“O recado é bem claro, que é o de total mudança”, afirma presidente do Legislativo de Caxias do Sul

outubro 29, 2018

Alberto Meneguzzi espera que Bolsonaro adote tom mais conciliador

Para o presidente da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, Alberto Meneguzzi (PSB), a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) reflete o comportamento de uma população que não suporta mais tantos escândalos envolvendo políticos.

— O povo não quer mais esse comportamento de corrupção, de roubalheira independentemente de qual partido está envolvido. O povo quer mudar isso. Além disso, veio todo esses caos na economia, o desemprego que contribuiu para essa mudança. Bolsonaro surgiu por erros de quem administrou o Brasil — enfatiza Meneguzzi.

Assim como o presidente da CIC, Ivanir Gasparin, o parlamentar torce para que o novo presidente adote um novo tom nos discursos e trabalhe urgentemente para retomar os rumos da economia:

— Espero que o presidente a partir de agora seja conciliador para apaziguar os ânimos. Que consiga retomar de forma mais acelerada a economia. Que o voto de confiança seja revertido em ações mais rápidas para a volta do emprego — finaliza Meneguzzi.

 

Entrevista concedida ao jornal Pioneiro, na noite de domingo, 28 de outubro

Meneguzzi recebe do prefeito o projeto da lei orçamentária anual de 2019

outubro 27, 2018

Para o ano que vem, estão previstos R$ 2,055 bilhões para os órgãos do poder público municipal

O presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), recebeu do prefeito Daniel Guerra (PRB), o projeto da lei orçamentária anual (LOA) de 2019. O ato aconteceu na tarde desta sexta-feira, 26 de outubro, na sala de reuniões da presidência. Para o exercício econômico-financeiro do ano que vem, aos órgãos do poder público local, está prevista uma receita consolidada no valor de R$ 2.055.545.939,93 (dois bilhões, cinquenta e cinco milhões, quinhentos e quarenta e cinco mil, novecentos e trinta e nove reais e noventa e três centavos).

A partir de agora, a matéria aguarda por disponibilização a contar da sessão ordinária da próxima terça-feira. Em seguida, será encaminhada para a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Fiscalização e Controle Orçamentário, presidida pelo vereador Gustavo Toigo (PDT).

Em breve, com agendamento prévio, acontecerá audiência pública para o detalhamento da proposta e o acolhimento de emendas de vereadores e pessoas e entidades inscritas no Cadastro do Legislativo (Calegis). A Casa terá que concluir a votação até o final deste ano.

Diante de secretários municipais, incluindo Magda Regina Wormann (de Gestão e Finanças), e do líder do governo na Câmara, vereador Chico Guerra, o prefeito Guerra destacou o compromisso com áreas essenciais. Garantiu que a proposta confere atenção às pessoas em vulnerabilidade social. O presidente Meneguzzi enfatizou que os vereadores analisarão a peça com responsabilidade.

No resumo da programação orçamentária por órgãos, a matéria especifica: Legislativo (R$ 38.717.149,32), Executivo/Administração Direta (R$ 1.299.021.196,96), Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto/Samae (R$ 229.915.000,00), Instituto de Previdência e Assistência Municipal/IPAM Saúde (R$ 108.977.138,30), Fundação de Assistência Municipal/FAS (R$ 71.763.658,19), Instituto de Previdência e Assistência Municipal/IPAM Previdência (R$ 307.151.797,16).

Em 13 de setembro passado, o Legislativo caxiense aprovou a lei de diretrizes orçamentárias (LDO), que embasou o projeto apresentado hoje. A LDO de 2019 foi de R$ 2.057.893.647,60. A LDO de 2018 havia fixado R$ 1,930 bilhão, enquanto que o orçamento para este ano foi de R$ 1,951 bilhão.

De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, os entes federativos precisam trabalhar sob o equilíbrio entre receitas e despesas. Ou seja, não gastarem além das próprias receitas.

Preço da gasolina recua quase R$ 0,10, de acordo com pesquisa de Meneguzzi

outubro 26, 2018

O gabinete do vereador Alberto Meneguzzi (PSB) divulgou, na tarde desta sexta, 26 de outubro, novo ranqueamento dos preços praticados pelas revendas de combustíveis de Caxias do Sul. Dos 26 postos pesquisados, quatro não prestaram informações.

Em relação à pesquisa divulgada em 20 de outubro, 11 estabelecimentos reduziram o valor da gasolina nas bombas, sendo que o litro pode ser encontrado numa oscilação entre R$ 4,699 e R$ 5,159. Três revendas registraram aumento no preço. Onde houve redução, constatou-se que foi próxima dos R$ 0,10 ao litro.

Quatro revendas reajustaram o valor do litro do etanol, que chega aos R$ 4,699. O preço mais caro do diesel S10 é de R$ 3,879.

Compare os preços, analise, fiscalize e denuncie.

 

Ranking dos Postos 26-10-18.ods

Aplicativo de Meneguzzi concorre ao Prêmio Projeto Inovador 2018

outubro 25, 2018

Certificada em 2017, ferramenta ganhou novo software e outras funcionalidades

O aplicativo “Acredita”, do gabinete do vereador Alberto Meneguzzi (PSB), concorre, pela segunda vez, ao Prêmio Projeto Inovador 2018. Promovido pela Rede Cidades Digitais, o título será entregue durante o 2º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, nos dias 22 e 23 de novembro, em Campo Bom. Em 2017, o parlamentar lançou o app Acredita Caxias, que teve mais de 400 downloads. A ferramenta que passou por ajustes de software, com a substituição do fornecedor de suporte e a implementação de mais funcionalidades e foi relançada no último mês de setembro.

A nova versão já tem mais de 70 downloads e a maiora das 10 demandas recebidas foi solucionada. No total, em 13 meses, ambas as ferramentas tiveram efetividade de 80% no atendimento às solicitações acompanhadas pela equipe de Meneguzzi. O app pode ser encontrado na loja da Google Play com o nome de “Acredita” e também por meio do link https://goo.gl/NJGN4o. Nos próximos dias também estará à disposição para usuários de Iphone, com sistema IOS. Toda a adequação foi feita com recursos do próprio parlamentar.

Ele surgiu para facilitar o acesso da população ao gabinete do vereador Meneguzzi e dar acompanhamento efetivo às demandas e pedidos da comunidade, além de poder fiscalizar as linhas do transporte coletivo. Depois de fazer o download gratuito em seus smartphones e realizarem um cadastro simples com nome, e-mail e telefone, os cidadãos poderão fotografar ou gravar em vídeo a situação que necessita de encaminhamento, preencher um pequeno histórico do problema e enviar.

Entre os pedidos, destacam-se os buracos em vias e calçadas, a poda e coleta ou supressão de árvores, a substituição de lâmpadas de iluminação pública e o vazamento de esgoto, ocasionado pelo rompimento das redes.

De acordo com Meneguzzi, a intenção é reunir num único canal de informações a possibilidade do envio de demandas ao gabinete, o acesso às notícias e vídeos. No espaço para envio de demandas, existe a possibilidade de envio de fotos, vídeos e demais informações. “Queremos que a comunidade possa aproveitar desse canal para nos ajudar a fiscalizar e cobrar ações concretas do poder Executivo e também do Legislativo”, salienta.

Meneguzzi promulga lei que obriga endereço fixo a operadoras de telefonia e TV

outubro 23, 2018

Depois de derrubado o veto do Executivo, presidente da Câmara assinou validade da medida

O presidente da Câmara Municipal de Caxias do Sul, vereador Alberto Meneguzzi (PSB), promulgou, na manhã desta terça-feira, 23 de outubro, na sala de reuniões da presidência, a lei 8.337, de 22 de outubro de 2018. A medida se originou do projeto de lei 106/2017, de autoria do vereador Adiló Didomenico (PTB). A matéria obriga empresas prestadoras de serviços de telefonia fixa, móvel e de TV por assinatura a fornecerem um endereço, em local fixo, em Caxias do Sul. A norma entrará em vigor 180 dias após a data de sua publicação.

O texto teve derrubado o veto do prefeito Daniel Guerra (PRB), na plenária do último dia 16 de outubro. Como o chefe do Executivo silenciou diante da matéria, ela retornou ao Legislativo, para promulgação, passando a ser lei municipal.

Entre outros pontos, a nova legislação dispõe que o endereço seja divulgado na fatura de cobrança mensal dos serviços prestados e no site da operadora. A infração acarretará multa de cem valores de referência municipal (VRM) à empresa. Em caso de reincidência, decorridos 30 dias, o infrator pagará multa diária de 500 VRM. Cada VRM corresponde a R$ 32,18.

Preço mínimo da gasolina em Caxias é de R$ 4,939, aponta ranking de Meneguzzi

outubro 20, 2018

O gabinete do vereador Alberto Meneguzzi (PSB) divulgou, na tarde deste sábado, 20 de outubro, novo ranqueamento dos preços praticados pelas revendas de combustíveis de Caxias do Sul. Dos 26 postos pesquisados, quatro não prestaram informações.

Em relação à pesquisa divulgada em 12 de outubro, apenas um estabelecimento registrou aumento no preço da gasolina, que chega aos R$ 5,159, em algumas revendas de Caxias. O litro do combustível, em sua versão comum, pode ser encontrado numa oscilação entre R$ 4,939 e R$ 5,159. Apenas um dos postos reduziu o valor nas bombas.

Quatro revendas reajustaram o valor do litro do etanol, que chega aos R$ 4,444. O preço mais caro do diesel S10 é de R$ 3,959.

Compare os preços, analise, fiscalize e denuncie.

 

Ranking dos Postos

Meneguzzi participa de ação social da APAAVôlei com crianças atendidas pelo Mão Amiga

outubro 19, 2018

Parlamentar esteve na Universidade de Caxias do Sul e prestigiou atividade que reuniu 180 meninos e meninas

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) prestigiou, na tarde desta sexta-feira, 19 de outubro, a ação social da Associação de Pais e Amigos dos Atletas de Voleibol (APAAVôlei), com 180 crianças que são atendidas pelo projeto Mão Amiga, em Caxias do Sul. O parlamentar esteve na Vila Olímpica da Universidade de Caxias do Sul (UCS), onde acompanhou as atividades esportivas e de recreação.

Na oportunidade, Meneguzzi conversou com as lideranças da APAAVôlei, dentre elas seu supervisor, Fernando Lemos, e parabenizou a ação. Durante a tarde, as crianças puderam brincar com os materiais utilizados na Vila Olímpica, além de se divertirem em equipamentos infláveis, cama elástica e terem acesso ao lanche oferecido pela Associação. “Eles estão de parabéns. Caxias precisa de mais iniciativas assim. Sabemos que elas existem, mas precisam ter mais voz porque fazem um trabalho importantíssimo na vida dos pequenos e das famílias”, salientou.

Meneguzzi ainda colocou a Câmara e o seu gabinete à disposição da entidade e de outras organizações esportivas, para elaborar e propor outras iniciativas que contemplem e aumentem as políticas públicas voltadas ao esporte e lazer.

Meneguzzi recebe demandas de escolas públicas caxienses

outubro 19, 2018

Parlamentar esteve em Vila Cristina e no bairro Desvio Rizzo para conversar com diretoras das instituições

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) realizou visitas a duas escolas públicas caxienses, na manhã desta sexta-feira, 19 de outubro. No primeiro momento, o parlamentar esteve no distrito de Vila Cristina, onde se reuniu com a diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Assis Brasil, Madalena Debastiani e com o pai de uma aluna, Eleandro Razadori. Localizada em Caravaggio da 3ª Légua, a instituição atende 27 estudantes do 1º ao 5º ano, e esteve em risco de ser fechada para sediar uma creche pública.

Na ocasião, Madalena e Razadori pediram o apoio de Meneguzzi para evitar que a Escola Assis Brasil encerre suas atividades e os alunos sejam encaminhados para a rede estadual. “Segundo eles, existe demanda de atendimento e a comunidade escolar votou e escolheu, por 30 votos a 10, que quer a continuidade do colégio. Além disso, se colocaram à disposição para ajudar a char a alternativa para a escola infantil. Nosso gabinete irá interceder, sem dúvidas pela comunidade, porque as crianças precisam ter acesso cada vez mais fácil ao ensino”, salientou.

A segunda visita foi à Escola Estadual de Ensino Médio Ivonne Triches dos Reis, localizada no Desvio Rizzo. Lá, Meneguzzi se reuniu com a diretora, Laura Jane. A principal demanda daquela instituição é o calçamento da rua Isidoro Dias Lopes, onde os alunos embarcam e desembarcam para acessar o prédio. O parlamentar se prontificou em intermediar um encontro da gestora com o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Leandro Pavan, para esclarecer se há viabilidade para a obra.

Ao final do encontro, Meneguzzi também se reuniu com os membros do Grêmio Estudantil, para uma troca de experiências. O parlamentar recordou de sua vida escolar e incentivou os jovens a buscarem formação e engajamento comunitário. “Vocês são muito importantes para a sociedade e para a escola. E se eu posso deixar um recado para vocês é: nunca se cansem de buscar os objetivos de vocês, com ética e honestidade”, salientou.

Meneguzzi visita boxistas da Ceasa Serra

outubro 19, 2018

Encontro aconteceu depois do anúncio de suspensão do edital de licitação dos espaços de comércio de hortifrutigranjeiros

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) esteve na Ceasa Serra, na manhã desta sexta-feira, 19 de outubro. Ele realizou visita aos boxistas para repercutir a decisão, em caráter liminar, da suspensão da licitação dos espaços de comércio de frutas e verduras. Desde o início do mês de outubro, o parlamentar tem acompanhado a situação dos permissionários, que discordavam do lance mínimo de R$ 8 mil para o aluguel de cada box.

Durante o encontro, Meneguzzi reafirmou que o Legislativo e o seu gabinete estão à disposição dos permissionários para intermediar encontros e facilitar o diálogo. Segundo ele, a ação dos comerciantes de buscar a Câmara Municipal foi importante porque deu voz às demandas. Meneguzzi ainda citou a importância da presença do presidente da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Abastecimento (CAAPC), vereador Velocino Uez (PDT), no encaminhamento da situação e na elaboração de um pedido de informações acerca da temática.

Para Meneguzzi, o Legislativo está cumprindo a sua função de mediar os conflitos e buscar a melhor solução para os problemas. “Continuaremos acompanhando a situação até que a Justiça dê o desfecho final. Certamente foi uma vitória que tivemos, juntos, em benefício de Caxias. Aluguéis mais caros implicam em preços mais altos também”, salientou.

Após intermediação de Meneguzzi, licitação da Ceasa é suspensa pela Justiça

outubro 18, 2018

Parlamentar coordenou primeiro encontro com os boxistas e sugeriu ajuizamento da ação

Foi deferida, na tarde desta quinta-feira, 18 de outubro, liminar que suspende o edital 02/2018, da Ceasa Serra, para a permissão de uso dos boxes para comércio de hortifrutigranjeiros. O ajuizamento da ação, pelos comerciantes que atuam nos espaços, se deu a partir da intermediação do vereador Alberto Meneguzzi (PSB), para um encontro entre o grupo e a Administradora de Consórcios Intermunicipais S.A. (Adcointer), mantenedora do espaço.

No último dia 03 de outubro, Meneguzzi recebeu os boxistas e acolheu as demandas do grupo. Logo depois, contatou o secretário de Governo da prefeitura, Luiz Caetano, que compareceu ao encontro. Após ouvir os relatos, o representante do Executivo se comprometeu em agendar uma reunião com a administração da Adcointer, atualmente chefiada pela secretária municipal de Agricultura Pecuária e Abastecimento (Smapa), Camila Sandri Sirena.

A principal reclamação dos permissionários se referia ao edital que previa lance mínimo de R$ 8 mil, enquanto na licitação realizada em 2016, a proposta inicial era R$ 600. Segundo eles, esse aumento tornava a concorrência inviável. Paralelo a isso, foi garantido aos comerciantes a cedência do espaço em acordo de líderes de bancadas, no início da sessão da quinta-feira, dia 04 de outubro, bem como a realização, por parte do presidente da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo (CAAPC), vereador Velocino Uez (PDT), de um pedido de informações acerca do processo.

Na tarde do dia 10 de outubro, aconteceu a reunião, também intermediada por Meneguzzi, entre os boxistas e a administração da Ceasa Serra. Durante o encontro, novamente os permissionários manifestaram sua insatisfação com os valores estabelecidos no edital para o lance mínimo. A Adcointer, por sua vez, justificou ter se baseado em processos licitatórios de diversas Ceasas do Brasil e nas exigências do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul. Foi então, que o parlamentar sugeriu a realização de uma audiência entre os comerciantes, a direção e o TCE-RS para esclarecer os pontos duvidosos. Diante da resposta negativa, a sugestão foi o ajuizamento.

De acordo com Meneguzzi, a função dos vereadores é articular encontros e formas para a solução das demandas dos contribuintes. A liminar dá um respiro para os boxistas, uma vez que a licitação aconteceria na manhã desta sexta-feira, 19 de outubro, no auditório da Smapa. “Certamente é uma vitória dos comerciantes. Eles não são contrários ao edital, mas ao preço ter oscilado tanto de 2016 para 2018. A Câmara fez sua parte, porque recebeu as demandas, deu voz ao grupo e intermediou esses dois encontros. Certamente, aluguéis mais caros implicam em frutas e verduras mais caras também”, salientou.

48677112