Meneguzzi Nenhum comentário

Diário de um vereador

No bairro Pôr do sol, zona norte de Caxias do Sul, tem esta rua. A placa diz “sem saída”. Visitei moradores do bairro atendendo ao pedido de uma grande amiga e entrei em algumas casas e também em estabelecimentos comerciais do local. O problema que me foi relatado e mostrado pelos moradores é muito sério e envolve alagamentos constantes nas casas em dias de chuva, vazamento de esgoto e cheiro ruim. Alguns muros que estão entre as casas, correm o risco de ruir. Esta situação já se arrasta há muitos anos. Fui lá, acompanhar a situação, ouvir os moradores, entender o problema é tentar encaminhar e sugerir um caminho.
Um vereador não resolve tudo, mas mas precisa ouvir, acompanhar de perto, intermediar, dialogar de pelo menos tentar dar respostas concretas, sejam elas sim ou não.
No caso das várias casas desta rua, espero que a Secretaria de obras e a prefeitura encontrem uma saída, ou pelo menos, digam de forma verdadeira, o que é preciso ser feito e de que forma fazer.
Ah, e ainda tem um outro lado nestas visitas. A população está cansada de promessas de políticos, que só aparecem, prometem, olham, visitam, conversam e não fazem nada.
Foi o que disse um morador local, depois de me mostrar o esgoto correndo à céu aberto na residência ao lado da empresa dele: “Para mim, a Câmara de vereadores não precisaria nem existir. É um bando de gente que não faz nada, são sugadores e só gastam o dinheiro público.”
Pah! falou isso sem rodeios, cansado de muitas promessas feitas ao longo dos últimos anos, por muita gente.
Ouvi com respeito a crítica forte do morador. Mas no meu caso, tenho tentado fazer diferente. Jamais prometo soluções, apenas tento ouvir, verificar de perto cada situação e indicar caminhos. Muitas situações não dependem de um vereador, mas é claro, precisamos sair sim do gabinete e estar mais perto da população até mesmo para ouvir críticas e cobranças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *