Meneguzzi lamenta veto do Executivo ao projeto que regulamenta apresentações culturais em Caxias

junho 11, 2019

Projeto de Lei assinado pela bancada do PSB foi taxado de “inócuo” por não ter a mesma linguagem da atual administração

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) lamentou, durante a sessão desta terça-feira, 11 de junho, o veto total do prefeito Daniel Guerra (PRB) ao Projeto de Lei 218/2017, assinado por ele, em conjunto com os vereadores Edi Carlos Pereira de Souza (PSB) e Elói Frizzo (PSB). A proposta, que regulamenta as apresentações culturais em logradouros públicos de Caxias, foi aprovada por unanimidade, 02 de maio.

De acordo com o veto, que está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Legislação (CCJL), o projeto foi taxado de inócuo, isto é, que não faz sentido uma vez que deixa de seguir as diretrizes da atual administração municipal e, por isso, contraria o interesse público. Para o vereador, é lamentável que o prefeito não consiga dialogar com o setor cultural. “No último final de semana, Caxias também foi assunto na imprensa, visto que gasta mais com café do que investe na área cultural”, comentou Meneguzzi.

A partir da análise jurídica do veto, ele será submetido ao plenário da Câmara. Se houver a derrubada, ele segue novamente para a sansão do prefeito e em caso de o chefe do Executivo silenciar, o presidente da Câmara promulgará a lei.

Meneguzzi participa de festas comunitárias e ressalta valor da cultura

junho 10, 2019

Em Ana Rech, prestigiou 3º Encontro de Corais e, no bairro Cruzeiro, esteve na festa do Sagrado Coração de Jesus

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) participou, neste final de semana, 08 e 09 de junho, de atividades comunitárias da cidade de Caxias do Sul. Na noite do sábado, o parlamentar prestigiou o 3º Encontro de Corais da paróquia Nossa Senhora de Caravaggio, em Ana Rech. Grupos de diversas cidades da Serra Gaúcha se apresentaram na Igreja Matriz e confraternizaram no salão paroquial.

Já no domingo, 09 de junho, Meneguzzi esteve na festa do padroeiro da igreja Sagrado Coração de Jesus, no bairro Cruzeiro. Os festejos abriram as comemorações dos 60 anos de criação daquela paróquia. De acordo com o parlamentar, é necessário valorizar as ações comunitárias, lugar de fé, trabalho e muita criatividade. “Em Ana Rech, dezenas de grupos, que se cotizaram para participar, cantaram e festejaram a cultura. E no Cruzeiro, é festa de seis décadas de muita doação e construção do desenvolvimento econômico da cidade. Eu sou defensor dessa cultura comunitária, como espaço de crescimento humano e social de Caxias”, salienta.

Aprovado projeto de Meneguzzi com a bancada do PSB sobre a apresentação de artistas em lugares públicos de Caxias

maio 2, 2019

Texto recebeu aprovação unânime e trata da pluralidade étnica e cultural da cidade

Uma proposta de regramento sobre a apresentação de artistas de rua nos logradouros públicos de Caxias do Sul poderá virar lei. O texto (projeto de lei/PL 218/2017) foi aprovado pela unanimidade do plenário na sessão desta quinta-feira, 02 de maio e seguirá, agora, para sanção ou veto do Executivo. A autoria é da bancada do PSB, composta pelos vereadores Alberto Meneguzzi, Edi Carlos Pereira de Souza e Edio Elói Frizzo.

Na exposição de motivos, os autores realçam a pluralidade artística de Caxias do Sul e consideram as artes de rua, enquanto cultura popular, um patrimônio da humanidade. Segundo os parlamentares, a diversidade cultural é uma característica marcante da cidade, que conta com inúmeras manifestações artísticas.

“A pluralidade étnica e cultural impulsionou o desenvolvimento de nossa cidade, tornado-a cada vez mais multicultural e cosmopolita, e que, no Estado, é referência para a busca de oportunidades. Dessa maneira, há por parte da comunidade artística a necessidade de reconhecimento e proteção para que suas intervenções sejam inclusivas e democráticas, preservando a liberdade de expressão”, afirmam, em defesa da aprovação do PL 218/2017.

O PL 218/2017 compreende como atividades culturais de artistas de rua, entre outras: o teatro, a dança individual ou em grupo, a capoeira, a mímica, as artes plásticas, o malabarismo ou outra atividade circense, a música, o folclore, a literatura e a poesia declamada ou em exposição física das obras. Também estabelece que as apresentações de trabalho cultural por artistas de rua em vias, cruzamentos, parques e praças públicas devem observar algumas condições.

Algumas delas são: permanência transitória no bem público, limitando-se a utilização ao período de execução da manifestação artística; gratuidade para os espectadores, permitidas doações espontâneas e coleta mediante passagem de chapéu; não impedir a livre fluência do trânsito; respeitar a integridade das áreas verdes e demais instalações do logradouro, preservando-se os bens particulares e os de uso comum do povo.

Também constam entre as exigências do projeto: não impedir a passagem e circulação de pedestres, bem como o acesso a instalações públicas ou privadas; não utilizar palco ou qualquer outra estrutura sem a prévia comunicação ou autorização junto ao órgão competente do Poder Executivo, conforme o caso; estarem concluídas até as 22h; e não terem patrocínio privado que as caracterize como evento de marketing, salvo projetos apoiados por lei municipal, estadual ou federal de incentivo à cultura.

O PL 218/2017 coloca, ainda, que, durante a atividade ou evento, fica permitida a comercialização de bens culturais duráveis como CDs, DVDs, livros, quadros e peças artesanais, desde que sejam de autoria do artista ou do grupo de artistas de rua em apresentação e sejam observadas as normas que regem a matéria.

Meneguzzi participa de painel sobre a Campanha da Fraternidade na Paróquia Santa Catarina

abril 3, 2019

Vereador foi mediador da mesa-redonda que contou com a presença de produtores culturais

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) mediou, na noite de terça-feira, 02 de abril, o painel “Políticas Públicas na área cultural”, pomovido pela Paróquia Santa Catarina e pela Coordenação Diocesana de Pastoral. O evento foi realizado no espaço da catequese da igreja Santa Catarina e abordou a temática no âmbito da Campanha da Fraternidade 2019, que trata do acesso dos brasileiros às políticas públicas.

Além Meneguzzi, participaram da mesa-redonda, a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Magali Quadros, o músico Ladir Brandalise e a produtora cultural e analista de mercado da UCS, Cristina Nora Calcagnotto. O evento que atraiu lideranças católicas e produtores culturais, se estendeu por mais de 1h30 e abordou, sobretudo, a falta de incentivos públicos para a produção cultural nas esferas municipal, estadual e federal.

Meneguzzi avaliou o encontro como positivo, sobretudo a partir da ótica cristã. Segundo ele, as lideranças culturais acabam também por encontrar dificuldades para dialogar com a Igreja Católica. “Motivar encontros de reflexão e debate sobre políticas públicas é desafiador e a Paróquia e a Coordenação de Pastoral estão de parabéns. O objetivo é esse: percebermos as sombras e luzes do caminho para vermos onde é necessário mudar”, salienta.

O próximo painel será na terça-feira, 09 de abril, às 20h, e abordará as políticas públicas para a juventude.

Meneguzzi prestigia inauguração do espaço literário do Instituto de Leitura Quindim

novembro 30, 2018

Presidente do Legislativo colocou a Casa à disposição para sediar debates e outras atividades

O presidente do Legislativo caxiense, vereador Alberto Meneguzzi/PSB, prestigiou a inauguração do espaço literário do Instituto de Leitura Quindim (ILQ), junto ao Moinho da Cascata, no bairro Santa Catarina. A solenidade foi realizada no final da tarde desta sexta-feira (30/11) e reuniu dezenas de lideranças do setor cultural, escritores e atores do Grupo de Teatro Ueba, que também utiliza o local para a apresentação de peças.

A biblioteca de referência com mais de 5 mil livros e área de pesquisa nasce com os propósitos de pensar ainda mais na criança e nos adolescentes e criar um ambiente para acolhê-los e incentivá-los à leitura. Além disso, será um espaço para estudos por parte de educadores, pensadores e comunidade em geral. Presidido por Volnei Canonica, o ILQ também reúne diversos voluntários que contribuem com a cadeia literária e cultural em Caxias do Sul.

Antes da inauguração, no plenário da Câmara, Meneguzzi também participou da abertura do I Panorama sobre o Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Brasil: Onde estamos e para onde vamos?, do ILQ. Da tribuna, ele ressaltou a importância dos eventos e discussões acerca do tema e das políticas públicas de incentivo à leitura.

Durante o seu discurso, Meneguzzi recordou que a cultura sofre com a falta de investimentos, em todo o Brasil. O parlamentar ressaltou que a Câmara Municipal está sempre de portas abertas e à disposição para sediar debates e outras atividades. “Numa cidade que já foi Capital Brasileira da Cultura, os projetos de incentivo ao livro e à leitura estão fragilizados, bem como o setor cultural. Vida longa ao Quindim, vida longa à cultura e à literatura de Caxias. Contem com o Legislativo”, salientou.

Meneguzzi prestigia encerramento da 34ª Feira do Livro

outubro 15, 2018

Presidente do Legislativo parabenizou as lideranças do segmento pelo sucesso do evento literário

O presidente do Legislativo caxiense prestigiou, no final da tarde do domingo (14/10), a cerimônia de encerramento da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul, na Praça Dante Alighieri. Na oportunidade, o parlamentar parabenizou as lideranças do segmento pelo sucesso do evento literário, que atraiu aproximadamente 250 mil pessoas em 17 dias. De acordo com do Departamento do Livro e da Leitura da Secretaria Municipal da Cultura, a edição encerrou com 61.549 livros comercializados.

Na oprtunidade, Meneguzzi cumprimentou a patrona Rejane Romani Rech. A amiga do livro, nesta edição, foi a professora Magda Regina Corsetti Torresini. A TV Câmara Caxias (canal 16 da NET e www.camaracaxias.rs.gov.br) realizou cobertura especial do evento, além de produzir e gravar programas especiais diretamente da Praça Dante Alighieri. Entre eles: Café com Letras, Roda de Saberes e o painel Cidadania, que já estão na grade de programação da emissora.

Para Meneguzzi, a Feira do Livro que já é consolidada como o maior evento literário de Caxias do Sul deve, a cada ano, ganhar propostas inovadoras para reaproximar e apaixonar crianças, jovens, adultos e idosos da leitura. “Somente a partir da leitura é que adquirimos senso crítico. Parabéns a Caxias pela bela festa literária”, avaliou.

Meneguzzi prestigia abertura da 34ª Feira do Livro

setembro 29, 2018

Presidente do Legislativo destaca que o evento é uma das mais belas oportunidades de fortalecer o senso crítico dos caxienses

O Legislativo caxiense prestigiou, na noite da sexta-feira, 28 de setembro, a solenidade de abertura da 34ª Feira do Livro, na Praça Dante Alighieri. O presidente da Câmara, Alberto Meneguzzi (PSB) pôde sentir a emoção da patrona, Rejane Romani Rech, encarregada do tradicional toque da sineta, que marca o início oficial da festa literária. A noite foi embalada ainda pelo ritmo do grupo caxiense Yangos.

De acordo com a Secretaria Municipal da Cultura, mais de 400 pessoas participaram do ato. Neste ano, o tema proposto para o maior evento literário da serra gaúcha é “Ler para ser”. Deste sábado, 29 de setembro, até o dia 14 de outubro, diversas atividades culturais estão programadas para os dois palcos instalados na Praça, além de lounges para leitura, espaços para sessões de autógrafos e café. Espaços externos, como a Casa da Cultura e a sede social do Recreio da Juventude, também receberão bate-papos e oficinas.

Na oportunidade, Meneguzzi encontrou a patrona da 34ª Feira do Livro, Rejane Romani Rech. Ele colocou o Legislativo à disposição do evento e da organização, composta pelo Executivo e pela Associação Caxiense de Livreiros (Alca). A amiga do livro, nesta edição, é a professora Magda Regina Corsetti Torresini.

Entre os dias 25 e 28 de setembro, o Legislativo realizou a 3ª Semana Municipal da Leitura. A programação contou com uma série de bate-papos, painéis e gravações de programas especiais, integrando as Pré-Feira do Livro 2018. A TV Câmara Caxias (canal 16 da NET) vai realizar uma cobertura especial durante o evento, além de produzir e gravar programas especiais diretamente da Praça Dante Alighieri. Entre eles: Café com Letras, Roda de Saberes e o painel Cidadania.

Para Meneguzzi que, depois da solenidade, visitou algumas bancas e conversou com os livreiros, a Feira do Livro representa a oportunidade de reaproximar e apaixonar crianças, jovens, adultos e idosos da leitura. “Somente a partir da leitura é que adquirimos senso crítico. Aqui é uma festa literária. Eu, como leitor e escritor, acredito que ler, de fato, nos ajuda a ser mais criativos e humanos”, avaliou.

O vereador líder de governo, Chico Guerra/PRB também acompanhou a solenidade. A programação da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul é inteiramente gratuita e pode ser consultada no site www.feiradolivrocaxias.com.

Meneguzzi abre oficialmente a 3ª Semana da Leitura de Caxias do Sul

setembro 25, 2018

Ato aconteceu durante a sessão ordinária desta terça-feira (25/09); bate-papos, painéis e gravações de programas especiais fazem parte da Pré-Feira do Livro 2018

Foi aberta oficialmente, na sessão desta terça-feira, 25 de setembro, a 3ª edição da Semana da Leitura de Caxias do Sul, promovida pelo Legislativo. O ato foi conduzido pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), que destacou a realização do evento desde 2016, em cumprimento à Lei 2.828, de 11 de outubro de 1983, que institui anualmente a Feira do Livro e a Semana da Leitura. Até sexta-feira, 28 de setembro, bate-papos, painéis e gravações de programas especiais fazem parte da preparação à 34ª Feira do Livro.

Durante seu pronunciamento, Meneguzzi destacou a importância da leitura na formação da personalidade do cidadão. Segundo ele, a Câmara quer, a partir de experiências realizadas junto à Casa de Leitura, Memória e Educação Legislativa e aos diversos espaços do Parlamento, cooperar com a construção do saber a partir da literatura. “Queremos que as pessoas se sintam muito bem acolhidas neste instante de novas leituras e de conhecimentos parlamentares. É também uma oportunidade de saber sobre a produção literária da cidade. Que os cidadãos e cidadãs tenham permanente acesso a livros e a informações necessárias para o seu dia a dia”, salientou.

Também fizeram uso da palavra durante a sessão a coordenadora do Departamento do Livro e da Leitura da Secretaria Municipal da Cultura, Maria Cristina Tiburi Pizzoni, e a coordenadora do Programa Permanente de Estímulo à Leitura, Helô Bacichette. Elas apresentaram os eventos que fazem parte da programação Pré-Feira do Livro que, segundo elas, iniciaram em março e atenderam crianças, adolescentes, jovens, estudantes, entidades e também idosos.

Por fim, Maria Cristina e Helô fizeram o convite para que os vereadores e a comunidade prestigiem a 34ª edição da Feira do Livro, que irá acontecer de 29 de setembro a 14 de outubro, na Praça Dante Alighieri. “Temos o prazer de convidar vocês para que participem desses dias intensos de valorização da leitura, porque a Feira é da comunidade de Caxias do Sul”.

A TV Câmara Caxias (Canal 16 da NET) vai realizar uma cobertura especial durante o evento, além de produzir e gravar programas especiais diretamente da Praça Dante Alighieri. Entre eles: Café com Letras, Roda de Saberes e o painel Cidadania.

Neste ano, a Feira do Livro se encontra na 34ª edição e vai ocorrer de 29 de setembro a 14 de outubro, na Praça Dante Alighieri, no Centro de Caxias do Sul. Confira a programação no seguinte site e agende-se: https://www.feiradolivrocaxias.com

PRÉ-FEIRA DO LIVRO 2018
3ª SEMANA DA LEITURA DE CAXIAS DO SUL
(Definida pela Lei 2.828, de 11/10/1983, que cria a Feira do Livro e a Semana da Leitura)
De 25 a 28/09/2018 | Local: Câmara Municipal (Rua Alfredo Chaves, 1323, B. Exposição)
Realização: Câmara Municipal em parceria com a organização da Feira do Livro 2018

26.09.2018 (quarta-feira)
– 14h: Como ler a história do Legislativo municipal hoje?
Painelista: Coordenador do Centro de Memória, Eduardo Reis, e coordenador da Assessoria de Comunicação da Câmara, Tales Armiliato.
Local: Casa de Leitura, Memória e Educação Legislativa da Câmara.
Público-alvo: professores de história das redes pública e privada de ensino, professores do 4º ano do Ensino Fundamental e comunidade em geral.

27.09.2018 (quinta-feira)
– 19h30 – “Nossa literatura” – Programa Café com Letras Especial em parceria com a Órbita Literária.
Mediação/Apresentação: jornalista Fábio Rausch e coordenador da TV Câmara, Elvio Gonçalves.
Local: Casa de Leitura, Memória e Educação Legislativa da Câmara.
Público-alvo: escritores e leitores.

28.09.2018 (sexta-feira)
– 9h30min – Programa Roda de Saberes no Reino das Histórias – Com o contador de histórias Zéh Henrique, professores e crianças da EMEF Giuseppe Garibaldi.
Mediação/Apresentação: jornalista Vania Marta Espeiorin.
Local: Casa de Leitura, Memória e Educação Legislativa da Câmara.

Meneguzzi prestigia premiação da Bienal Brasileira de Fotografia Preto e Branco

agosto 5, 2018

Presidente do Legislativo destacou a importância do evento para o segmento cultural de Caxias

O presidente do Legislativo caxiense, Alberto Meneguzzi (PSB), participou, na noite de sábado, 04 de agosto, da solenidade de premiação da trigésima edição da Bienal Brasileira de Arte Fotográfica Preto e Branco. O evento segue até 30 de agosto, na Casa da Cultura de Caxias do Sul. Durante a cerimônia, o parlamentar fez uso da palavra e destacou a importância do evento, sediado neste ano pelo Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul, para a cultura local.

De acordo com Meneguzzi, Caxias do Sul está num caminho árduo de desenvolvimento do setor cultural, sobretudo pela falta de políticas públicas destinadas ao setor. “Recordo que, ano passado, quando tomei posse na Câmara, recebi algumas lideranças da fotografia caxiense que relataram a existência de uma semana municipal há 10 anos, mas que ainda não havia sido regulamentada. Foi aí que protocolamos a Lei, que foi aprovada e sancionada”, comentou.

A Bienal é o maior maior evento fotográfico interclubes do país e irá trazer a Caxias do Sul, até 30 de agosto, renomados fotógrafos. Realizada de forma itinerante, a cada ano, um fotoclube se responsabiliza por sediar a programação, sendo que todas as atividades são gratuitas e abertas ao público em geral.

Além das oficinas, palestras e demais atividades, a Bienal caxiense conta uma das mais belas exposições coletivas no que se refere a imagens autorais de cunho artístico. A cada edição, conforme a organização, participam mais de 3 mil fotografias, que são submetidas a uma seleção realizada por um corpo de jurados, que escolhem as 150 melhores imagens que farão parte da mostra. Dentre elas são destacadas as medalhas de Ouro, Prata e Bronze, e mais 17 Menções Honrosas.

Meneguzzi também participou da abertura da mostra, que pode ser visitada na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura, de segunda a sexta-feira das 8h às 18h e, aos sábados, das 10h às 16h.   

A XXX Bienal Brasileira de Arte Fotográfica Preto e Branco também integra a 11ª edição da Semana Municipal da Fotografia de Caxias do Sul, que terá sua abertura oficial em 10 de agosto, às 19h e seu encerramento em 25 de agosto. O Legislativo caxiense também participa do evento, com a exposição “Linhas Poéticas”, de Nilva Damian e Sandra Puente, no Espaço Cultural Mário Crosa, de 20 a 31 de agosto.

Proposta pelo vereador Alberto Meneguzzi em 10 de agosto de 2017, a Lei 8.253, de 29 de dezembro de 2017, foi aprovada por unanimidade pelos vereadores caxienses. Ela regulamenta a realização do evento durante a segunda quinzena de agosto, contendo o dia 19 desse mês, quando se comemora o Dia Mundial da Fotografia.