válidos na última eleição (2016). Ele dialoga com todos, principalmente com a população, e nos falou de ações simples que implementou, gerando retorno à comunidade, como o programa “Meu Bebê, Meu Tesouro”, as creches noturnas, a farmácia que vai aos bairros, o uniforme a todos os alunos da Rede Municipal de Ensino”, listou Meneguzzi, que, para ocupar a tribuna, passou, temporariamente, o comando da Mesa Diretora ao 1º vice-presidente da Casa, Ricardo Daneluz (PDT).

Meneguzzi disse que Passo Fundo dispõe de uma Secretaria de Inovação e de um estoque de projetos prontos, para apresentá-los caso houver abertura de recursos em outros órgãos, como a União. Em aparte, os vereadores Adiló Didomenico (PTB), Edio Elói Frizzo (PSB) e Edi Carlos Pereira de Souza (PSB) valorizaram o trabalho do prefeito Luciano Azevedo (PSB). Frizzo ressaltou que ele foi vereador, deputado estadual e chegou a perder uma das eleições municipais. “Hoje, o prefeito Luciano tem feito uma gestão diferenciada no Rio Grande do Sul. Está empenhado em reduzir a mortalidade infantil e virou um case de sucesso no Brasil”, considerou o vereador socialista.

Edi Carlos citou que Azevedo instituiu o uniforme por meio de decreto e que são, ao todo, nove peças distribuídas gratuitamente aos estudantes. O parlamentar caxiense lembrou que, juntamente com o ex-vereador Jó Arse (PDT), protocolou um projeto semelhante para Caxias do Sul.

Meneguzzi também questionou o tom da resposta que o secretário Caetano deu, por meio de um jornal local, à leitora Tatiane Frizzo, cargo em comissão da administração passada (2013-2016).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *