Meneguzzi Nenhum comentário

Legislativo aposta em transparência total
Alberto Meneguzzi

Vereador | PSB

Presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul

Transparência total: é isso que a Câmara Municipal de Caxias do Sul tem buscado continuamente, por meio de suas ações. A ideia é promover cada vez mais a aproximação entre o poder público e a comunidade, facilitando o acesso da população e a posterior fiscalização das ações do Parlamento.

Um dos exemplos é o Parlavox. O sistema, idealizado em 2016 e lançado em 2017, reúne os discursos dos parlamentares em texto e vídeo. Uma outra iniciativa é a publicação das portarias de nomeação, exoneração e troca de padrão de Cargos em Comissão (CCs) e servidores efetivos, no Diário Oficial Eletrônico do município, o que tornou ainda mais transparente o trabalho do Legislativo. Neste ano, as folhas de pagamento dos parlamentares, CCs e cargos efetivos foram totalmente abertas no Portal da Transparência.

Em janeiro de 2018, o Legislativo passou a transmitir, ao vivo, por meio de Face Live e YouTube, todas as sessões ordinárias, solenes, homenagens e audiências públicas. A medida foi acrescida, em março, da reprodução em tempo real dos processos licitatórios pelas plataformas digitais e também pela TV Câmara Caxias (canal 16 da NET). Até o mês de junho, quase 200 mil pessoas foram alcançadas pelas transmissões via redes sociais.

No mês de abril, foi lançado o novo modelo de disponibilização das votações realizadas durante as sessões. A partir de então, um recorte do vídeo da plenária, no momento em que acontece a deliberação é postado. A publicação é acompanhada de texto da ementa da matéria em análise.

Todos os procedimentos têm como objetivo permitir à comunidade acompanhar mais de perto onde e quando a Câmara investe os recursos públicos. Nosso interesse é que, com essas adequações, a população possa saber de tudo o que acontece na Câmara Municipal de Caxias e, com isso, nos ajude a fiscalizar e nos aponte onde precisamos melhorar e concentrar esforços.

A transparência em tudo que envolve recursos públicos precisa ser total e de fácil acesso, pois transparência pela metade e de difícil acesso não é transparência.

 

Artigo publicado na edição do jornal Pioneiro desta sexta-feira, 03 de agosto de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *