Meneguzzi Nenhum comentário

Parlamentar realiza intermédio para uma parceria entre antiga Fepagro e Aprocerva para capacitar e alavancar negócios no setor

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB visitou, nesta quarta-feira (03), a sede da antiga Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), em Fazenda Souza. A unidade foi transformada em Centro de Pesquisa, depois da extinção do órgão pelo governo do Estado. O roteiro foi acompanhado pela coordenadora regional da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Rural, Lucimar Rodrigues. Eles foram recebidos pelos pesquisadores Carlos Alberto Oliveira e Alexander Cenci.

O parlamentar conheceu as instalações, como a parte administrativa e laboratório de pesquisa. Além disso, a estrutura para a realização de cursos, como de agroindústria e produção de vinhos, realizados em parceria com o Senar/RS, onde os participantes têm até alojamento e espaço para alimentação. Meneguzzi também constatou algumas dificuldades que os dois pesquisadores enfrentam para trabalhar. Uma delas é a falta sinal de internet, que poderia ser resolvida com a instalação de uma antena, que custa R$ 5 mil.

Os pesquisadores também informaram de um levantamento para a realização de uma pesquisa sobre a produção de Lúpulo. O material será enviado para o governo da República Tcheca, a fim de ser realizada uma pesquisa em parceria com aquele país. “Esta é uma notícia muito importante para o setor cervejeiro. Realizaremos uma reunião com a Aprocerva para encaminhar alguns outros passos neste processo. Peço a colaboração aqui também das comissões de Agricultura e de Desenvolvimento Econômico para abrirmos também essas portas para o trabalho dos pesquisadores e de uma parceria que pode colaborar muito para o desenvolvimento deste setor”, salientou.

Alberto Meneguzzi foi o articulador do projeto de autoria do deputado estadual Elton Weber/PSB, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado, em 2019, que incluiu Caxias do Sul e Farroupilha na Rota das cervejarias Artesanais do Rio Grande do Sul. Foram diversas reuniões de mobilização dos setores envolvidos com o tema, desde o início do mandato, em 2017.

Ouça a notícia em podcast

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *