Pastor Osvaldo Vieira: as virtudes cristãs

outubro 26, 2021

A Igreja Assembleia de Deus completou 90 anos de atividades em Caxias do Sul. O programa Acredita convidou o pastor Osvaldo Vieira, que iniciou seu ministério na cidade e hoje atua em Flores da Cunha, para dar a bênção do domingo no Programa Acredita. E ele fez uma reflexão linda, sobre acreditar nos desígnios de Deus e não desanimar diante das dificuldades. ” Não estamos sós, acredite, e seja grato sempre e escolha as virtudes divinas” disse o Pastor.

————————————————————————————–

O programa Acredita, é apresentado aos domingos, na Rádio Caxias FM 93,5 de Caxias do Sul- RS. Os jornalistas Alberto Meneguzzi e Margô Segat são responsáveis pelo projeto de comunicação do bem. O programa, vai ao ar das 08h às 10h e surgiu com a finalidade de promover a cultura da paz, com pautas sobre comportamento, saúde emocional, alimentação saudável, cultura, turismo e esporte. Além disso, o Acredita prioriza pautas com testemunhos pessoais e de superação. O programa está no ar há seis meses.

—————————————————————————

Conheça mais sobre o projeto ACREDITA de comunicação do bem Veja mais em https://acredita.caxias.br

Siga o perfil do jornalista Alberto Meneguzzi no Instagram: https://instagram.com/alberto_meneguzzi

Siga o perfil do projeto Acredita no Instagram: https://instagram.com/acredita.caxias

No TikTok – @acreditacaaxias

ASSISTA A BÊNÇÃO DO PASTOR OSVALDO VIEIRA, DA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS E E INSCREVA TAMBÉM NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Padre Camilo Pauletti: a missão de religiosos e leigos em Moçambique

outubro 21, 2021

No programa #29 Acredita, apresentado aos domingos pela manhã na Rádio Caxias 93,5 FM, o Padre Camilo Pauletti participou diretamente de Moçambique. Ele é padre da Diocese de Caxias do Sul – RS. Pauletti e outros religiosos e leigos, estão em missão daquele país que é um dos mais pobres do mundo e enfrenta diversas dificuldades.

Padre Camilo falou um pouco do seu trabalho por lá. O mês de outubro, na Igreja Católica, é lembrado como o mês das missões. As coletas que serão feitas nas celebrações dos dias 23 e 24 de outubro, serão todas destinadas a um Fundo mundial das missões, para serem distribuídas em diversos continentes onde padres, religiosos e leigos, atuam como missionários.

————————————————————————————————-

O programa Acredita, é apresentado aos domingos, na Rádio Caxias FM 93,5 de Caxias do Sul- RS. Os jornalistas Alberto Meneguzzi e Margô Segat são responsáveis pelo projeto. O programa, vai ao ar das 08h às 10h e surgiu com a finalidade de promover a cultura da paz, com pautas sobre comportamento, saúde emocional, alimentação saudável, empreendedorismo, cultura, literatura, educação no trânsito e esporte. Além disso, o Acredita prioriza pautas com testemunhos pessoais e de superação. ———————————————————————————

Saiba mais sobre o projeto ACREDITA e acesse outros vídeos e conteúdos.

Veja mais em http://www.acredita.caxias.br

Siga o perfil do Padre Camilo Pauletti no facebook: http:// www.facebook.com/camilo.pauletti.9

Siga o perfil do jornalista Alberto Meneguzzi no Instagram: https://instagram.com/alberto_meneguzzi

Siga o perfil da jornalista Margô Segat no Instagram: https://instagram.com/margosegat

A filha de agricultores que foi atrás do sonho de ser professora

outubro 10, 2021

O depoimento de Michelle Rodrigues é emocionante. Filha de agricultores, moradora do interior de Forqueta em Caxias do Sul, desde pequena teve um grande sonho: o magistério. Hoje, aos 25 anos, Michelle se diz feliz com a escolha que fez. ” Acolher, amar as crianças, ensinar caminhos, dar a elas atenção, é tudo o que eu sempre quis fazer na vida” Michelle concluiu o curso de magistério em 2020 e depois fez estágio na escola onde estudou quando criança e adolescente. Neste domingo, 10 de outubro, o programa iniciou também um mês de homenagens a professores e debates sobre a educação. Durante os próximos domingos, outras histórias e iniciativas serão contadas no programa acredita.

————————————–

O programa Acredita, é apresentado aos domingos, na Rádio Caxias FM 93,5 de Caxias do Sul- RS. Os jornalistas Alberto Meneguzzi e Margô Segat são responsáveis pelo projeto de comunicação do bem. O programa, vai ao ar das 08h às 10h e surgiu com a finalidade de promover a cultura da paz, com pautas sobre comportamento, saúde emocional, alimentação saudável, cultura, turismo e esporte. Além disso, o Acredita prioriza pautas com testemunhos pessoais e de superação. O programa está no ar há seis meses.

Siga o perfil da professora Michelle Rodrigues no Instagram: https://www.instagram.com/mixi.rodrigues/

Siga o perfil do jornalista Alberto Meneguzzi no Instagram: https://instagram.com/alberto_meneguzzi

ASSISTA O DEPOIMENTO DE MICHELLE SOBRE O AMOR PELA PROFISSÃO QUE ESCOLHEU: PROFESSORA

Mensagem: “Não é hora de ter medo, é hora de ter coragem”.

abril 25, 2020

Porque a gente insiste, às vezes, de querer andar sozinho, sem ajuda de ninguém?
Por mais que algumas pessoas nos decepcionem, e isso acontece muito e vai continuar acontecendo, ninguém nasceu para ficar sozinho. Precisamos uns dos outros.
Talvez seja a hora, definitiva, de selecionarmos melhor quem queremos como amigos e parceiros de caminhada. Nem todo mundo merece nossa energia, nossa atenção, nossa disposição. Há pessoas que somente sugam nossas forças e tiram a nossa paz. Sim, existem pessoas assim. Mas por causa delas, vamos entristecer, jogar a tolha, desistir de lutar, se isolar em algum quarto escuro e nos privar de viver a vida?
Se a gente observar, temos muito mais motivos para sorrir do que para chorar. Conviver com as pessoas verdadeiramente humanas, com gente do bem, com pessoas da nossa família, com amigos que gostamos e admiramos, é mais importante do que desistir de relacionamentos e de vida social, por causa de gente má, sem índole e invejosa.
Não é hora de nos encolher ou de ter medo.É hora do resgate das verdadeiras amizades, de ter por perto quem nos faz bem, de quem nos eleva, nos indica caminhos e se alegra com a nossa felicidade. A hora da coragem de fazer escolhas, de recomeçar, de pedir ajuda se necessário for. É hora, também, de não esquecermos a nossa vida espiritual, de agradecer a Deus por tudo e pedir a ele, com ardor, com força e fé, rumos diferentes nas nossas vidas.
Ele atende, pode ter certeza, Ele não nos deixa na mão. Lembre-se : ninguém é tão frágil que não possa suportar suas dores sozinho, mas ninguém é tão forte assim que não precise de amor, de amigos, de verdadeiras companhias e de Deus.

Não é hora de ter medo de nada, apesar da situação está do jeito que está. Agora sim, é o momento de mostrarmos força. São Paulo dizia “Quando sou fraco, aí é que sou forte”.

 

Meneguzzi homenageia catequistas que atuam nas comunidades de Caxias do Sul

agosto 27, 2019

Vereador enalteceu o trabalho de evangelização realizado com crianças e jovens; Dia do catequista foi lembrado no último domingo, 25 de agosto

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) recordou, na sessão desta terça-feira, 27 de agosto, a vida e a missão dos catequistas. No espaço do Pequeno Expediente, ele enalteceu a presença de centenas de lideranças nas comunidades de Caxias do Sul e que atuam na evangelização de crianças e jovens. De acordo com o parlamentar, no Brasil inteiro, os catequistas somam mais de 1 milhão de pessoas, sendo mil em Caxias e três mil nas cidades da região da Serra Gaúcha.

Na Igreja do Brasil, o dia do Catequista foi recordado no último domingo, 25 de agosto, dentro das comemorações do Mês Vocacional. Meneguzzi reconheceu a importância da atuação desses homens e mulheres. “São pessoas que trabalham pela evangelização para transformar esse mundo em algo melhor. Não é para transformar alguém, um jovem ou um adulto numa determinada religião, mas é para fazê-los cidadãos e cidadãs melhores”, explicou.

Meneguzzi sugere melhorias no trânsito de diversos pontos da cidade

julho 15, 2019

Entre as indicações do parlamentar está a instalação de sinaleira na rua Luiz Antunes, no Panazzolo

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) encaminhou demandas à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), na tarde desta segunda-feira, 15 de julho. Entre as sugestões do parlamentar está a colocação de um semáforo na rua Luiz Antunes, esquina com a Daltro Filho, no Panazzolo. A solicitação da comunidade local se deve à dificuldade de travessar a via, uma vez que é grande o número de veículos advindos da avenida São Leopoldo e que transitam por ali.

Outro pedido é a repintura das restrições de estacionamento na rua João Menegotto, em São Luís da Sexta Légua, uma vez que há risco dos veículos serem atingidos por ônibus que precisam fazer conversões na referida via, que é um aclive. Entre as indicações de Meneguzzi ao longo do ano de 2019, também está a extensão de linha do transporte coletivo para a rua Ivo Remo Comadulli, na parte de trás dos Pavilhões da Festa da Uva.

De acordo com o vereador, são diversas as demandas que lideranças comunitárias e também moradores dos bairros encaminham ao gabinete e a função do vereador é intermediar o diálogo entre a comunidade e o poder público. “Procuramos não deixar ninguém sem respostas. A intenção é sempre ajudar e melhorar o bem comum. Por isso, estamos sempre à disposição para fotografar as solicitações, enviar à prefeitura e secretarias e também acompanhar se há ou não viabilidade”, explica.

 

Foto: Leonardo Portella – SMTTM

Meneguzzi reitera necessidade de cumprimento da lei das cotas do Jovem Aprendiz

julho 5, 2019

Para o vereador, além do interesse social, atenção aos jovens dá qualificação e experiência profissional

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) se reuniu, na última quarta-feira, 03 de julho, com a coordenadora da Aprendizagem no Rio Grande do Sul e auditora da Secretaria do Trabalho e Previdência, Denise Gonzales. Entre outras questões, o encontro tratou sobre a importância do cumprimento da legislação sobre o programa Jovem Aprendiz. O parlamentar é proponente de diversas ações e políticas públicas voltadas à geração de emprego e renda, como o Programa Municipal do Primeiro Emprego.

De acordo com Denise, a legislação estabelece 68 mil vagas para aprendizes, no Rio Grande do Sul. No entanto, na prática, os contratos chegam a pouco mais da metade, num total de 35 mil, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), se levado em conta o ano de 2018. Em Caxias do Sul, são mais de 2,5 mil caxienses atendidos e outas 1,3 mil vagas em aberto. Atualmente, com a aprendizagem, os jovens têm direitos como a Carteira de Trabalho assinada e a Previdência Social.

Para Meneguzzi, é necessário cumprir a lei das cotas do Jovem Aprendiz para conceder dignidade e cidadania aos jovens. Ele reitera que, além do interesse social, a atenção a esse público em específico dá qualificação e experiência profissional. “Tenho dito repetidas vezes que não podemos fechar escolas de profissionalização, não podemos deixar os jovens largados à própria sorte. Os jovens precisam da nossa atenção. E conversar com a Denise me esclareceu ainda mais que a aprendizagem é um trunfo para a superação da violência e da criminalidade”, conclui

Ao final do encontro, Meneguzzi recebeu o Manual da Aprendizagem, desenvolvido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Meneguzzi critica a falta de movimentação para a reposição de professores nas escolas estaduais

junho 5, 2019

Para o vereador, além de recorrentes, os problemas prejudicam o aprendizado das crianças e jovens

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) criticou, durante a sessão da terça-feira, 04 de junho, a falta de movimentação para a reposição de professores na rede estadual de ensino em Caxias do Sul. De acordo com ele, além dos docentes que se aposentam e se exoneram, os problemas estruturais de diversas instituições são recorrentes. Para ele, esses e outros fatores prejudicam o aprendizado das crianças e jovens.

Durante a sua fala, o parlamentar também citou que a ausência de docentes nas salas de aulas de diversas escolas e, sobretudo dos educandários do meio rural, se deve ao parcelamento dos salários por parte do governo gaúcho e também à situações de violência escolar. “Várias as escolas estão sem professores, os professores estão sofrendo com violência escolar, os alunos estão desinteressados, os pais estão desinteressados, as escolas não têm estrutura e ainda faltam colegas. Então os alunos acabam ficando às vezes sem aula e fora do colégio”, pontua.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=Q9pC4wI4ciQ[/embedyt]