Alberto Meneguzzi integrará as Comissões de Saúde e de Educação em 2020

dezembro 12, 2019

Parlamentar também estará na Mesa Diretora

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB será integrante de dois grupos de trabalho legislativos, no próximo ano. Ele vai compor as Comissões Permanentes de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) e de Educação, Ciência, Tecnologia, Inovação , Cultura, Desporto, Lazer e Turismo (CECTICDLT). A homologação dos nomes indicados pelas bancadas ocorreu na sessão desta quinta-feira (12), logo depois da eleição da nova Mesa Diretora. Os novos integrantes começarão a trabalhar em fevereiro do próximo ano, logo depois da abertura do ano legislativo, prevista para o dia 4.

Este ano, Meneguzzi participou dos colegiados de Educação e de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo (CAAPC). O vereador considera que a inclusão no grupo parlamentar em defesa da saúde pública deverá formalizar ainda mais a atuação dele neste setor, em 2020. Apesar de não fazer parte da Comissão de Saúde, este ano, ele acompanhou as reuniões e decisões do grupo parlamentar.

Mantive uma postura propositiva e, principalmente, fiscalizadora sobre as ações do Executivo para a prestação de um serviço de qualidade para a população. Encaminhei todas as denúncias que chegaram ao meu gabinete, seja em relação à gestão pública, mas também, ao serviço terceirizado pelo Executivo. No ano que vem, a minha atuação será a mesma, agora investido da autoridade imposta pela cadeira que ocuparei na Comissão”, afirma.

Na mesma sessão, a última em caráter ordinário de 2019, Alberto Meneguzzi foi reeleito como 2° secretário da nova Mesa Diretora, representando o PSB.

Ouça a notícia em podcast

Meneguzzi reeleito para 2° secretário da Mesa Diretora do Legislativo

dezembro 12, 2019

Vereador de primeiro mandato completará quatro anos na direção da Câmara  

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB participará da Mesa Diretora do Legislativo de Caxias do Sul pelo quarto ano consecutivo. Nesta quinta-feira (12), ele foi reeleito como 2° secretário da nova diretoria, que terá o vereador Ricardo Daneluz/PDT como presidente, no próximo ano legislativo.
Juntamente com Meneguzzi, farão parte da mesa, os vereadores Paulo Périco/MDB como 1° vice-presidente; Alceu Tomé/PTB como 2° vice-presidente e Tatiane Frizzo/SD como 1ª secretária.
Em 2017, no primeiro ano de mandato, Alberto Meneguzzi ocupou o cargo de 1º vice-presidente de Felipe Gremelmaier/MDB. No ano seguinte, presidiu a Mesa Diretora e, este ano, participa como 2º secretário do presidente Flavio Cassina/PTB.

Ouça a notícia em podcast

Meneguzzi denuncia possível fechamento da UPA Zona Norte em janeiro

dezembro 10, 2019

Parlamentar apresentou documento onde IGH deu aviso prévio e pedirá informações ao Executivo

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB denunciou, na sessão desta terça-feira (10), que a UPA Zona Norte poderá fechar no dia 29 de janeiro. Ele apresentou cópia de um ofício, onde a direção do Instituto de Gestão e Humanização (IGH) comunica, por meio de aviso prévio de 90 dias, a rescisão do contrato de gestão compartilhada da unidade de pronto atendimento com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

No documento, a empresa alega que o Executivo, se absteve em analisar as justificativas e documentações enviadas, sobre suposta irregularidade contratual de funcionários. O fato justificaria a rescisão do contrato. No ofício, o IGH também informou ao secretário de Saúde, Julio Cesar Freitas da Rosa, que encerraria as atividades no final de janeiro e que os funcionários seriam disponibilizados em aviso prévio no dia 7 do próximo mês.

Meneguzzi vai protocolar um pedido de informações ao Executivo a respeito da rescisão do contrato. Ele pediu explicações de como o governo municipal vão solucionar o problema, que poderá instaurar um novo caos no pronto atendimento de Caxias do Sul. “Não temos médicos para UPA Central, pois não estão conseguindo contratar estes profissionais. Não temos ainda qualquer sinalização que a UPA vai funcionar e, agora, este documento do IGH dizendo que vai demitir todos os funcionários e vai deixar a administração da UPA Zona Norte. Isso é muito grave. Que irregularidades são essas que a Secretaria de Saúde está se abstendo de analisar? E a nova licitação vai sair quando? O IGH vai poder concorrer em uma outra licitação para o Município? São perguntas que o Executivo tem que responder à população de Caxias”, afirmou Meneguzzi.

Ouça a notícia em podcast

 

Meneguzzi pede informações sobre acessibilidade no transporte individual de passageiros

dezembro 5, 2019

Requerimento questiona o cumprimento de lei federal por parte do Executivo

Na Semana Nacional da Acessibilidade e Valorização da Pessoa com Deficiência, a Câmara de Vereadores aprovou, um requerimento do vereador Alberto Meneguzzi/PSB, que solicita informações à Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMTTM) sobre as condições de acessibilidade dos táxis e veículos que trabalham em transporte individual de passageiros por aplicativos em Caxias do Sul. A votação ocorreu na sessão desta quinta-feira (05). A finalidade é verificar se o Município cumpre a Lei nr. 10.098/2000, mais conhecida como Lei da Acessibilidade.

A acessibilidade nesta modalidade de transporte também está prevista no Art. 51 da Lei Federal 13.146/2015 – Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Conforme a legislação, as frotas de empresas de táxi devem reservar 10% de seus veículos acessíveis a pessoas com deficiência.

É importante discutirmos o cumprimento da lei, ainda mais agora, na Semana Municipal de Acessibilidade e Inclusão, promovida pelo Município. Entretanto, ainda falta o poder público dar o exemplo, assim como fez o Legislativo, hoje, totalmente acessível. O Executivo tem uma Coordenadoria de Acessibilidade e nem mesmo a ela, o deficiente visual, por exemplo, tem acesso por meio de piso podotátil. O entorno da Prefeitura também não tem acessibilidade”, salienta Meneguzzi.

Legislativo aprova questionamentos de Meneguzzi sobre eventos em áreas públicas

dezembro 5, 2019

A intenção é verificar o cumprimento do decreto municipal que regulamenta as autorizações

O plenário da Câmara de Vereadores aprovou, na sessão desta quinta-feira (05), um pedido de informações do vereador Alberto Meneguzzi/PSB, sobre os processos de autorização de eventos temporários em espaços públicos e privados em Caxias do Sul. O requerimento se refere ao Decreto Municipal nr. 19.736/2018. O objetivo do parlamentar é esclarecer dúvidas sobre a aplicação da referida legislação.

No documento, o parlamentar questiona o número de processos de autorização de eventos que foram protocolados este ano, quais deles foram autorizados e negados e o motivo das negativas. Além disso, para quais as secretarias e órgãos foram solicitados pareceres com relação aos processos negados e o teor dos pareceres emitidos.

Segundo Meneguzzi, a adequação das normas, ocorrida no ano passado, tem causado polêmica em sua interpretação por parte do Executivo. “As alterações estão refletindo, inclusive, na vida política do Município, fazendo parte do processo de impeachment do prefeito Daniel Guerra, em fase de investigação. As informações servirão para que possamos avaliar os motivos que levaram à negativa de vários pedidos, entre eles, da Parada Livre e da Bênção dos Freis Capuchinhos”, reforça Meneguzzi.

Câmara aprova projeto que pune financeiras que abordarem idosos em via pública

dezembro 3, 2019

 

Proposta de Alberto Meneguzzi prevê multa, notificação e até fechamento das empresas

O Legislativo caxiense aprovou na sessão desta terça-feira (03), o projeto de lei complementar do vereador Alberto Meneguzzi/PSB, que propõe a punição de financeiras, agências bancárias e casas lotéricas que oferecerem serviços e produtos para idosos, por meio de abordagem em via pública. A intenção é evitar que pessoas desta faixa etária, muitas delas aposentadas, sejam abordadas nas ruas, ludibriadas e prejudicadas financeiramente.

O projeto institui que as denúncias devem ser encaminhadas ao Procon, acompanhadas com provas. Em caso de comprovação, as empresas serão notificadas e multadas entre 200 e 500 VRMs (de R$ 6.898 e R$ 17.245). Em caso de reincidência, o estabelecimento poderá ser interditado.

De acordo com Meneguzzi, este projeto tem como objetivo prevenir, alertar a população de golpe contra idosos. “A Terceira Idade está sendo saqueada, enganada. Aos poucos vamos melhorar a rede de atendimento. Unidos com o Conselho Municipal, Estadual, Procon, Comissão do Idoso do Legislativo e, no futuro, com a Delegacia de Proteção ao idoso. Desta forma, a fiscalização para solucionar este problema será ainda maior”, ressalta.

Para entrar em vigor, a nova lei precisa ser sancionada pelo prefeito Daniel Guerra ou promulgada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Flavio Cassina.

 

Ouça a notícia em podcast

Legislativo de Caxias prestigia entrega do Prêmio ARI Serra Gaúcha

novembro 25, 2019

Destaques da imprensa foram homenageados pela entidade e CIC Caxias

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB representou a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), nesta segunda-feira (25), quando ocorreu a entrega do 12º Troféu ARI Serra Gaúcha. A realização foi da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) – Seccional Serra Gaúcha e da CIC Caxias.

É uma forma de homenagem a todos aqueles que fazem um jornalismo sério, que lutam pela liberdade de expressão; os relações públicas que trabalham nas mais diferentes áreas e aos publicitários. Momento que representa um pedido de socorro, porque vivemos tempos bastante obscuros, também na área da comunicação. Nunca vivemos numa crise tão grande nesta área, com cobrança por parte da sociedade e pelo cerceamento da liberdade de imprensa. É importante para refletirmos sobre as fake news, a produção de conteúdo e o rumo dos comunicadores”, ressaltou.

Meneguzzi lamentou a falta de representatividade do Executivo de Caxias no evento. “Isso demonstra o desrespeito que o prefeito tem com a imprensa e com os profissionais de comunicação do município. Além disso, desmereceu a ARI, como uma entidade de classe comprometida com a seriedade, a ética e a defesa dos princípios democráticos”, salientou o parlamentar.

O evento contou com a presença do presidente da ARI, Luiz Adolfo Lino de Souza. Este ano, o troféu foi entregue para Marcos Fernando Kirst (Jornalismo Digital e Impresso), Juares Franco (Jornalismo Audiovisual), Celso Sgorla (Radiojornalismo), Lucinara Masiero (Assessoria de Imprensa), Gilmar Gomes (Imagem), Jomba Salim (Propaganda e Marketing), Neide Tomazzoni Michelon (Relações Públicas) e Guiomar Chies (Contribuição à Comunicação). A categoria Destaque Nacional ficou para o editor da Revista IstoÉ, Luís Antônio Giron, que palestrou sobre o tema “As redes sociais mataram a verdade?”.

Ouça a notícia em podcast

Meneguzzi participa da solenidade de entrega da Comenda Zumbi dos Palmares

novembro 21, 2019

Parlamentar ressalta a luta pela igualdade de direitos entre as etnias

Na noite desta quarta-feira (20), Dia Nacional da Consciência Negra, o vereador Alberto Meneguzzi/PSB esteve presente na solenidade de entrega da Comenda Zumbi dos Palmares e Prêmio Caxias para o senegalês Abdou Lahat Ndiaye (Billie), fundador da Associação dos Imigrantes Senegaleses. Foram agraciadas pessoas que se destacam na luta por igualdade de direitos entre as etnias e no combate ao racismo.

Segundo o parlamentar, a questão do preconceito ainda é bastante forte em nossa sociedade. Mesmo assim, a luta deve continuar. ”Não podemos julgar as pessoas pela cor da pele. Parabenizo os homenageados pelo Legislativo, pelo trabalho reconhecido na luta pela discriminação e na promoção da igualdade de direitos da comunidade afro”, ressaltou.

Receberam a Comenda Zumbi dos Palmares, José Luis Borges Lyrio (militante da comunidade negra); Paulo Roberto Borges (participante do movimento comunitário e ex-conselheiro tutelar); e Tatiane Duarte de Oliveira Silva (coordenadora adjunta do Instituto Afro Origem e integrante da diretoria de etnias da UAB).

Denise Brambilla González divulga a Feira de Aprendizagem Profissional no Legislativo Caxiense

novembro 19, 2019

Ela destaca que em Caxias do Sul existem 14 instituições de aprendizagem

Nesta terça-feira (19), a representante da Superintendência Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, Denise Brambilla González, ocupou a tribuna do Legislativo para  divulgar a Feira de Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha, que ocorrerá nos dias 28 e 29 de novembro, no Centro de Eventos dos Pavilhões da Festa Uva. A entrada é gratuita.

Em Caxias do Sul, existem 14 instituições de aprendizagem profissional. Denise destacou que elas qualificam os jovens para o mercado de trabalho, auxiliam no combate ao trabalho infantil e elevam o nível de escolaridade, propiciando a essas estudantes, além da certificação, 13º salário, vale-transporte e fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS).

Meneguzzi reafirma valorização do movimento comunitário

novembro 8, 2019

Parlamentar ressalta postura conciliadora da Câmara nos conflitos do Executivo com a UAB

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB participou, na noite desta quinta-feira (07), do projeto “Câmara Vai aos Bairros”, promovido em parceria com a União das Associações de Bairros (UAB). O encontro ocorreu no Ponto UAB Cultural, no bairro Panazzolo. A finalidade foi aproximar o Legislativo das Associações de Moradores (Amobs), ouvindo e encaminhando reivindicações do movimento comunitário. Por meio de expedientes legislativos como projetos e alterações de leis e indicações, entre outros.

Meneguzzi ressalta que, no ano passado, quando foi presidente do Legislativo, sempre atendeu as reivindicações da diretoria da UAB e das Amobs. “Ao contrário do prefeito Daniel Guerra, que mantém uma postura de conflito permanente com as entidades comunitárias, não recebendo seus dirigentes e relegando os bairros ao abandono, descumprindo as promessas feitas durante a campanha eleitoral. O Legislativo tem sido um mediador dos impasses criados pelo Executivo com as lideranças comunitaristas”, afirma.

Em 2018, o parlamentar implantou uma série de reportagens especiais, na TV Câmara, sobre a situação dos bairros da cidade. Foram mais de 20 bairros e lideranças ouvidas pela equipe da emissora. “Além de divulgar as atividades do Legislativo, a missão da TV Câmara também é prestar serviços comunitários. Acredito que o Parlamento precisa ir ao encontro das comunidades, para ouvir e mostrar as suas reivindicações e encaminhá-las aos órgãos competentes”, salienta.

Ouça a notícia em podcast